WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










março 2016
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 30/mar/2016 . 20:39

NOVIDADE EM ITABUNA: JUIZ APOSENTADO PODE SER CANDIDATO

Bandeira confirma filiação ao PMDB e poderá disputar a Prefeitura de Itabuna

Bandeira confirma filiação ao PMDB e poderá disputar a Prefeitura de Itabuna

O juiz aposentado Marcos Bandeira acaba de confirmar ao PIMENTA que está se filiando ao PMDB e poderá disputar a Prefeitura de Itabuna. Ele entra no partido após convite do deputado estadual Pedro Tavares.

Bandeira disse ao blog que a entrada na sigla não implica automaticamente em candidatura, mas afirmou que está “pronto para contribuir”, caso seu nome seja referendado pela convenção peemedebista. Conforme o calendário eleitoral, as convenções partidárias este ano acontecerão entre os dias 20 de julho e 5 de agosto.

O juiz aposentado vinha sendo cortejado por outros partidos, entre eles o PV, mas explicou que preferiu se filiar ao PMDB após analisar tanto o cenário nacional como o local.

Avalia-se que a possível entrada de Bandeira na lista de pré-candidatos a prefeito de Itabuna terá impacto significativo no tabuleiro sucessório. E traz a expectativa de mudança no papel do PMDB nas eleições municipais, já que o partido caminhava para desempenhar um papel coadjuvante e apoiar o tucano Augusto Castro (relembre).

ELEIÇÃO PROVOCA DANÇA DAS CADEIRAS NO GOVERNO JABES

Jamil deixa governo e reassume mandato (Foto Alfredo Filho).

Jamil deixa governo e reassume mandato (Foto Alfredo Filho).

Como manda o calendário eleitoral, ocupantes de cargos de confiança que vão disputar as eleições deste ano devem se desligar das funções, oficialmente, até o dia 2 de abril, a depender do cargo (vereador ou prefeito).

Em Ilhéus, pelos menos dois homens próximos ao prefeito Jabes Ribeiro vão pedir o boné por esse motivo: o secretário de Desenvolvimento Social (SDS), Jamil Ocké, e o gerente de Ações Regionais, José Victor Pessoa.

Jamil é vereador licenciado e volta pra câmara em lugar do suplente, o policial Luis Carlos Escuta. José Victor Pessoa vai tentar mais uma vez vaga no legislativo.

A expectativa é para saber quem deve ocupar o lugar dos dois. Nos bastidores, é cogitado o nome de Kácio Brandão, atual diretor administrativo da SDS, para a vaga de Jamil. Na gerência de Ações Regionais, o nome mais forte é o de Henrique Almeida, que recentemente deixou a presidência do Instituto Biofábrica de Cacau.

REUNIÃO EM BRASÍLIA LEVA BEBETO A ADIAR ANÚNCIO DE CANDIDATURA

Bebeto adia reunião, mas será candidato.

Bebeto adia reunião, mas será candidato.

Com reunião marcada para essa quinta-feira (31), quando anunciaria o seu nome na disputa pela Prefeitura de Ilhéus, o deputado federal Bebeto Galvão suspendeu o encontro com a imprensa.

O motivo, segundo a assessoria, são os vários compromissos do parlamentar em Brasília. Bebeto, do PSB, é um dos integrantes da comissão que avalia o pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff.

A candidatura de Bebeto é vista como a única com capacidade de fazer frente à do atual prefeito, Jabes Ribeiro, e, por isso, tem um grande apelo de parte da oposição ao gestor.

ERRATA

Ao contrário do divulgado por este blog ontem (30), o nome do parlamentar não consta na relação de políticos que receberam repasses da Odebrecht. As listas foram apreendidas em operações da Polícia Federal no âmbito da Lava Jato. Há menção a nomes do PSB, mas Bebeto não consta entre estes. Atualizado às 11h11min – 31.03.

GREVE NO HOSPITAL GERAL DE ILHÉUS

Sindicalistas durante início da greve no hospital geral, hoje (Foto Divulgação).

Sindicalistas durante início da greve no hospital geral, hoje (Foto Divulgação).

Os funcionários do Hospital Geral Luiz Viana Filho, de Ilhéus, iniciaram greve nesta quarta (30) por causa do atraso no salário de fevereiro dos contratados por meio da Fundação José Silveira.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) deverá ser acionado para intermediar acordo entre Fundação José Silveira, Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e funcionários do hospital.

A greve por tempo indeterminado visa forçar a fundação a cumprir os prazos legais de pagamento de salário e, ainda, a convenção coletiva do sindicato.

Os funcionários prometem somente retornar ao serviço quando o salário for depositado nas respectivas contas, segundo João Evangelista, do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi).

Durante a greve, funcionários vão se revezar para garantir que, pelo menos, 30% estejam em serviço. O site não conseguiu contato com a Fundação José Silveira.

SEGUNDO GUALBERTO, TROCA-TROCA ESTÁ NA BASE DE 4 DEPUTADOS POR 1 MINISTÉRIO

João Gualberto disse que tem deputado negociando com Dilma e Temer

João Gualberto disse que tem deputado negociando com Dilma e Temer

Não é segredo que o governo da presidente Dilma está recorrendo à distribuição de cargos na tentativa de recompor sua base de apoio na Câmara dos Deputados. O esforço e as negociações se intensificaram desde que o executivo passou a ter certeza do desembarque do PMDB, confirmado ontem (29).

O que ainda não se conhece são os pormenores das articulações. Hoje, em discurso na tribuna da Câmara, o deputado federal João Gualberto, presidente do PSDB da Bahia, fez ironia com a situação. Segundo o tucano, a tabela de troca está na base de quatro deputados para um ministério.

O deputado acusou o governo de “recorrer a negociatas para preservar seu projeto de poder”. Disse ainda que há deputados que estão negociando simultaneamente com Dilma e com o vice-presidente Michel Temer, a fim de se garantir diante de qualquer desfecho.

TENDA DO TPI RECEBE “TEODORICO MAJESTADE”

Teodorico Majestade volta à Tenda do TPI na sexta (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade volta à Tenda do TPI na sexta (Foto Karoline Vital).

Em dia de Mobilização Nacional em Defesa da Democracia, o grupo Teatro Popular de Ilhéus entra em cena com o sempre atual espetáculo Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito”. A apresentação será nesta quinta-feira (31), às 19h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus.

O grupo lançou ainda, para esta apresentação, a campanha “Pague Quanto Quiser”, ficando o valor do ingresso à critério do espectador. “Teodorico Majestade” é uma  sátira em cordel que garante boas risadas e reflexões, com uma história que explora os bastidores de um cenário político impregnado pela corrupção.

Escrita em 2006 pelo dramaturgo e diretor de teatro, Romualdo Lisboa, a peça já circulou por diversas cidades brasileiras, chegando a participar da Mostra Latino Americana de Teatro, em São Paulo. “Teodorico Majestade” recebeu duas indicações ao cobiçado prêmio Braskem.

Além disso, a peça atrai os olhares do mundo acadêmico, sendo objeto de estudo de variadas pesquisas, rendendo ao Teatro Popular de Ilhéus um vídeo documentário de mesmo título da obra.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) por meio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

PF ACOMPANHA INVESTIGAÇÃO DA MORTE DE POLICIAL QUE ACUSAVA AÉCIO

Do Brasil 247

A investigação sobre a morte de um policial civil que fazia acusações e críticas ao senador Aécio Neves (PSDB) será acompanhada pela Polícia Federal a pedido do ministro da Justiça, Eugênio Aragão. Lucas Gomes Arcanjo foi encontrado morto no último sábado (26) dentro de sua casa, em Belo Horizonte, enforcado por uma gravata. A Polícia Civil afirma que trabalha com a hipótese de suicídio.

Nos vídeos que publicava nas redes sociais, Arcanjo dizia que Aécio tinha ligação com tráfico de drogas, corrupção e até a morte de opositores. Ele também criticava promotores do Ministério Público, Poder Judiciário, outros políticos e a própria Polícia Civil.

Nesta segunda (28), nota divulgada pelo Ministério da Justiça diz que, por causa do “óbito repentino do policial civil'”, Eugênio Aragão “solicitou que a Polícia Federal dê total apoio na apuração dos fatos relacionados à morte”. O caso é investigado pela 1ª delegacia do Barreiro, na capital mineira.

Procurada, a assessoria de Aécio Neves disse em nota que “considera que este é um assunto da competência dos policiais”. “É lamentável a exploração política da morte do policial e também o uso pelo PT e seus aliados do triste episódio, baseado no fato de ele ter feito, ao longo do tempo, falsas acusações e ataques infundados contra o senador”, diz a nota.

JUIZ USA O WHATSAPP PARA FAZER JUSTIÇA

whatsappO juiz Djalma Moreira Gomes Júnior se valeu do aplicativo WhatsApp para comunicar a uma vítima a decisão quanto a medida protetiva depois que ela foi ameaçada pelo companheiro. Titular da 2ª Vara de Mococa, o magistrado usou o aplicativo no feriado do último final de semana, após a mulher fugir de casa com o filho de 9 anos, informa o Estadão.

A vítima denunciou o marido e acionou a polícia e o Ministério Público, que obteve medidas protetivas com base na Lei Maria da Penha. E, como havia risco para a vítima, o juiz mandou remeter cópia da decisão à mulher. O atendimento foi realizado no plantão judiciário do feriadão.

De acordo com o juiz Djalma Moreira Gomes Júnior, a intenção da vítima era fazer a denúncia e dormir na rua para, no dia seguinte, viajar até a casa de sua mãe, em outro município.

Ele então proibiu o homem de manter qualquer tipo de contato com a mulher e que respeite distância mínima de 200 metros. Determinou ainda que o não cumprimento das medidas implicará prisão preventiva.

LIDA
Por saber que a mulher estaria viajando para ficar com a mãe, o juiz determinou que ela recebesse cópia da decisão pelo aplicativo WhatsApp. Um escrevente enviou o documento e, depois, encaminhou para o magistrado a resposta da vítima, confirmando a leitura da mensagem.

Através do Tribunal de Justiça, o magistrado declarou que situações como essa “dão um especial sentido à Justiça e ao seu valoroso plantão judiciário”.

“GOVERNOS ANTERIORES CONTROLAVAM INSTITUIÇÕES DE INVESTIGAÇÃO”, DIZ PROCURADOR

Procurador diz que governos anteriores controlavam investigações (Foto Reprodução).

Procurador diz que governos anteriores controlavam investigações (Foto Reprodução).

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa da operação Lava Jato, disse esperar que a operação siga com independência para atuar e deixou um recado implícito para eventual governo do peemedebista Michel Temer, caso Dilma Rousseff seja afastada em um processo de impeachment.

“Aqui temos um ponto positivo que os governos investigados do PT têm a seu favor. Boa parte da independência atual do Ministério Público, da capacidade técnica da Polícia Federal decorre de uma não intervenção do poder político, fato que tem que ser reconhecido. Os governos anteriores realmente mantinham o controle das instituições, mas esperamos que isso esteja superado”, disse em um recado velado a governantes em um eventual cenário pós-Dilma.

“Em um País com instituições sólidas, a troca de governo não significa absolutamente nada. Quero crer que nenhum governo no Brasil signifique alterações de rumo no Ministério Público, no Judiciário, na Polícia Federal. Deveria ser assim”, afirmou ao ser questionado sobre a possibilidade de Temer assumir a Presidência. “Queremos simplesmente que as instituições continuem livres para continuar a fazer o que a lei exige delas”, prosseguiu. Lima realizou palestra na Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos, Amcham, em São Paulo, onde falou a empresários e pessoas ligadas a área de compliance. Com informações do Estadão.

APÓS VOTAÇÃO DO PMDB, ALMIR ESPERA MANTER NÍVEL DE RELAÇÃO COM RUI COSTA

Almir Melo entre os capas-pretas do PMDB baiano em votação ontem (Foto Divulgação).

Almir Melo entre os capas-pretas do PMDB baiano em votação ontem (Foto Divulgação).

O prefeito de Canavieiras, Almir Melo, do PMDB, foi um dos delegados estaduais baianos que votaram pelo desembarque do seu partido do Governo Federal, ontem (29), em Brasília.

Almir lembra ter apoiado o governador Rui Costa em 2014, quando o então candidato patinava nas pesquisas com 4% – embora o PMDB estivesse coligado com o candidato derrotado do DEM ao governo, Paulo Souto.

À época, Almir Melo apoiou os candidatos do seu partido – Geddel Vieira Lima ao Senado, Lúcio Vieira Lima à Câmara Federal, e Leur Lomanto à Assembleia Legislativa, sem qualquer constrangimento.

Agora, espera não sofrer retaliações por pensar de forma diferente do governador no plano nacional. Conta com uma convivência pacífica e produtiva, como foi até agora. Almir votou pela independência do seu partido (que espera tomar o poder central com a possível posse de Michel Temer) e é favorável ao impeachment de Dilma.

MENINO SABIDO

Na fila do desembarque, um dos ocupantes de cargo comissionado na Prefeitura de Itabuna faz planos para não ficar ao sol após a despedida. A ideia é viabilizar um contrato com o município, como forma de substituir o polpudo salário.

Para quem sabe lidar com as regras, há sempre um jeitinho pra tudo.

CAOS EM ITABUNA É MOTIVO DE PIADA NAS REDES

Cidade enfrenta crise e população sofre, mas ainda brinca (Foto Pedro Augusto).

Cidade enfrenta crise e população sofre, mas ainda brinca (Foto Pedro Augusto).

Um sentimento de fim de mundo paira em Itabuna há alguns meses. Seja pelas epidemias de dengue, zika e chikungunya, seja pela falta de água ou por ter que se contentar com a água salgada que goteja uma vez por mês, o fato é que nunca se viu esta cidade em situação de equivalente desordem.

O quadro dramático é tratado com bom humor por alguns itabunenses nas redes sociais, bem naquela linha do “rir pra não chorar”.

No Facebook, um sofredor anuncia: “Quer fazer um estágio que lhe dará uma boa noção de como deverá ser o fim do mundo? Venha passar uns dias em Itabuna!”. E, para não pensarem que estamos sozinhos nesse interminável episódio de The Walking Dead, um vizinho responde: “Depois do estágio (em Itabuna), venha fazer um MBA em Ilhéus”.

A resenha inclui até sugestão de que o caos seja usado como estratégia de marketing. Já tem até o mote: “Venha para Itabuna e experimente o privilégio de ter uma visão do Apocalipse”.

Tem ainda quem dê uma de Poliana e veja o lado positivo de toda essa bagaça. Para uma sobrevivente, “sem água, nós diminuímos os banhos e aumentamos o uso de perfume, o que é um bom treinamento para ir a Paris”. E prossegue com o mesmo otimismo: “com água, porém salgada, estamos tomando muitos banhos de descarrego, treinando para enfrentar a situação política do país”.

E segue a vida na base do humor. Porque sem ele tá difícil encarar o sofrido dia-a-dia desse lugar.

PROJETO VISA PARCELAMENTO DE MULTAS EM ILHÉUS

O pardal não perdoa

O pardal não perdoa

Com o advento da fiscalização eletrônica e a proliferação dos temidos e sorrateiros “pardais”, a vida dos motoristas ilheenses não está nada fácil. Basta pisar mais forte no acelerador em determinados pontos da cidade para em pouco tempo receber a notificação da multa.

A bicada do pardal anda tão forte, que levou o vereador Cosme Araújo (PDT) a apresentar projeto de lei que visa permitir o parcelamento das multas em até 12 vezes. É quase um crediário das Casas Bahia, o que poderá aliviar a situação de muito motorista distraído.

Segundo Araújo, a proposta visa reduzir a inadimplência dos infratores. “Temos que ver o tamanho do bolso das pessoas nessa crise pela qual passa especialmente o município”, justifica o vereador.

O projeto aguarda pareceres das comissões de Constituição e Justiça e de Transportes. Em seguida, será levado à votação em plenário.

REFÉNS DE FLANELINHAS NA BEIRA-RIO

Mulheres que dirigem e precisam estacionar veículo na Alameda da Juventude (Beira-Rio), em Itabuna, reclamam dos abusos praticados por flanelinhas. Além de pagar a tarifa da Zona Azul, elas se veem obrigadas a pagar taxa extra aos “donos do espaço”.

Vítimas afirmam que ou pagam ou são vítimas de agressões verbais (que podem descambar para a violência física) e têm veículo danificado por flanelinhas. Como não há segurança no local, os abusos são constantes.

A polícia militar poderia dar uma reforçada nas rondas na Alameda, principalmente no trecho que vai da pista de skate ao final da área de estacionamento.

AÇÃO QUESTIONA ALTERAÇÕES NAS REGRAS SOBRE DEBATES E PROPAGANDA ELEITORAIS

eleicoes 2016Os artigos 46 e 47, parágrafo 2º, incisos I e II, da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997), alterados pela Lei 13.165/2015, estão sendo questionados em mais uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5487) ajuizada no Supremo Tribunal Federal (STF). Os dispositivos se referem, respectivamente, à participação de candidatos em debates e à distribuição do horário destinado à propaganda eleitoral gratuita aos partidos e ou coligações para transmissão pelas emissoras de rádio e de TV.

Representados na Câmara Federal com cinco deputados, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e o Partido Verde (PV), autores da ADI, argumentam que a mudança na legislação lhes causou prejuízos, uma vez que a regra anterior permitia a participação em debates eleitorais dos candidatos de partidos que tivessem pelo menos um representante na Câmara dos Deputados. A partir das alterações trazidas pela Lei 13.165/2015, somente os partidos com mais de nove deputados federais podem ter seus candidatos participando de debates.

Já sobre o tempo destinado à propaganda eleitoral gratuita, os dois partidos sustentam que, com a mudança na legislação, 90% do horário eleitoral gratuito devem ser divididos proporcionalmente à representação na Câmara dos Deputados (valendo a soma de coligações: tempo correspondente dos seis partidos maiores na eleição majoritária e o tempo todos os partidos na eleição proporcional), enquanto que os 10% restantes distribuídos igualmente entre todas as agremiações.

Na ação, PSOL e PV afirmam que as mudanças nas regras incorrem em várias inconstitucionalidades, como a criação de cláusula de barreira imediatamente para as eleições municipais de 2016, o desrespeito à anterioridade numérica dos partidos advinda das eleições de 2014 e a adoção de critérios desproporcionais e que restringem direitos das legendas numericamente menores.

SECRETÁRIO-GERAL DA CNBB SE MOSTRA PREOCUPADO COM A INTOLERÂNCIA

Bispo se reuniu ontem com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski

Bispo se reuniu ontem com o presidente do STF, Ricardo Lewandowski

O bispo Leonardo Steiner, secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vê com preocupação o crescimento da intolerância no país, no bojo da crise política.

Para Steiner, há um cenário de crescente intolerância se instalando no Brasil, com evidências de maior risco à liberdade de expressão e manifestação. Na opinião do bispo, é necessário que as instituições e autoridades adotem medidas para promover a paz e evitem a produção de conflitos.

O líder católico se reuniu ontem (29) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, a quem manifestou suas apreensões.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia