WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








dezembro 2015
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 26/dez/2015 . 21:30

A ENTREVISTA DE MARIA ALICE

marco wense1Marco Wense

Maria Alice Pereira, presidente do DEM de Itabuna, é daquelas dirigentes que todo partido quer: é militante, fiel, coerente e ardorosa defensora da legenda.

Na entrevista concedida ao Diário Bahia, no dia 11, a democrata mostrou que continua como a dama de ferro do fernandismo, mostrando, sem subterfúgios e arrodeios, que Fernando Gomes é o pré-candidato de sua preferência.

O Democratas, segundo Alice, tem um quadro com quatro prefeituráveis: Fernando Gomes, Capitão Azevedo, Antônio Vieira e o vereador Ronaldão. Uma pesquisa de intenção de votos vai definir o nome que vai disputar a sucessão de 2016.

Maria Alice erra quando menospreza a importância da união da oposição no processo sucessório: “… com ou sem unidade, o DEM terá candidatura própria”.
É o mesmo que dizer que o DEM terá candidato em Itabuna independente do apoio do PSDB do deputado estadual Augusto Castro e do PMDB do médico Renato Costa.

Maria Alice, com sua peculiar firmeza, descarta qualquer possibilidade de o DEM apoiar um candidato que não seja do partido. Ou seja, pesquisas para definir o nome da oposição só com os prefeituráveis do demismo.

Em relação ao parlamentar Augusto Castro, Maria Alice tem até razão em estar ressabiada. O pré-candidato do tucanato anda dizendo que Fernando Gomes é inelegível, é ficha suja.

Na opinião da dirigente-mor do demismo municipal, “o DEM não está envolvido em nada dessa corrupção toda no país”, como se o partido fosse, digamos, lençol de freira.

Ora, o presidente nacional do Democratas, senador José Agripino Maia, está sendo investigado pelo STF por suposta prática de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. Como não bastasse, é suspeito de ter recebido propina da empreiteira OAS nas obras da Arena das Dunas e de ter cobrado o valor de R$ 1 milhão no esquema de corrupção no serviço de inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

Muitos fernandistas, incluindo aí Raimundo Vieira, talvez o “Fernandista dos Fernandistas”, concordam com a opinião de que a péssima pontuação do ex-alcaide nas pesquisas se deve às maldades de Augusto Castro.

Por cima, Augusto Castro, com o aval do deputado Jutahy Júnior, trabalha para condicionar o apoio do PSDB à reeleição do prefeito ACM Neto ao do DEM de Itabuna a sua candidatura. Uma espécie de contrapartida.

Se no governismo tem o pega-pega entre Davidson Magalhães e Roberto José, respectivamente PCdoB e PSD, na oposição o Alice versus Castro tende a pegar fogo.

Satisfeito com o andamento de sua campanha, que cresce dia a dia, o médico Antônio Mangabeira, pré-candidato pelo PDT do saudoso Leonel Brizola, assiste de camarote o bafafá entre seus prováveis adversários.
Concluo, também sem subterfúgios e arrodeios, dizendo que é cada vez mais complicado o relacionamento político entre a dirigente Maria Alice e o deputado Augusto Castro.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

SHOPPINGS TÊM PIOR NATAL EM DEZ ANOS, DIZ ALSHOP

dinheiro4Os shoppings centers registraram queda de 1% nas vendas neste Natal em relação a igual período de 2014, conforme dados da Associação Brasileira dos Lojistas de Shoppings (Alshop). Foi o pior resultado para os shoppings nos últimos dez anos, segundo o diretor institucional da entidade, Luis Augusto Ildefonso, em entrevista ao portal G1.

As vendas somaram R$ 145 bilhões em todo o ano, uma alta de 1,07% em relação a 2014. A alta torna-se queda real de 2,82% ao ser descontada a inflação do período.

A pesquisa foi feita em 150 empresas de varejo associadas à Alshop, que reúnem 7,5 mil lojas no país. Segundo a entidade, as vendas foram afetadas pela dificuldade de obtenção de crédito, altas taxas de juros e elevações do dólar e da inflação.

LEI DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS ENTRA EM VIGOR

Cartórios (Fábio Pozzebom/Agência Brasil).

Cartórios (Fábio Pozzebom/Agência Brasil).

Uma nova forma de mediar conflitos, sem a necessidade de ir à Justiça, começa a valer. Agora é possível resolver situações como brigas de trânsito, cobrança de dívidas, questões relacionadas a direitos do consumidor, trabalhista e familiar, com o auxílio de um cartório, de uma empresa especializada em solução de conflitos ou de um mediador escolhido entre as partes.

A Lei de Mediação (13.140/2015), sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no final de junho deste ano, tinha prazo de 180 dias para entrar em vigor. A oficial substituta do Cartório Colorado, em Sobradinho, no Distrito Federal, Mariana Lima, disse que o serviço será gratuito porque não está previsto na tabela de emolumentos (preços dos serviços definidos pela Justiça). “Para os cartórios cobrarem alguma coisa, o valor precisa estar previsto na tabela de emolumentos. O cartório pode cobrar por outros serviços que estão na tabela, por exemplo, uma notificação extrajudical, um registro do acordo”, disse.

Mariana acrescentou que o cartório decidiu oferecer o serviço gratuitamente por demanda da comunidade, que tem muitos conflitos relacionados a condomínio, por exemplo. A tabeliã do 15º Ofício de Notas do Rio de Janeiro Fernanda de Freitas Leitão, especialista em mediação de conflitos, defende que a lei seja aplicada aos mais diversos tipos de litígios, fortalecendo e aperfeiçoando a pacificação social e contribuindo para desafogar o Poder Judiciário.

“A mediação caminha para apaziguar os ânimos e incentivar a tolerância. É imprescindível que haja uma mudança comportamental, de sairmos de uma atitude adversária para uma atitude colaborativa. Acredito que nós, tabeliães, poderemos contribuir para que esse objetivo seja alcançado”, disse Fernanda.

De acordo com a lei, pode atuar como mediador extrajudicial qualquer pessoa maior de idade que tenha a confiança das partes e seja capacitada para fazer mediação, independentemente de integrar qualquer tipo de conselho, entidade de classe ou associação. As partes poderão ser assistidas por advogados ou defensores públicos.

As partes envolvidas em conflitos podem recorrer à mediação, mesmo que já tenham entrado com processo na Justiça. Nesse caso, devem pedir ao juiz a suspensão do processo por prazo suficiente para a solução consensual do litígio.

A lei também prevê a mediação judicial, com a criação de centros de solução consensual de conflitos. A União, os estados, o Distrito Federal e os municípios poderão criar câmaras de prevenção e resolução administrativa de conflitos. Informações da Agência Brasil.

NATAL EM ITABUNA COM 4 ASSASSINATOS

Rafael e Ronaldo são apontados como executores de Buda (imagem ao centro).

Rafael e Ronaldo são apontados como executores de Buda (imagem ao centro).

Adriano foi vítima de bala perdida.

Adriano: bala perdida.

Quatro pessoas foram assassinados entre a tarde da sexta de Natal (25) e a madrugada deste sábado (26). Ontem à tarde, três homens em um Fiat Palio Weekend atiraram em Sidnei Soares dos Santos, o Buda, que faleceu no local.

O crime no Novo São Caetano teve mais três pessoas baleadas. Uma, Adriano Batista dos Santos, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu no Hospital de Base. O jovem não tinha envolvimento com o crime, segundo amigos. Ele havia retornado de São Paulo há pouco tempo.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender dois dos três autores dos crimes no Novo São Caetano. Policiais prenderam os bandidos no Banco Raso. Foram identificados como Rafael Silva Santos, o Nego Rafa ou Rafa Jhow, e Ronaldo Santos Silva. Ambos invadiram uma casa. Buda era traficante e irmão de Sidmar Soares, o Bolota.

TAXISTA ASSASSINADO

Taxista Valdomiro foi morto no São Pedro.

Taxista Valdomiro foi morto no São Pedro.

Já na madrugada deste sábado (26), dois homens solicitaram corrida no Terminal Rodoviário, no centro comercial, sendo atendidos pelo taxista Valdomiro Mendes de Araújo, de 73 anos.

No Bairro São Pedro, a dupla criminosa anunciou assalto, de acordo com a polícia.

Uma das hipóteses é que Valdomiro tenha reagido a tentativa de assalto e morreu baleado. O taxista perdeu o controle da direção e o carro bateu em um muro.

Outro crime ocorreu no Jardim Grapiúna. Dois homens em uma moto executaram a tiros Manoel Henrique dos Santos, de 18 anos, por volta das 21 horas.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia