Emília Salvador teve contas desaprovadas (Foto Juliana Souza).

Emília Salvador teve contas desaprovadas (Foto Juliana Souza).

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) reprovaram, por unanimidade, as contas de 2009 da Bahiatursa, quando o órgão era presidido por Emília Maria Salvador Silva, que foi multada em R$ 3 mil.

O tribunal também aplicou multa aos então diretores de Administração e Finanças Célia Regina Bandeira (1 de janeiro a 17 de setembro de 2009) e Celso Zallio Coelho (18 de setembro a 31 de dezembro de 2009), no valor de R$ 3 mil para cada um.

No seu voto, a relatora do processo, conselheira Carolina Matos Alves Costa, acompanhou o posicionamento, pela desaprovação, dos auditores da 3ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) e do Ministério Público de Contas (MPC), levando em consideração graves irregularidades apontadas no relatório técnico. Como agravante, os auditores e a relatora citaram o fato de que havia reincindência em várias das irregularidades encontradas.