WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





fevereiro 2015
D S T Q Q S S
« jan   mar »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

editorias






:: 24/fev/2015 . 22:56

“A COLEÇÃO INVISÍVEL” É EXIBIDO NO SUL DA BAHIA

Vladimir Brichta é um dos protagonistas d´A Coleção Invisível (Foto Andrew Kemp).

Vladimir Brichta é um dos protagonistas d´A Coleção Invisível (Foto Andrew Kemp).

O premiado filme A coleção invisível, do diretor Bernard Attal, começa a temporada de exibição em cidades sul-baianas no dia 5 de março, às 17h30, no auditório principal da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), na Rodovia Ilhéus-Itabuna. A programação também inclui Camacan, com exibição às 19h do dia 6, na Câmara Municipal.

No sábado, 7, a exibição será em Buerarema na Casa de Cultura Jonas & Pilar. Essa temporada de exibições no interior recebe o apoio do Governo do Estado,por meio do Edital 2013 da Fundação Cultural da Bahia.

Vencedor de 14 premiações, entre as quais as de Melhor Filme em Gramado, Lisboa, Bogotá, Nova Iorque, Nashville, Anápolis, Newport Beach e Paris, A coleção invisível é uma adaptação de um conto do escritor austríaco Stefan Zweig, tendo como cenário a região cacaueira, com locações em Itajuípe, Itabuna, Uruçuca e Barro Preto.

A produção tem no elenco o saudoso ator Walmor Chagas, além de Vladimir Brichta, Ludmila Rosa, Clarisse Abujamra, Conceição Senna, Paulo Cesar Pereio, Frank Menezes, Luisa Prosérpio e João Lima.

Bernard transpôs para o Brasil contemporâneo a história original, que se passa na Alemanha dos anos 20. O protagonista é Beto (Vladimir Brichta), um playboy que tenta reerguer-se através de um negócio rápido, que o leva ao encontro de um colecionador de gravuras raras, numa cidade do interior. Nesta viagem, ele muda sua visão de mundo e a vida das pessoas com quem vai conviver na busca da “coleção invisível”. O longa tem 90 minutos de duração.

Co-escrito por Bernard Attal, Sergio Machado e Iziane Mascarenhas, A coleção invisível é uma produção da Santa Luzia Filmes e Ondina Filmes, tem produção executiva de Diana Gurgel, fotografia de Matheus Rocha, direção de arte de Joãozito Pereira e figurino de Alexandre Guimarães.

PROTESTO BLOQUEIA SAÍDA PARA ILHÉUS

Protesto bloqueou a saída de Itabuna para Ilhéus.

Protesto bloqueou a saída de Itabuna para Ilhéus.

Moradores da região atendida pelo posto de saúde dos Canecos, em Itabuna, decidiram bloquear a Rodovia Ilhéus-Itabuna, no prolongamento da Avenida Juracy Magalhães.  Eles cobram médicos e atendimento decente no posto que cobre o Parque Verde, a Vila Vital Teixeira e o Alto dos Canecos.

Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foram acionados para negociar a liberação da pista. Quem vem de Ilhéus deve pegar o semianel rodoviário, mesma alternativa para quem sai de Itabuna com destino ao litoral.

ACM NETO DE OLHO EM CONQUISTA

Bruno assume secretaria em Salvador e Herzem ganha vaga.

Bruno assume secretaria em Salvador e Herzem ganha vaga.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, está atento à política de Vitória da Conquista. Numa manobra para fortalecer as oposições e destronar o PT conquistense – que está há quase 20 anos no poder -, chamou o deputado estadual Bruno Reis (PMDB) para o seu governo. Bruno assumirá a Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza.

Com a saída de Bruno, Herzem Gusmão assume a vaga no parlamento estadual. Herzem é pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista. Em 2012, perdeu a disputa municipal para Guilherme Menezes (PT). ACM Neto está empolgado, principalmente, com a divisão na base governista no município do sudoeste. O PCdoB já anunciou que romperá com o governo de Guilherme e terá candidato a prefeito em 2016, sendo o nome mais provável o do deputado estadual Fabrício Falcão.

TRILHOS DA FIOL COMEÇAM A SER ASSENTADOS

Trilhos da Fiol começam a ser assentados (Foto Elói Correa).

Trilhos da Fiol começam a ser assentados (Foto Elói Correa).

As obras da Ferrovia Oeste-Leste evoluíram em lotes da região sudoeste do Estado, nos últimos dias, com a colocação dos trilhos. O trecho mais avançado situa-se entre Brumado e Tanhaçu. A Ferrovia tem extensão total de 1.527 quilômetros.

Do lote um ao lote quatro, explica Eracy Lafuente, coordenador executivo de Infraestrutura e Logística da Casa Civil da Bahia, a previsão é que sejam transportados 20 milhões de granéis minerais. “Para o setor, significa ter demanda e capacidade para o transporte. Ou seja, vamos ter demanda para que um operador ferroviário e portuário possa alavancar negócios”.

Lafuente observou ainda que, no que se refere à exploração de minério nas regiões de Guanambi, Caetité, Brumado e na parte leste Ilhéus, “a perspectiva é que tenha cinturões de exploração de vários minérios que, a partir da logística [da Fiol], tenham viabilidade econômica”.

De acordo com o gerente regional da Valec Engenharias, Construções e Ferrovias S/A, Rodrigo Caires, responsável pelos lotes 3 (Tanhaçu) e 4 (Brumado) da Fiol, em torno de 75% da obra dos dois lotes já está concluída. “A previsão é fazer 20 quilômetros por mês. Portanto, o prazo de concluir em dezembro de 2015 os lotes 3 e 4 será cumprido”, garante.

O lote 3 possui 115 quilômetros e, atualmente, gera 730 empregos diretos. Já o lote 4, tem 177 quilômetros e tem 1,6 mil pessoas, entre técnicos, soldadores, fiscais, entre outros profissionais, trabalhando diariamente. A previsão é de que a obra no trecho que compreende Ilhéus e Caetité seja finalizada entre 2016 e 2017 e, o trecho entre Caetité e Barreiras, começa a funcionar entre 2017 e 2018.

DE OLHO NAS BOLSAS-PERMANÊNCIA

UescEstudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) preparam uma “varredura” na concessão de auxílios permanência e moradia. Os benefícios devem ser concedidos a quem possui renda familiar per capita de até um salário mínimo, mas há casos suspeitos de privilégio por parte da instituição.

Ano passado, a comissão que concede o auxílio negou a uma estudante o auxílio a uma estudante que a família possui renda inferior a um salário mínimo. Ao questionar a comissão, a estudante ouviu que era impossível “viver com um salário mínimo”. Se tivesse investigado a situação da estudante, veria o esforço da família.

 

ADVOGADO É PRESO EM ILHÉUS

Alexandre foi preso por descumprir pena alternativa.

Alexandre foi preso por descumprir pena alternativa.

O advogado Alexandre Camelo Xavier, de Ilhéus, foi preso ontem (23) por policiais civis em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo juiz da Vara do Júri e Execuções Penais, Gustavo Henrique Lyra. Alexandre foi condenado a prestar serviços à comunidade, mas não estava cumprindo a pena. Por isso, o magistrado determinou a regressão da pena para que Alexandre cumpra a sentença na prisão. O advogado teve a sua carteira suspensa pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ele é acusado de reter o dinheiro de clientes em ações judiciais.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia