WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





setembro 2015
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

editorias






:: 27/set/2015 . 23:58

DILMA: META DO BRASIL É REDUZIR EMISSÃO DE GASES EM 43% ATÉ 2030

Dilma anuncia meta do Brasil para até 2030 (Roberto Stuckert Filho/PR)

Em Nova Iorque, Dilma anuncia meta do Brasil para até 2030 (Roberto Stuckert Filho/PR)

Da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (27) que as metas brasileiras para reduzir a emissão de gases de efeito estufa são de 37% até 2025 e de 43% até 2030. O anúncio foi feito durante a Conferência das Nações Unidas para a Agenda de Desenvolvimento Pós-2015, em Nova York. O ano-base utilizado para os cálculos, segundo ela, é 2005.

Durante seu discurso, Dilma destacou que os números serão levados à Conferência do Clima, em Paris, como compromisso assumido pelo governo brasileiro. “A Conferência de Paris é uma oportunidade única para construirmos uma resposta comum para o desafio global de mudanças do clima. O Brasil tem feito grande esforço para reduzir as emissões de gás de efeito estufa, sem comprometer nosso desenvolvimento econômico e nossa inclusão social”.

A presidenta citou ainda o que chamou de objetivos ambiciosos para o setor energético, com destaque para a garantia de 45% de fontes renováveis no total da matriz energética. No mundo, a média, segundo ela, é de 13%.

:: LEIA MAIS »

PSB LANÇA PRÉ-CANDIDATURAS EM UBAITABA E GANDU

Durval Libânio, à esquerda de Lídice, é lançado pré-candidato em Gandu.

Durval Libânio, à esquerda de Lídice, é lançado pré-candidato em Gandu.

O PSB decidiu lançar pré-candidatos a prefeito em Gandu e Ubaitaba, no sul da Bahia. O presidente do Instituto Cabruca, Durval Libânio Neto, será o nome do partido em Gandu, enquanto a vereadora Sueli Carneiro (Suka) disputará a prefeitura de Ubaitaba.

As pré-candidaturas foram lançadas em atos realizados neste domingo (27) nos dois municípios, com as presenças da senadora Lídice da Mata e do deputado federal Bebeto Galvão, ambos do PSB.

Durval Libânio filiou-se ao PSB neste domingo, também sendo anunciado como pré-candidato por Bebeto e Lídice, além da deputada estadual Fabíola Mansur.

Vereadora Suka, ao centro, disputará prefeitura de Ubaitaba (Fotos Divulgação).

Vereadora Suka, ao centro, disputará prefeitura de Ubaitaba (Fotos Divulgação).

ITABUNA REGISTRA HOMICÍDIOS NO BANCO RASO E NO FÁTIMA

violênciaDois homicídios ocorreram em Itabuna entre o final da manhã e o início da tarde deste domingo (27).

Uma das vítimas foi assassinada no Banco Raso. Levou seis tiros, disparados por homens que estavam em um Fiat Uno.

O outro crime ocorreu no Bairro de Fátima. De acordo com a polícia militar, a vítima tinha 14 anos. Também foi morto a tiros, sendo identificada como João Victor Nascimento dos Santos.

Ainda não há informações se as vítimas tinham envolvimento com ações criminosas.

Atualizado às 21h

O HORÓSCOPO E OS FRAUDADORES DA FRAUDE

marivalguedesMarival Guedes | marivalguedes@gmail.com

 

Ele recebeu carta de uma ouvinte perguntando se o signo dela combinava com o do noivo. O novo “astrólogo” fez pesquisa básica e respondeu sem titubear: “Não combinam.”

 

“Se as pessoas soubessem como são feitas as salsichas e as leis, não comeriam as primeiras e não obedeceriam as segundas.” (Otto von Bismarck, 1815-1898).

Parafraseando o chanceler alemão, se as pessoas soubessem quais as fontes dos horóscopos (há exceções?) não leriam esta seção.

Começo com o da Revista Jóia, Rede Manchete, assinado pelo jovem Jean Jaque Duvalier, pseudônimo de um jornalista que se tornou famoso, Paulo Henrique Amorim.

PHA revela que tentava descobrir o signo das meninas que ele pretendia namorar e fazia previsões que coincidiam com os objetivos do “astrólogo”.

Em Itabuna, jornalistas de um veículo escreviam o horóscopo com dedicação especial ao signo do diretor. Aconselhavam o patrão a atualizar o pagamento dos salários.

Na Cabrália, eu perguntava o signo de cada colega e lia o horóscopo modificando o texto. Os inúmeros acertos geraram desconfiança e um dia uma moça arrebatou-me o jornal para conferir o que estava escrito.

No entanto, o caso mais impressionante foi o de Ramiro Aquino quando substituiu, por alguns dias, o famoso Aries (pronuncia-se Aires) Mota num programa sobre astrologia na Rádio Difusora.

Ele recebeu carta de uma ouvinte perguntando se o signo dela combinava com o do noivo. O novo “astrólogo” fez pesquisa básica e respondeu sem titubear: “Não combinam.”

Crédula em horóscopo e pragmática nas relações, a moça terminou o noivado. Avaliou que “se não vai dar certo, não adianta insistir.”

Apaixonado, o rapaz entrou em desespero e procurou o professor Ramiro a quem implorou, em prantos, nova avaliação. Aquino pediu pra que ouvissem o próximo programa.

Dia seguinte o “astrólogo” alegou que após aprofundar os estudos, baseando-se na data e hora de nascimento do casal, os astros revelavam que havia combinação. Foi uma festa.

Com noiva de volta e casamento a realizar-se, o jovem retornou à emissora para agradecer ao professor e convidar-lhe para a cerimônia.

Volto a Paulo Henrique Amorim. Ele fala com seu estilo irônico que era “uma maneira de fraudar o horóscopo, atitude que não faz mal a ninguém.” E arremata: “Não me sinto culpado.”

Realmente, eles fraudaram uma fraude.

Marival Guedes é jornalista e escreve crônicas aos domingos no Pimenta.

CORTES NO ORÇAMENTO PREJUDICAM COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS

Wagne tem se esforçado por recursos, segundo general (Foto Pimenta).

Wagne tem se esforçado por recursos, segundo general (Foto Pimenta).

A execução de projetos estratégicos do Exército brasileiro está ameaçada por causa dos cortes orçamentários, alerta o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas. Segundo ele, o que mais preocupa é o Sistema Integrado de Monitoramento das Fronteiras (Sisfron).

Planejado para ser implantado ao longo de dez anos, os investimentos começaram há dois anos, mas dos R$ 10 bilhões previstos, apenas 7,2% foram aplicados até agora.

O Sisfron vai monitorar quase 17 mil quilômetros de fronteiras, 27% do território nacional e quando estiver em pleno funcionamento não ficará restrito às Forças Armadas.

“Temos 17 mil quilômetros de fronteiras com países produtores de cocaína e maconha. A Polícia Federal estima que 80% da criminalidade urbana está ligada direta ou indiretamente à droga. Estão descoordenados os órgãos federais que têm responsabilidade sobre isso”, disse Villas Bôas.

Além do Sisfron, outros projetos estão atrasados. O de defesa cibernética deveria ter ficado pronto no ano passado, mas agora tem previsão para 2017. “Para vocês terem uma ideia, na Copa do Mundo foram neutralizados 756 ataques cibernéticos contra os sistemas que estavam sendo utilizados diretamente. No Brasil, ocorre, mais ou menos, 1,6 milhão de ataques a sistema cibernético por ano; 51% são contra sites do governo”.

Os projetos que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Defesa também foram afetados. O Sistema Proteger, com um déficit de R$ 200 milhões, é um deles, disse o general. Ele é uma espécie de Sisfron para todo o território nacional, de proteção de infraestruturas estratégicas.

Apesar das dificuldades, o comandante do Exército destacou que ministro da Defesa, Jaques Wagner, tem se esforçado para reduzir o impacto desses cortes sobre a pasta e que tem demonstrado muita sensibilidade às questões que envolvem a área.

:: LEIA MAIS »

CAMPANHA INCENTIVA COMPRAS NO PEQUENO COMÉRCIO

compreMais de 4,3 mil pequenos e microestabelecimentos da Bahia já se cadastraram para participar do movimento Compre do Pequeno, que vai ser lançado oficialmente pelo Sebrae no próximo dia 5 de outubro. A campanha, que começou a ser pensada antes da crise, vai chegar com a responsabilidade de minimizar os efeitos da retração econômica em um segmento que  responde por 27% do PIB e emprega 17 milhões de pessoas em todo o Brasil, segundo o Sebrae.

“Nós queremos vender para a sociedade a consciência desse ato importante que é comprar do pequeno negócio.  Beneficia o país e beneficia o bairro”, afirma o presidente do Sebrae nacional, Luiz Barretto Filho, que esteve em Salvador para participar da Semana de Capacitação Empresarial, promovida pela instituição em todo o Brasil.

Barretto ressalta que, se não podem competir pelo preço, porque não  fazem compra em escala, os negócios de bairro devem tirar vantagem de suas características. “O comerciante pode estabelecer uma relação olho no olho com o cliente, além focar em nichos. Tem muita gente hoje em dia que consome alimentos sem glúten e sem lactose, que pagaria mais encontrando esses produtos perto de casa”, afirma.

Leia íntegra n´A Tarde






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia