Estudantes mandam recado para diretor do Dnit: "A gasolina tá valendo mais que sua palavra".

Alunos do IFBA mandam recado para diretor do Dnit: “A gasolina tá valendo mais que sua palavra”.

Alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Jacobina, iniciaram, na manhã de hoje (7), um protesto para reivindicar a reposição dos redutores de velocidade no trecho da BR-324 localizado próximo à instituição. Eles fecharam a via por cerca de duas horas. Após o início dos protestos, representantes dos estudantes se reuniram com o titular do Serviço Municipal de Tráfego e Transporte (SMTT) de Jacobina, Wagne Melkart.

Ele prometeu manter um agente de trânsito nos horários de entrada e saída dos estudantes, além de cones para estimular a redução de velocidade dos motoristas. O gestor marcou para esta tarde uma reunião entre os estudantes e o prefeito de Jacobina, Rui Macedo, para discutir a possibilidade da prefeitura assumir a construção dos quebra-molas.

Desde outubro de 2014, a direção do campus vem buscando essa reposição junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O diretor geral, Epaminondas Macedo, informa que, além do envio de dois ofícios (1º de outubro de 2014 e 5 de fevereiro de 2015), foi pessoalmente ao órgão federal reforçar a importância dos equipamentos para a segurança dos estudantes, servidores e da população em geral.

Durante a visita ao Dnit, foi prometido que, até o final de março de 2015, os redutores seriam reimplantados. Até o momento, reclama Epaminondas, o trecho continua sem os equipamentos. Os estudantes lembraram do superintendente do Dnit na Bahia, Amauri Lima, e mandaram recado por meio de faixa: “a gasolina tá valendo mais que sua palavra”.