Tibúrcio e Jorge Garcia fazem crítica a colegas oposicionistas (Fotomontagem).

Tibúrcio e Jorge Garcia fazem crítica a colegas oposicionistas (Fotomontagem).

Os vereadores Jorge Garcia e Cleonildo Tibúrcio dizem que a oposição ao prefeito Almir Melo poderia contribuir “significativamente para o desenvolvimento” de Canavieiras, mas tem votado contra o município e provocado prejuízos irreversíveis. Jorge cita, por exemplo, o boicote à participação de Canavieiras no Consórcio Público da Mata Atlântica. “Fazer oposição por oposição não engrandece o papel do vereador”.

Jorge diz não ser função do vereador de oposição “apenas criar obstáculos e prejudicar o município, como se o único prejudicado fosse o prefeito”. O peemedebista lembra ter ficado por 12 anos na oposição e se comportar “pautado nos interesses da população”. Para ele, “esse caráter de perseguição só faz atrapalhar o futuro de Canavieiras”.

O líder governista ainda traçou um paralelo entre o comportamento dos seus colegas quando na situação e hoje na oposição, demonstrando a ambiguidade na análise das matérias. “Se antes concediam suplementações de até 35% ao orçamento, hoje se recusam a dar 5%. Além do mais, antes, sequer exigiam tabelas com as rubricas orçamentárias a serem contempladas, conforme exigem atualmente e o Executivo atende”, frisa Garcia.

O vereador Cleonildo Tibúrcio também foi contundente em suas críticas ao comportamento da oposição, demonstrando que conduz o mandato para o “lado pessoal”, o que não é ético. “É preciso acreditar na cidade, pois foi para isso que o povo nos elegeu”, disse Cleonildo.

Outra crítica feita de forma construtiva pelo vereador Jorge Garcia aos colegas da oposição é quanto ao projeto de Municipalização do Trânsito, enviado pelo Poder Executivo. Segundo o vereador, a municipalização é hoje uma obrigação imposta pela lei e vem sendo postergadas pelos oposicionistas, sem qualquer motivo relevante.

Segundo Garcia, o projeto enviado pelo prefeito Almir Melo é “enxuto”, pois cria apenas dois cargos: os de Diretor de Trânsito e Supervisor de Trânsito. “Canavieiras hoje é uma cidade que vem se destacando no cenário regional pela sua administração responsável e competente e que poderia avançar ainda mais com a contribuição dos vereadores”, ressalta Jorge Garcia.

Os vereadores também disseram que na Canavieiras de hoje não cabe mais a cultura do provincianismo, pois, diferente de anos passados, a informação chega à população de forma imediata e transparente. Entre os exemplos citados por eles estão a negativa na concessão de suplementação orçamentária para o pagamento dos servidores públicos, com os recursos disponíveis nos cofres do município, com a única finalidade de tentar “jogar” o servidor contra o prefeito.

Para os vereadores, atualmente a população não fala mais da saúde, educação e outros serviços públicos, pois todos estão funcionando corretamente, ao contrário de antes.

Exemplos como a pavimentação das avenidas Assis Gonçalves, Osmário Batista, Enelzita Matos e Almir Nonato, além de recomposição das ruas pavimentadas a paralelepípedos e demais obras de infraestrutura foram citadas pelos vereadores para mostrar o trabalho que vem sendo implantado pelo prefeito Almir Melo.