WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829  

editorias





itao




VANE, REELEIÇÃO E GERALDO

marco wense1Marco Wense

 

Como não acredito em nenhuma rebeldia por parte de Geraldo Simões, o mínimo que o ex-prefeito pode fazer é corpo mole na campanha ou, então, tentar indicar o vice na chapa majoritária.

 

E como fica Geraldo Simões? É a primeira pergunta que é feita quando o assunto é a possibilidade do prefeito Claudevane Leite disputar o segundo mandato.

Os que não acreditam na candidatura do alcaide usam até argumentos religiosos, dizendo, por exemplo, que o chefe do Executivo é evangélico e, como tal, não iria voltar atrás na sua decisão de não enfrentar as urnas.

Os irmãos, no entanto, sejam do mesmo templo ou não, concordam em um ponto: toda movimentação para que Vane dispute à reeleição é a prova inconteste de que a cúpula do PT não quer Geraldo Simões.

E quem mais tenta convencer o prefeito para que pegue a toalha do chão e enfrente mais um round é o governador Rui Costa, mesmo sabendo do preocupante índice de rejeição.

Rui sabe que a tão decantada unidade, que é imprescindível tanto pelo lado da oposição como do governismo, só será alcançada com o prefeito buscando o segundo mandato.

Davidson Magalhães e Roberto José, prefeituráveis do PCdoB e do PSD, legendas da base aliada do governo, já declararam que abrem mão das suas pretensões se Vane for o candidato.

Carlos Leahy, que é outro postulante pelo PSB, partido que tem cargos de primeiro escalão no governo estadual, fica numa posição de dúvida. A senadora Lídice da Mata, que preside a legenda, é aliada de primeira hora do governador.

Como não acredito em nenhuma rebeldia por parte de Geraldo Simões, o mínimo que o ex-prefeito pode fazer é corpo mole na campanha ou, então, tentar indicar o vice na chapa majoritária.

A conclusão de todo esse emaranhado, de todo esse imbróglio, é que o governador Rui Costa não tem um bom relacionamento político com Geraldo Simões.

PINÓQUIO

Tinha um fulano de tal, lá de Salvador, espalhando na cidade que o doutor Mangabeira teria desistido da candidatura. Veio a Itabuna somente com essa missão. Espalhou o boato e retornou a capital. Não adianta espernear, o prefeiturável do PDT só vai deixar de ser candidato depois do dia 2 de outubro. Deixem o homem se candidatar. Que coisa, hein!

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

5 respostas para “VANE, REELEIÇÃO E GERALDO”

  • Nesse editorial 2 coisas engraçadas: Crodevane candidato a reeleição kkkkk outra coisa e a desistência de Mangabeira, o que isso muda na campanha???? Nada, pois, sendo ou não candidato Mangabeira não muda nada.

  • Teana says:

    Quem estava falando dizendo que Mangabeira não será candidato foi o deputado Augusto Castro. Como é muito amigo do deputado Felix Mendonça, talvez tenha feito isso com aval de Felix.

  • paulo manchina says:

    Marcos wence e as panelas.

  • jamangabeira says:

    Essas tracas de ex prefeitos os itabunenses deveriam pegar eles e botar para tirar as baronesas do rio cachaeira ou entao clocar todos num bote e lancar no rio caahoeira e que eles merecem voces ja viram em algum lugar do mundo uma cidade oferecendo agua salobra a popucao isso so acontece em itabuna infelizmente
    Olhe bem pense bem em quem vai votar senao itabuna continuara na mesma sem condicoes ate de se viver os grapiunas nao merecem

  • jamangabeira says:

    Maria Antonieta se voce e a colunista socisl em Itabuna entre em contacto comigo quero muito conversar com voce Jose Alberto Mangabeira FRança tel 07130115430 celular 071992638201 pode ligar a cobrar que atendo ok adoro tone

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia