augusto tribunaAntes de assumir o comando da Secretaria da Saúde da Bahia, o médico Fábio Vilas Boas manifestou um compromisso: o de dar prioridade a Itabuna em sua agenda de visitas oficiais.

Janeiro passou, o calendário aproxima-se dos meados de fevereiro e nada do secretário dar as caras na cidade, que – como ele mesmo reconheceu em dezembro – enfrenta situação gravíssima na área da saúde.

A ausência de Vilas Boas em Itabuna foi criticada hoje (9) pelo deputado estadual Augusto Castro (PSDB), em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa. No discurso, o parlamentar lembrou que o Estado possui um débito de quase R$ 23 milhões com a saúde do município.

Além de se queixar da falha do titular da Sesab com relação à visita prometida, o tucano cobrou a manutenção do Núcleo Regional de Saúde (antiga 7ª Dires) em Itabuna. O Estado definiu Ilhéus como sede da unidade, mas enfrenta resistências.