WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





dezembro 2015
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 11/dez/2015 . 18:12

ILHÉUS FARÁ CONCURSO PARA 849 VAGAS

concursosAinda neste mês, a Prefeitura de Ilhéus deve lançar edital de concurso público para 849 vagas permanentes no quadro funcional. A promessa foi feita pelo secretário de Administração, Ricardo Machado, em entrevista.

Os aprovados vão entrar no lugar de funcionários contratados temporariamente e daqueles que não possuem estabilidade (admitidos entre os anos de 1983 e 1988). Os cargos já foram criados na estrutura administrativa, a partir de projeto de lei aprovado pela Câmara de Vereadores, na última terça-feira (8).

São postos em diversas áreas, como para engenheiro, médico, professor, assistente administrativo, procurador, entre outros. A princípio, serão cerca de 400 vagas para posse imediata e o restante para cadastro reserva.

Segundo o secretário Machado, até junho do próximo ano, quando a legislação eleitoral permite a posse de aprovados em concurso, deverão ser convocados os 849 aprovados. Atualizado às 15h de 13/12 .

PF PRENDE EXECUTIVOS SUSPEITOS DE DESVIOS NA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO

PF suspeita de desvios em obra de transposição do São Francisco.

PF suspeita de desvios em obra de transposição do São Francisco.

Da Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu hoje (11), na Operação Vidas Secas – Sinhá Vitória, quatro executivos das empresas Galvão Engenharia, OAS, Coesa e Barbosa Mello suspeitos de envolvimento no superfaturamento e desvio de R$ 200 milhões em dois lotes da obra de transposição do Rio São Francisco. Os nomes dos presos não foram revelados.

“São diretores, conselheiros e representantes legais das empresas. Nós queremos saber agora a eventual participação de servidores públicos e políticos envolvidos na trama”, disse o superintendente da Polícia Federal em Pernambuco, o delegado Marcelo Diniz.

Foram presos um executivo que representa a OAS e a Coesa, um da Barbosa Mello e dois da Galvão Engenharia. As prisões são temporárias e valem por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, ou podem ser convertidas em preventivas – quando não há prazo definido.

As empresas envolvidas compõem o consórcio responsável pela construção de dois lotes da obra, no trecho de 82 quilômetros entre Custódia, em Pernambuco, e Monteiro, na Paraíba. Ao todo, a transposição do Rio São Francisco tem 14 lotes.

A primeira fase da operação começou ainda em 2014, a partir de relatórios técnicos do Tribunal de Contas da União e da Controladoria-Geral da União. Os laudos apontavam indícios de superfaturamento nas obras de terraplanagem nos lotes 11 e 12 da transposição.

A suspeita da PF é que as empreiteiras repassavam recursos recebidos do Ministério da Integração Nacional, responsável pela obra, para empresas de fachada dos doleiros Alberto Youssef e Adir Assad. Os dois estão presos e condenados no âmbito da Operação Lava Jato.

Nesta fase da operação, os policiais investigam o núcleo econômico, que são as empreiteiras, e o financeiro, formado pelos doleiros. A Polícia Federal investiga ainda os núcleos administrativo (participação de servidores públicos) e político no esquema. “Todo o cenário converge para que exista um núcleo político”, afirmou o delegado Felipe Leal, responsável pela operação.

O consórcio investigado recebeu R$ 680 milhões pela obra. Segundo a Polícia Federal, a operação deflagrada hoje é independente da Lava Jato, mas houve compartilhamento de informações com a força-tarefa responsável pela investigação de corrupção na Petrobras.

Além das prisões, cerca de 150 policiais federais cumpriram 32 mandados judicias, sendo 24 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento) em Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, no Distrito Federal, Ceará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e na Bahia.

VÍDEO REVELA CENÁRIO DESOLADOR NO RIO CACHOEIRA

Um cidadão fez vídeo para denunciar as condições do Rio Cachoeira neste período de seca em Itabuna. A imagem é feita em um ponto onde a Itabuna Têxtil (Trifil) mantém captação de água, mesmo com o cenário desolador do Cachoeira. A captação é autorizada. Confira.

EDNEI TEM CONTAS REPROVADAS PELO TCE

Ednei teve contas reprovadas pelo TCE-BA.

Ednei teve contas reprovadas pelo TCE-BA.

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) reprovou as contas da Diretoria Regional de Educação de Ilhéus (Direc 6), por unanimidade, referentes ao exercício de 2011. Os conselheiros também decidiram por aplicar multa no valor de R$ 2 mil ao gestor Ednei Mendonça Oliveira, devido a irregularidades encontradas na prestação de contas. A extinta Direc 6 era vinculada à Secretaria de Educação do Estado (SEC).

O conselheiro relator, Gildásio Penedo Filho, considerou que o relatório emitido pelos auditores da 5ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) continha elementos suficientes para a desaprovação, especialmente em razão da constatação de pagamentos que foram efetuados sem processo licitatório e a recorrente prática da fragmentação de despesas como forma de evitar a licitação.

A mesma posição foi adotada pelo Ministério Público de Contas (MPC) e pela representação da Procuradoria-Geral do Estado, o que levou o conselheiro revisor, Antonio Honorato, e os demais conselheiros a seguir o voto do relator.

SÓ RESTA O JUDICIÁRIO

marco wense1Marco Wense

 

E mais: o danadinho do Nestor Cerveró era gerente de Delcídio e homem de confiança do presidente da República de plantão. É bom lembrar que foi o “Príncipe da Sociologia” que editou a lei que permitiu à Petrobras contratar sem licitação.

 

Não vejo outra saída para o Brasil que não seja pelo Poder Judiciário, através de sua instância máxima, o Supremo Tribunal Federal (STF). Diria até que é a única tábua de salvação.

O Legislativo, com suas duas Casas – o Senado da República e a Câmara Federal –, é comandado, respectivamente, por Renan Calheiros e Eduardo Cunha, ambos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

É incrível. Um Eduardo Cunha da vida, malandro que só ele, de um cinismo inigualável, debochando de tudo e de todos, na frente de importantes decisões, como se fosse um exemplo de homem público.

O desfecho do processo de cassação do mandato de Cunha, no Conselho de Ética da Câmara, foi empurrado para 2016. Pelo andar da carruagem, com o toma-lá-dá-cá, vai terminar em uma gigantesca pizza.

Dos 61 deputados que integram a comissão especial que vai analisar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), um terço responde a acusações criminais no STF.

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai investigar os atos do vice Michel Temer. Quando no exercício da presidência, o peemedebista-mor liberou R$ 67 bilhões em créditos suplementares. Assinou decretos totalizando R$ 10,8 bilhões em liberação de gastos.

A enfraquecida e cada vez mais isolada Dilma Vana Rousseff, autoridade maior do Poder Executivo, vive sob a constante ameaça de ser afastada pela deflagração do pedido de impeachment.

Os partidos políticos e os políticos, com algumas raríssimas exceções, cada vez mais desacreditados. A imprensa, que para muitos é o quarto Poder, defende os seus próprios interesses.

Uma oposição com rabo de palha. O senador Delcídio Amaral, antes de ser petista, recebeu propina de US$ 10 milhões no governo FHC, entre 1999 e 2001. Delcídio ocupava uma diretoria no setor de Óleo e Gás da Petrobras.

E mais: o danadinho do Nestor Cerveró era gerente de Delcídio e homem de confiança do presidente da República de plantão. É bom lembrar que foi o “Príncipe da Sociologia” que editou a lei que permitiu à Petrobras contratar sem licitação.

Pois é. Qualquer semelhança entre o ex-FHC e Dilma é apenas uma mera coincidência. Eles nunca sabem de nada. Só descobrem a roubalheira depois que o cofre é arrombado.

Enfim, resta só o Poder Judiciário. E a única saída é acabar de vez com a impunidade, fortalecendo o princípio constitucional de que “todos são iguais perante a Lei”.

Ou se muda através de uma profunda e corajosa revolução na Justiça, dando um basta na já enraizada opinião de que cadeia é só para pobre, ou, então, o caos.

“Restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos”, diria Sérgio Marcus Rangel Porto, mais conhecido por seu pseudônimo Stanislaw Ponte Preta.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

ACIDENTE NA AVENIDA AMÉLIA AMADO

Fiat Uno e ônibus escolar colidiram na Amélia Amado.

Fiat Uno e ônibus escolar colidiram na Amélia Amado.

Um ônibus escolar e um Fiat Uno colidiram, nesta manhã de sexta (11), em um dos cruzamentos da Avenida Amélia Amado, no centro de Itabuna.

O ônibus (OZD-3704) seguia pela Amélia Amado, enquanto o Fiat Uno (JNB-6249) fazia conversão no sentido Avenida Itajuípe-Inácio Tosta Filho.

A suspeita é de que o acidente tenha sido provocado por invasão de sinal. Uma pessoa, que estava no carro de passeio, ficou levemente ferida.

Colisão ocorreu num dos cruzamentos com a Amélia Amado.

Colisão ocorreu num dos cruzamentos com a Amélia Amado.

SÉRGIO MURILO É NOVO DIRETOR-GERAL DA CEPLAC

Sérgio Murilo assume direção-geral da Cepla (Foto Águido Ferreira).

Sérgio Murilo assume direção-geral da Ceplac (Foto Águido Ferreira).

O pesquisador Sérgio Murilo Menezes é o novo diretor-geral da Ceplac. A nomeação foi publicada na edição desta sexta (11) do Diário Oficial da União.

Em menos de três meses, Sérgio Murilo teve grande ascensão dentro da estrutura do órgão federal ligado à lavoura cacaueira. Ele era diretor do Centro de Extensão da Ceplac (Cenex), quando assumiu a superintendência baiana do órgão federal, após saída de Juvenal Maynart.

SUSPEITA DE BOMBA ESVAZIA ESTAÇÃO DE TREM EM SÃO PAULO

A suspeita da existência de bombas em duas estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) prejudica a circulação de trens da zona leste na manhã de hoje (11).

De acordo com a Polícia Militar, um objeto suspeito foi abandonado na Estação Guaianases da Linha 11-Coral. O suposto artefato explosivo está acoplado a um celular e amarrado dentro de uma sacola, informou a PM. Uma equipe do Grupo de Operações Táticas (Gate) foi deslocada para o local. A circulação de trens entre as estações Antônio Gianetti Neto e Tatuapé precisou ser interrompida às 6h10.

Outra suspeita de bomba também prejudica o atendimento aos usuários na Estação Itaquera, da Linha 3-Vermelha do Metrô. Segundo a PM, o possível artefato abandonado tem três tubos enrolados com fita crepe, contendo um visor. O Gate foi acionado, mas ainda não chegou ao local. Da Agência Brasil.

VIVALDO MENDONÇA É NOMEADO DIRETOR DA IMPRENSA NACIONAL

José Vivaldo é o novo diretor-geral da Imprensa Nacional.

José Vivaldo é o novo diretor-geral da Imprensa Nacional.

O ex-diretor da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), José Vivaldo Mendonça, assumirá o cargo de diretor-geral da Imprensa Nacional (IN), ligado à Casa Civil da Presidência da República. A nomeação foi publicada hoje (11) no Diário Oficial da União. Ele substituirá Fernando Tolentino.

Vivaldo chega ao cargo após dirigir a CAR no período em que o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, era governador da Bahia. Os dois têm ótimas relações e Vivaldo chega ao cargo reconhecido como um dos melhores dirigentes da história da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional. A Imprensa Nacional tem, entre suas funções, a coordenação e publicação do Diário Oficial da União.

Embora não tenha sido acordo com o partido, a nomeação também poderá sinalizar qual será a tendência de voto do PSB no prosseguimento – ou não – do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Vivaldo é nome do deputado federal Bebeto Galvão e da senadora Lídice da Mata. A sua nomeação também o tira do páreo da sucessão municipal em Ilhéus em 2016.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia