WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
unime


fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829  

editorias

itao iptu ilheus

ITABUNA: NOME DA BASE SERÁ DEFINIDO ATÉ ABRIL, DIZ JOSIAS GOMES

(Foto Pimenta)

(Foto Pimenta)

O governador Rui Costa espera haver unidade da sua base nas eleições municipais de Itabuna, lançando apenas um nome para disputar a sucessão no maior município sul-baiano. No último final de semana, o secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, se reuniu com o ex-prefeito Geraldo Simões, pré-candidato a prefeito de Itabuna, e o presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, para costurar essa unidade.

Ao Pimenta, Josias disse que as negociações envolvem outros nomes do arco de alianças – Davidson Magalhães (PCdoB) e Carlos Leahy (PSB). “Esse processo será conduzido com calma. O nome da base deve sair até abril”.

Segundo Josias, o prefeito Vane do Renascer, que desistiu da reeleição, ajuda no processo de construção da unidade da base. Confira principais trechos da entrevista.

Blog Pimenta – O senhor se reuniu com petistas, o prefeiturável Geraldo Simões entre eles. Já existe uma definição do nome da base?

Josias Gomes – Conversamos com Geraldo e vamos construir essa unidade da base, identificar o melhor nome. Esse processo será conduzido com calma. O nome deve sair até abril. Estamos conversando com Vane, que ajuda nesse processo. Além de Geraldo, vamos também conversar com os outros candidatos da base, Davidson Magalhães e Carlos Leahy.

Pimenta – E Roberto José?

Josias – O que estamos propondo são as condições para que nossos partidos tenham uma candidatura. Nesse sentido, é de nosso interesse que ele consiga entender o propósito. E acho que dá para fazer isso muito bem. Vou aí [em Itabuna] para conversa com Davidson e, em seguida, fazer esse caminho.

Pimenta – O PSD apoiará o nome da base?

Josias – Otto [Alencar] tem sido um grande parceiro nosso. Temos estado com ele, já analisamos uma série de questões como, por exemplo, onde o partido tem interesse. Estamos muito alinhados. O PSD, assim como todos da base, tem sido parceiro. Nenhum [partido] tem se colocado em situação de confronto. Agora, é claro que cada partido tem um interesse eleitoral, ampliar número de prefeitos e vereadores.

Pimenta – E o PT, como se coloca nesse processo?

Josias – O presidente estadual do PT me disse que o partido deve apoiar aliados em mais de 300 municípios. E vai concorrer em pouco mais de 100. Ou seja, o partido vai apoiar, abrir mão na maioria dos municípios. Estamos buscando essa construção.

______________

PINHEIRO DE SAÍDA – Na visão dele próprio, seu ciclo no PT já se encerrou. E temos conversado no sentido de contribuir. É um grande parlamentar, é uma opção.

______________

 

Pimenta – O senador Walter Pinheiro deixará o PT? De fato, irá para o PSD?

Josias – Ele me disse que ainda não havia decidido. Na visão dele próprio, seu ciclo no PT já se encerrou. E temos conversado no sentido de contribuir. É um grande parlamentar, é uma opção. Ele deve ir para um partido da base [governista]. Conversou com o PDT, teve com Otto e com o pessoal da Rede.

Pimenta – Ou vai para a base de ACM Neto, como já foi especulado?

Josias – Eu não sei se houve isso, essa conversa. Seria uma coisa tão extravagante para a história dele fazer uma movimentação dessa… Não está no horizonte dele. Para mim, ele sempre negou [a ida para a base de Neto]. Pinheiro em 2010 não era o queridinho [do partido, quando foi eleito senador]. Teve nosso apoio. Fomos para cima e foi o escolhido com 80% dos votos da minha corrente [no PT, sendo depois eleito senador].

______________

CARMELITA, JABES E BEBETO – Como são nomes da base, preferimos que os partidos discutam, definam. Diferente de Itabuna. Estive com Carmelita, com Bebeto. Tenho conversado bastante.

______________

Pimenta – Falando da disputa no eixo Ilhéus-Itabuna, Professora Carmelita (PT) é candidata?

Josias – É sim. Lá, em Ilhéus, temos situação diferente da de Itabuna. Existem as candidaturas de Jabes e Carmelita. Podemos ter, também, Jabes e Bebeto. Carmelita pode fazer movimentação no sentido de apoiar Bebeto ou receber apoio do PSB. Pode resultar nisso: PT e PSB contra Jabes, esse tipo de situação. Como são nomes da base, preferimos que os partidos discutam, definam. Diferente de Itabuna. Estive com Carmelita, com Bebeto. Tenho conversado bastante. Demora um pouco mais pra definir em Itabuna.

______________

PESQUISA ELEITORAL EM ITABUNA – É o tipo de situação que não recomenda fazer projeção. Rui é um exemplo disso. Acabou eleito. Hoje, o que há é um sentimento. E pesquisa quantitativa não consegue identificar isso.

______________

Pimenta – O que as pesquisas sinalizam em Itabuna?

Josias – Não temos trabalhado com pesquisa quantitativa. Hoje, em fevereiro, não faz muita diferença para a eleição, que ocorre em outubro. Em 2012, [Jaques] Wagner pedia a desistência de Carmelita no início daquele ano. No período da campanha, chegamos a ter 32% a 30% entre ela e Jabes. É o tipo de situação que não recomenda fazer projeção. Rui é um exemplo disso. Acabou eleito. Hoje, o que há é um sentimento. E pesquisa quantitativa não consegue identificar isso. Em Itabuna, há o sentimento de setores da sociedade de que, isoladamente, sem ter esse diálogo com Estado e sem União, o prefeito não vai resolver as grandes questões daí.

Pimenta – E Salvador?

Josias – Há essa movimentação de PT mais PCdoB, PSD. Tem a candidatura de Sargento Isidório. Se esses partidos se entenderem para fazer confrontação política e ideológica com o Neto… Isso, espero que a gente consiga construir. Essa eleição não é fácil para Neto. Não se iluda. Sem ter contraponto, é fácil. Essa eleição em Salvador ainda tem desdobramentos. Rui é bem avaliado aqui. Teremos um confronto político bem interessante.

8 respostas para “ITABUNA: NOME DA BASE SERÁ DEFINIDO ATÉ ABRIL, DIZ JOSIAS GOMES”

  • Sangue Frio... disse:

    Incrível como os petistas acabam amalgamando-se. Não consigo mais ver a diferença entre Geraldo Simões e Josias Gomes, pois, cometem os mesmos erros! O poder é uma coisa inebriante, causa disfunção cerebral em quem o detêm. Josias caminha na direção do abismo, aquele mesmo em que Geraldo caiu, e não percebe. A direita, na Bahia, sobrevive por conta da soberba das esquerdas… É lamentável que com tudo isso que está ocorrendo no país, esses “políticos” não enxerguem um palmo diante do nariz. O ar condicionado do gabinete de Josias congelou seu coração e seu cérebro. Pena, vocês passam, Itabuna fica!

  • Gilmar França disse:

    NÃO ADIANTA EXCLUIR ROBERTO JOSÉ DO PROCESSO, O PT EM ITABUNA NÃO DITA NADA, BOLA PRA FRENTE, ROBERTO JOSÉ MELHOR SECRETÁRIO DE ITABUNA!!!!!

  • Chico da Mironga disse:

    No nível em que os partidos políticos hoje são avaliados, eles não resolvem nada.

  • Teana disse:

    Vejam com é o PT, só quer está por cima! Em Itabuna a intenção maior é a candidatura de Geraldo Simões. Isso mesmo sem o PT no poder. Sendo que observa a candidatura de Roberto PSD, como se tivesse dizendo, esse não vai a lugar nenhum, ou seja, muito franco e não tem voto. Na cidade de Ilhéus, que tem o prefeito Jabes Ribeiro prefeito e vai pra reeleição, se observar a lógica o correto é apoiar ele que está no poder e é da base do governo estadual, estão querendo fritar Jabes. Então como só quer está por cima!!!!

  • ewerton almeida disse:

    Gostaria de dar o meu palpite sobre o assunto, mas o internauta “Sangue Frio” no seu pronunciamento já disse tudo. Acrescentaria apenas que a região deveria mostrar toda a sua revolta pelo que os governos petistas têm feito de malvado com com ela, e votar maciçamente contra os candidatos petistas e dos seus aliados. Uma maneira democrática e pacífica de dizer, BASTA!

  • Tô de olho disse:

    Acabou Josias , fim de linha para voces , Geraldo não te suporta , é um abraço de afogado , o PT está se tornando irrelevante .

  • rodrigo jose disse:

    Gilmar França, posso até concordar em parte com o seu comentário. Os secretários de Vane são tão PÉSSIMOS, que um RUIM como Roberto José se sobressai. Ninguém exclui ninguém, o problema de Roberto José é um só: VOTO, pois, com certeza se ele tivesse o mínimo de voto, não seria excluído. ISSO É FATO.

  • Antonio disse:

    Não vejo porque se opor ao nome de Geraldo. E também não vejo porque esse ataque ao Josias. Ele está desempenhando o seu papel. É uma das suas atribuições e ele sabe fazer isso muito bem.
    E quem acha que que Geraldo está morto, se engana. Assim como Jabes não está morto em Ilhéus. Que é outra conjuntura…

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia