concursadosUm grupo de aprovados no último concurso da Polícia Civil realiza protesto na manhã de hoje (23), em frente à Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Os manifestantes cobram a nomeação para os cargos de delegado, investigador e escrivão, conforme promessa do governador Rui Costa (PT).

O governador diz que não há condições de nomear neste momento, pois o Estado atingiu o limite prudencial de 46,17% de gastos com a folha. A vedação é da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ontem (22), a Assembleia Legislativa da Bahia aprovou projeto de lei que transfere para cada poder as despesas com inativos e pensionistas. A medida terá influência no cômputo do gasto com pessoal no Relatório de Gestão Fiscal de 2016.