WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





dezembro 2015
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 9/dez/2015 . 23:39

TEREMOS RELAÇÃO INSTITUCIONAL MAIS FÉRTIL, DIZ TEMER APÓS ENCONTRO COM DILMA

Michel Temer ao sair de reunião com Dilma (Foto Fábio Pozzebom/Agência Brasil).

Michel Temer ao sair de reunião com Dilma (Foto Fábio Pozzebom/Agência Brasil).

O vice-presidente da República, Michel Temer, disse há pouco, após se encontrar com a presidenta Dilma Rousseff, que terá a partir de agora uma relação com a presidenta de modo “institucional” e que seja “a mais fértil possível”.

Os dois se reuniram esta noite durante pouco mais de 50 minutos no Palácio do Planalto. Depois da conversa, o vice-presidente afirmou que faria uma declaração de apenas uma frase, e não respondeu a perguntas dos jornalistas.

“Combinamos, eu e a presidenta Dilma, que nós teremos uma relação pessoal, institucional que seja a mais fértil possível”, disse.

PROFESSOR BRASILEIRO É FINALISTA DO GLOBAL TEACHER PRIZE

Professor Marcio Andrade é finalista de equivalente a Nobel da educação (Foto Divulgação).

Professor Marcio Andrade é finalista de equivalente a Nobel da educação (Foto Divulgação).

Da Agência Brasil

O professor brasileiro Marcio de Andrade Batista está entre os 50 finalistas do Global Teacher Prize, considerado o Prêmio Nobel da Educação. Segundo a organização do prêmio, Batista foi escolhido entre milhares de candidatos de 148 países. Apenas 29 nações estão representadas entre os finalistas. O vencedor será anunciado em março do ano que vem, em Dubai, e receberá US$ 1 milhão.

Engenheiro químico e professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Batista recebeu a indicação pelo trabalho que faz em escolas do ensino médio público. Ele orienta projetos sugeridos pelos próprios estudantes. A ideia é que os alunos desenvolvam interesse pela ciência desde o ensino básico. “Sempre tive como meta mostrar que ser cientista é tão legal quanto ser jogador de futebol ou outra profissão que os alunos admiram. Queria inserir a ciência dentro do rol de interesses dos alunos”, diz.

Com as orientações do professor, surgem assim projetos como a utilização da casca da castanha de baru, típica do cerrrado da região, para fazer pisos e a utilização de resíduo de soro de queijo para enriquecer pães e dar mais qualidade à alimentação. Uma das alunas, Bianca Valeguzki de Oliveira recebeu o prêmio Jovem Cientista pelas mãos da presidenta Dilma Rousseff.

“Quando me mudei para cá em 2010, vi que a universidade estava muito distante do ensino médio. Moramos em uma região pouco favorecida no sentido de acesso a materiais, de disponibilidade de laboratório. A intenção foi trabalhar com alguns alunos para replicar conhecimentos práticos para problemas da realidade deles”, explica.

Como orientandas ele prioriza as mulheres, por acreditar que são necessárias mais oportunidades para as meninas. “Se dermos apoio a esses meninos, eles vão longe. Principalmente as meninas. Vivemos em um país, digamos, machista. Às vezes uma mulher e um homem exercem a mesma função, mas a mulher ganha menos. Essas meninas tem que romper a barreira do machismo, de estar longe dos grandes centros urbanos”, defende.

O Global Teacher Prize está no segundo ano e é oferecido pela Fundação Varkey, fundada por Sunny Varkey, reconhecido internacionalmente pelo trabalho feito na educação. A intenção é mostrar o importante papel que os professores desempenham, reconhcendo um professor excepcional, que tenha feito um excelente trabalho em sua região.

A professora Nancie Atwell, dos Estados Unidos, foi a ganhadora do prêmio em 2015. Professora de inglês, ela deixa que os alunos escolham os livros que lerão e os assuntos sobre os quais escreverão nas aulas. Com a metodologia, cada aluno consegue ler em média 40 livros de 14 gêneros literários, além de escrever cerca de 21 artigos de 13 gêneros. Devido ao encorajamento e apoio, muitos dos seus alunos tornaram-se autores.

UNA: TCM REJEITA CONTAS DE DIANE

Diane: contas rejeitadas.

Diane: contas rejeitadas.

As contas da prefeita de Una, Diane Rusciolelli, relativas ao exercício de 2014, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), na tarde desta quarta-feira (9), por causa do excesso de despesa com pessoal.

Pela irregularidade, Diane foi multada em R$ 58.968,00, equivalente a 30% dos seus subsídios anuais, e em R$ 3 mil por falhas contidas no relatório técnico. O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, também determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual.

A rejeição das contas foi fundamentada na extrapolação continuada do limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal para gastos com pessoal. Em dezembro de 2012, a despesa com pessoal alcançou o percentual de 63,92% da receita corrente líquida, superando o índice máximo de 54% estabelecido na LRF.

O município deveria eliminar pelo menos 1/3 do percentual excedente no 2º quadrimestre de 2013 e 2/3 no 1º quadrimestre de 2014, o que não foi feito. Até abril de 2014, os gastos representavam 71,07% da RCL, descumprindo o determinado. Vale ressaltar que, nos 2º e 3º quadrimestres de 2014, a despesa de pessoal perdurou acima do limite de 54%, representando 74,53% e 73,48%, respectivamente. Cabe recurso da decisão.

EX-POLICIAL QUE MATOU AGENTE PENITENCIÁRIO SERÁ LEVADO A JÚRI POPULAR

Cantídio foi expulso da Polícia Civil e será levado a júrio popular dia 17.

Cantídio foi expulso da polícia e será levado a júri popular dia 17.

O ex-policial civil Cantídio Filho, de 36 anos, será levado a júri popular no próximo dia 17, no Fórum Ruy Barbosa, em Itabuna, a partir das 8h30min. Demitido da polícia civil em 2013, Cantídio será julgado pelo assassinato do agente penitenciário Marcone Pena dos Santos.

A acusação ficará a cargo da promotora de Justiça Cleide Ramos, além do advogado criminalista Jefferson Domingues, que atuará como assistente. Acusado de homicídio qualificado por motivo fútil, o ex-policial poderá pegar de 12 a 30 anos de prisão. O homicida é defendido por Bruno Daneu.

O CRIME

O crime ocorreu na madrugada de 6 de maio de 2012, durante festa de camisa no parque de vaquejada Espora de Ouro. O ex-policial civil assediou a mulher de Marcone durante a festa.

O agente penitenciário foi morto ao discutir com o ex-policial. Cantídio sacou uma pistola Taurus ponto 40 e atirou na vítima, que tentou se proteger, porém o disparo atingiu o abdome.

Cantídio não estava trabalhando no dia do crime, apenas curtia a festa. Ele era lotado na Polícia Civil em Iguaí, no centro-sul baiano. Acabou sendo preso em flagrante e levado para a Corregedoria da Polícia Civil, em Salvador, com a pistola, dez munições intactas e um carregador. Acabou ganhando liberdade pouco mais de 30 dias após o crime.

EX-POLICIAL É REINCIDENTE

A família do agente penitenciário espera que seja feita justiça, segundo o advogado Jefferson Domingues em entrevista ao Pimenta. O caso teve ampla repercussão à época, mas não foi a única tentativa de homicídio atribuída ao ex-policial civil. No mesmo local, em 2005, Cantídio atirou em Rubens Faustino. Respondeu a processo por lesão corporal simples. Rubens ficou com deficiência física por causa dos tiros.

PROCESSO CONTRA CUNHA TEM NOVO RELATOR NO CONSELHO DE ÉTICA

Uma série de debates, discussões e requerimentos está impedindo a votação do parecer preliminar do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, que avalia processo de cassação de mandato do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Após duas horas de reunião, foram votados, e rejeitados, dois requerimentos para adiar a votação.

Há pouco, o presidente do conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), nomeou Zé Geraldo (PT-PA) como novo relator do processo contra Cunha. Araújo disse que acatou a decisão do primeiro vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), de afastar o relator.

Pinato deixou a relatoria, mas pediu que Araújo recorra da decisão. “Como democrata que sou, respeito a decisão da Mesa da Câmara dos Deputados, mas não concordo”, disse o parlamentar, ressaltando que não tem apego à relatoria.

O novo relator, Zé Geraldo, limitou-se a dizer que não alteraria o texto de Fausto Pinato, para que o levassem à votação. Alguns deputados contestaram a decisão de Araújo, que alegou ter-se baseado no regimento interno da Casa para efetuar a troca.

Faltam menos de duas horas para o início da ordem do dia na Câmara, momento em que não pode mais ocorrer nenhuma votação nas comissões.

SEM ÁGUA, MORADORES DO PEDRO FONTES FECHAM SEMIANEL RODOVIÁRIO

Moradores fecharam semianel para cobrar mais caminhão-pipa (Foto Pimenta).

Moradores fecharam semianel para cobrar mais caminhão-pipa (Foto Pimenta).

Moradores do Condomínio Pedro Fontes, em Itabuna, fecharam os dois sentidos da pista do Semianel Rodoviário, nesta manhã de quarta (9), para cobrar mais água para a localidade. A Polícia Militar foi acionada para liberar a pista. O semianel liga a BR-101 e a Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415).

De acordo com os moradores, a água não chega chega aos blocos 18 a 20 com força para abastecer os apartamentos. O condomínio conta com cerca de mil apartamentos e mais de 5 mil moradores.

O bloqueio da pista começou por volta das 9h50min e a promessa era somente liberar o tráfego de veículos após a chegada de novo caminhão-pipa para atender a localidade.

TANQUE DA EMASA

Com a falta d´água, moradora lava roupa no Riacho Água Branca (Foto Pimenta).

Com a falta d´água, moradora lava roupa no Riacho Água Branca (Foto Pimenta).

Outra queixa dos moradores ouvidos pelo Pimenta é quanto à água fornecida pela Emasa em um reservatório de 10 mil litros. “A empresa só abastece uma vez por dia. Quando chega, não dá pra nada”, diz João Paulo Souza, morador do condomínio.

Com a falta d´água, os moradores estão recorrendo ao Riacho Água Branca, que passa em frente ao Pedro Fontes. Usam a água esverdeada para lavar roupa e tomar banho. “É o que nos resta”, afirma Joelma Dias do Nascimento.

AL-BA VOTA AUMENTO DE ICMS E ALTERA VANTAGENS DOS SERVIDORES PÚBLICOS

Assembleia Legislativa terá dia tenso (Foto Divulgação).

Previsão de dia tenso na Assembleia Legislativa (Foto Divulgação).

Do G1

A Assembleia Legislativa deve votar dois projetos na tarde desta quarta-feira (9). Um deles aumenta o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) de 17% para 18%, e o segundo modifica em parte o regime de concessão de vantagens dos servidores. Com a previsão de um grande número de pessoas para acompanhar a votação, foi instalada uma grade em frente à Assembleia, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, para controlar o acesso de pessoas à Casa.

A Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo do Estado está preocupada com a possibilidade de aumento do tributo, com receio de que as vendas caiam ainda mais. “Na hora que se aumenta a carga tributária, a população já desempregada, com os níveis de desemprego que existem hoje, com certeza vamos ter arrecadação menor. A federação vai estar na assembleia junto com outros setores, de serviços, agricultura, todos juntos, para se posicionar contra o aumento desta carga tributária”, disse Carlos Andrade, presidente da Fecomércio.

A diretora da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), Marinalva Nunes, diz que a Proposta de Emenda à Constituição que altera direitos de servidores vai prejudicar a categoria, ameaçando a estabilidade financeira. “Se eles incharam o Executivo de muitos cargos, a culpa não é nossa. Temos servidores de carreira que precisam ter segurança de manter seu padrão de vida”, defende.

Ela também afirma que a proposta deve alterar conquistas históricas previstas em Lei para os servidores no estado, como a licença prêmio. “Não vamos abrir mão disso não, de jeito nenhum. O governo tem que cortar não na carne do servidor, mas no número excessivo de Reda, de terceirização, de contratação de empresas para auditorias”, critica Marinalva. A diretora da Fetrab diz que a categoria deve estar em frente à Assembleia a partir das 8h, até a votação, prevista para começar às 14h desta quarta-feira.

EMASA ALERTA PARA VENDA DE ÁGUA CLANDESTINA

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) divulgou alerta para a venda de água clandestina em caminhões-pipa sem origem comprovada. Segundo a nota, todos os caminhões da Emasa que estão distribuindo água têm a marca da Emasa em suas laterais. Se não tiver a marca, é água clandestina.

Há, pelo menos, duas semanas, “há pessoas vendendo água em carros pipas dizendo ter o produto saído de suas Estações de Tratamento de Água (ETA), no São Lourenço, o que não é verdadeiro”.

A orientação da Emasa é para que os consumidores questionem a origem da carga de água, “principalmente pelos riscos à saúde pública pelo consumo de água de que não se sabe qual a procedência. Todos devem ficar atentos para evitar doenças e outros agravos à saúde. É preciso muita atenção.

Confira a íntegra da nota:

ATENÇÃO ITABUNA QUANTO À VENDA DE ÁGUA

A Emasa informa que, diante da escassez de chuvas em todo o Sul da Bahia, há pessoas vendendo água em carros pipa dizendo ter o produto saído de sua Estação de Tratamento de Água (ETA), no São Lourenço, nas proximidades da rodovia BR-101, em Itabuna. O que não é verdadeiro.

Diante da venda de água por caminhões particulares, a Emasa orienta as pessoas a questionarem a origem da carga, principalmente pelos riscos à saúde pública pelo consumo de água de que não se sabe qual a procedência. Todos devem ficar atentos para evitar doenças e outros agravos à saúde. É preciso muita atenção.

A Emasa não está vendendo cargas de carro pipa. Além disso, todos os nove veículos pipa que estão sendo usados para a distribuição de água tratada na ETA à população têm a logomarca da empresa, facilitando sua identificação.

Itabuna, BA, 8 de dezembro de 2015.

Assessoria de comunicação Emasa”

VENDAS NA INDÚSTRIA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CAEM 12,4%

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) revela queda de 12,4% nas vendas da indústria dos materiais de construção no acumulado de 2015. No comparativo de novembro com outubro, a queda chegou a 2,5%. Os números levam em conta faturamento total deflacionado, segundo a Associação Brasileira da Indústria dos Materiais de Construção (Abramat).

De acordo com a associação, trata-se do 22º resultado negativo consecutivo do setor.  Segundo Walter Cover, presidente da Abramat, as razões para os números negativos são conhecidas e as medidas para reverter este cenário, ficam mais claras.

– A crise e a falta de confiança na economia são os principais vetores para estes resultados. As grandes questões politicas pendentes precisam de um desfecho rápido, o Congresso precisa aprovar com urgência o ajuste econômico e o Executivo tem que propor um plano de recuperação da economia para 2016 – afirma Cover.

Para o executivo, “o incremento do investimento público, além da indução do investimento privado e a redução de gastos com reformas estruturais” são fundamentais para a retomada do setor.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia