skip to Main Content
16 de fevereiro de 2020 | 09:49 pm

RELATÓRIO RECOMENDA CONTINUIDADE DE PROCESSO DE IMPEACHMENT

Tempo de leitura: 2 minutos
Antonio Anastasia votou pela continuidade de processo (Foto Antonio Cruz/Agência Brasil).

Antonio Anastasia votou pela continuidade de processo (Foto Antonio Cruz/Agência Brasil).

Após mais de uma hora do início da sessão da Comissão Especial do Impeachment do Senado desta quarta-feira (4), finalmente o relator do processo, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), começou a apresentar seu parecer de 126 páginas favorável à admissibilidade do processo contra a presidenta Dilma Rousseff.

Sem surpresas e rejeitando as argumentações da defesa e de senadores aliados de Dilma no colegiado, Ansatasia defendeu a continuidade do processo no Senado, mas decidiu não ampliar o espectro da investigação contra a petista, com informações da Operação Lava Jato. Na conclusão do parecer ele concentrou o voto nos temas já analisados pela Câmara dos Deputados.

ARGUMENTOS

Ao acatar os argumentos do pedido apresentado pelos advogados Janaína Paschoal, Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr., Anastasia considerou que há indícios de crime de responsabilidade suficientes para justificar o afastamento temporário de Dilma – por 180 dias – e iniciar a fase de instrução do processo.

O processo tem dois pontos principais contra a presidenta. O primeiro trata do atraso de pagamentos do Tesouro Nacional ao Banco do Brasil, que ficou conhecido como pedaladas fiscais. Segundo os autores do pedido, foi escondido o déficit fiscal e o banco teve de arcar com recursos próprios para o repasse de empréstimo a agricultores beneficiados com taxas diferenciadas pelo Plano Safra. Outro ponto é a edição de decretos de crédito suplementar sem aval do Congresso Nacional.

PRÓXIMOS PASSOS

Com o prazo de 24 horas de vista coletiva, que será concedida depois da leitura, a expectativa é que o parecer seja votado pelo colegiado nesta sexta-feira (6). Antes disso, amanhã (5) o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, responsável pela defesa da presidenta, terá uma hora para contrapor as observações de Anastasia. Em seguida, os senadores passam a debater o parecer.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. QUE JUSTIÇA E ESSA QUE ACEITA UM SENADOR PARA SER O RELATOR QUANDO ELE FALAR ABERTAMENTE QUE E A FAVOR DO AFASTAMENTO DA PRESIDENTA,O JUDICIARIO ESTA EM DIVIDA COM O PAIZ NOS TEMOS UM SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CONVIVENTE COM O GOLPE,A NOSSA REPUBLICA VIROU REPUBLIQUETA DOS BANANAS.

  2. Favas contadas.Esse aí vai rodar também, futuro breve. Os togados verde-militar vão comandar um descarte em grandes proporções. Dizem que a lista pode aumentar, que nem aquela de meio século atrás. Todo mundo pianinho senão vai faltar cadeia de luxo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top