WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










setembro 2015
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

editorias





itao






PROFESSOR DA UESC CRITICA LISTA DA “OPERAÇÃO DEDICAÇÃO EXCLUSIVA”

O professor Gesil Amarante Segundo fez críticas à publicação de lista com nomes de docentes que, no entender da Secretaria Estadual de Administração, estariam acumulando cargos ilegalmente. A lista foi divulgada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

Gesil é professor com dedicação exclusiva da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e faz parte do Conselho de Inovação da Fapesb (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia).

O docente lembra que a Fapesb é órgão do governo baiano. Ele explica que, por fazer parte do conselho da fundação, participa do trabalho de avaliação de relatórios do Fapesb. Pelo serviço, recebe R$ 200,00 a título de ajuda de custo, valor sobre o qual incidem impostos.

– Por conta desta “fábula de dinheiro”, de atuação prevista no Estatuto do Magistério Superior, a SAEB (Secretaria de Administração do Estado da Bahia) incluiu meu nome e o de outros docentes da UESC nesta “lista de acúmulo ilegal”. É uma vergonha que um órgão do Estado se preste a este serviço, quando poderia facilmente consultar as pessoas ou as instituições, antes de pôr seus nomes na rua.

Para Gesil, “uma ação [a divulgação do acúmulo de cargos] que poderia ser benéfica ao Estado, acaba sendo ela mesmo um atestado de grosseria e incompetência de sua Corregedoria Geral”.

6 respostas para “PROFESSOR DA UESC CRITICA LISTA DA “OPERAÇÃO DEDICAÇÃO EXCLUSIVA””

  • Interessante... says:

    Aceitam a condição, curtem o benefício e em seguida não cumprem com o acordado, deixando a sociedade lesada e ainda se sentem no direito de reclamar. Afinal, é dedicação exclusiva ou não ?????? Chega de trambiques !!!

  • Interessante... says:

    Agora… há casos e casos e existem profissionais que não agiram de má fé.

  • Interessante... says:

    Nada que uma auditoria séria não resolva !!!

  • Não é novidade says:

    Tudo de ruim que vem do PT não é novidade, é sua essência.

  • incompetência says:

    É uma vergonha a comprovação da incompetência uma Corregedoria do Estado.Não teve nem mesmo a “curiosidade”, de realizar a leitura da própria legislação que disciplina o RDE no âmbito do Estado. Mais que a exposição de profissionais é o tratamento antiético e nada profissional da Corregedoria. É isso, quem não sabe trabalhar é expertise em querer mostrar serviço perseguindo o outro, devida ou indevidamente. Agora, além de expor a Corregedoria, os professores, com competência devem cobrar seus direitos e pagamento do ônus pelos prejuízos moralmente causados.

  • Acadêmico says:

    Nada de reclamação.
    Pode apurar que tem mais maracutaia nesse vespeiro ( UESC).
    Quer conhecer a Brasília do sul da Bahia?
    Participe de uma eleição para reitor na UESC.
    Há de tudo: Conchavos, pressão, ameaça, agressões,troca de favores, promessas de empregos e cargos comissionados.
    Não adianta choro. Exigimos apuração.
    Gente, isso são as mazelas do (dez, isso mesmo DEZ)serviço público.

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia