WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






abril 2016
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias

itao




CEPLAC É REBAIXADA A DEPARTAMENTO

Ceplac desce um degrau na estrutura do Ministério da Agricultura

Ceplac desce um degrau na estrutura do Ministério da Agricultura

Não teve jeito. Conforme antecipado em fevereiro, o Ministério da Agricultura rebaixou a Ceplac ao nível de departamento, que ficará vinculado a uma das secretarias do órgão federal. A mudança foi sacramentada pelo decreto nº 8.701, que aprova a estrutura regimental e o quadro dos cargos em comissão e funções de confiança do Ministério.

Em seu artigo 8º, o decreto determina: “a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) passa a ser denominada Departamento da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira”.

A alteração de status preocupa os ceplaqueanos. Acredita-se que o aumento da distância entre a Ceplac e a cúpula do Ministério da Agricultura implique no enfraquecimento da instituição. Em fevereiro, o presidente do PT da Bahia, Everaldo Anunciação, e o secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, assinaram artigo no qual classificam a medida como “golpe”. No artigo, os dois afirmam que a alteração resultaria em “prejuízos significativos nas partes orçamentária, administrativa e financeira”.

Curiosamente, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, esteve na região há poucos dias. Ela escolheu Ilhéus, onde fica a sede da Superintendência Regional da Ceplac, para passar o feriado da Semana Santa.

6 respostas para “CEPLAC É REBAIXADA A DEPARTAMENTO”

  • Mauro Góes says:

    Há muito a CEPLAC não desenvolve pesquisas relevantes, o quadro de pessoal reduzido, desmotivado e um número considerável próximo a aposentadoria.
    Entretanto, é público e notório que a instituição é aparelhada pelo Governo Federal para dar naco de poder aos seus aliados locais, vide a disputa recente para indicação de servidores para as funções de gestão.
    A impressão que se passa é que muitos dos defensores do “fortalecimento” da CEPLAC, não todos, querem a manutenção do status quo ante para poder barganhar poder político e não para atender os objetivos precípuo da instituição, que é a pesquisa e extensão, pois quando houve a possibilidade de incorporação da instituição a EMBRAPA todos foram contra, pois como si sabe na empresa de pesquisa a interferência política, para estes tipos de barganhas, é bem menor e isso significa perda de poder político para os “novos coronéis do cacau”.
    Agora ficam indignado com redução da importância da CEPLAC, quando esta há muito a perdeu (quando além da pesquisa e extensão, também promovia desenvolvimento regional e educação) e não cobram alternativas efetivas de mudanças e sim, por via transversa, o fortalecimento dos seus próprios interesses para poderem perpetuar a instituição como instrumento de poder político das regiões cacaueiras.

  • jorge gomes says:

    O PT mais uma vez mostra a região cacaueira pra que veio. Primeiro implantou de maneira criminosa a Vassoura de Bruxa e não satisfeito com a resistencia dos produtores que vem lutando sem apoio do governo e conseguindo sobreviver agora recebe uma facada que que é o sucateamento e rebaixamento da Ceplac. Obrigado PT, Geraldo Simoes, Davidson Magalhães, Josias Gomes ,desgovernador Rui Costa. Mais uma vez esse povo mostra como a Bahia esta abandonada no plano federal. A região para eles so serve para votar. VAMOS DAR A RESPOSTA NAS URNAS . FORA PT E COMUNISTAS.

  • Amilton Gomes says:

    Deixaram a Ceplac acabar-se. Pior, a Ceplac há tempo passou à categoria de vivo morto. Para os que entenderam a importância da Ceplac nos tempos áureos deprimem-se ao vê-la, hoje, quase reduzida a um porteiro esperando o último ir-se para fechar e lacrar o portão. É Uma pena!
    Se a Ceplac fechar e se nenhum órgão noticiar o fato ninguém virá a notar que não existe mais. Transformar de comissão a departamento nada mudo. Continuará com a espreita do porteiro para realizar seu ato final.
    Isto mostra a pobreza ou inexistência de lideranças na região.
    De minha parte, lamento terem deixado a Ceplac chegar onde chegou.

  • Dorcas Espírito Santo says:

    Os 50 escritórios da CEPLAC, continuaram sendo os tentáculos vivos do PT ou de qualquer outro partido comunista que venha contra os cacauicultores. Fecha logo essas porcarias, que só servem de olheiros do MST e a serviço dos comunistas de plantão. Bom mesmo seria vender ou leiloar todo patrimonio fisico da CEPLAC e pagar o que devem aos produtores e a sociedade sul baiana, pois, a CEPLAC através do crime da vassoura de bruxa e do continuado crime através do PRLCB< arregaçou toda essa região sul da Bahia

  • moncorvo says:

    Agora deve vir cururus e ptralhas chorar pela ceplac que tanto nos deu no passado…
    me faça uma garapa rebanho de hipocritas!

  • Luiz Carlos says:

    Que besteira… Eu te perdoo,pois toda ignorância é atrevida e não conhece limites

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia