WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





maio 2016
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: 6/maio/2016 . 16:24

PSB REÚNE PRÉ-CANDIDATOS EM BRASÍLIA

Evento promovido pela Fundação João Mangabeira termina neste sábado

Evento promovido pela Fundação João Mangabeira termina neste sábado

O PSB reúne 850 pré-candidatos às eleições municipais em um seminário preparatório na capital federal. A atividade, promovida pela Fundação João Mangabeira, tem como tema “Cidades Inclusivas”.

Da Bahia, 50 pré-candidatos participam do seminário. No apoio ao grupo baiano, estão o deputado federal Bebeto Galvão – ele próprio pré-candidato a prefeito de Ilhéus -, a senadora Lídice da Mata e a deputada estadual Fabíola Mansur.

O evento começou ontem (5) e será encerrado neste sábado. Segundo os organizadores, o objetivo é preparar os pré-candidatos, apontando alternativas para enfrentar os desafios da disputa eleitoral.

 

REDESCOBRINDO O SUL DA BAHIA

walmirWalmir Rosário | wallaw1111@gmail.com

 

Tão importante quanto a descoberta de novas tecnologias é saber “vendê-las” a um mercado ávido para “comprá-las”. E aí é que reside o nosso “calcanhar de Aquiles”.

 

Em meio à inundação de notícias desconstitutivas sobre o Brasil como um todo, começamos a vislumbrar que a região do cacau, finalmente, começa a nos mostrar alguma coisa de boa, útil e produtiva. Trata-se da implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) na área Ceplac, às margens da Rodovia Jorge Amado.

Finalmente, a razão, a inteligência e o bom senso conseguiram superar o atraso, o corporativismo maléfico, o provincianismo, as ideias retrógradas, a pequenez e o atraso. E essa tomada de atitude posso credenciar, principalmente, ao então Superintendente de Desenvolvimento da Região da Cacaueira do Estado da Bahia (Sueba), Juvenal Cunha Maynart, e o Magnífico Reitor da UFSB, Naomar Monteiro de Almeida Filho.

É a produção de ciência, de conhecimento, implantada no mesmo local que, por décadas, pesquisou e entregou à Nação Grapiúna todo um pacote tecnológico de desenvolvimento. Concebida num tripé de pesquisa, extensão e ensino, a Ceplac foi além de sua proposta inicial de prestar serviços financeiros aos cacauicultores e transformou a socioeconomia regional numa das mais eficientes do Brasil.

Não se conhecia no final da década de 50, toda a década de 60 e 70 região com uma infraestrutura igual ao Sul e Extremo Sul da Bahia. De repente, da luz do candeeiro passamos à energia elétrica; do transporte ao lombo de burros às boas estradas; das demoradas cartas ao telefone e telex; da economia precária à retomada do crescimento agropecuário e comercial.

Tudo isso foi possível com o trabalho eficiente dos técnicos da Ceplac, liderados  por Carlos Brandão e José Haroldo Castro Vieira, Paulo Alvim, dentre outros. Com o passar dos anos, a Ceplac se consolida como instituição científica, muda conceitos e costumes. Como toda grande instituição, sofre com as ingerências, seu técnicos se acomodam. Um novo despertar chega com a terrível descoberta na vassoura-de-bruxa nos cacauais do Sul da Bahia.

A partir desta época, a região já carecia de lideranças capazes de aglutinar os segmentos políticos e produtores em torno de uma projeto inovador eficiente. Mesmo assim a região soube sobreviver, agora com a capacidade da iniciativa privada, formada por um novo perfil de cacauicultores, preocupados com os investimentos realizados.

Essa dicotomia permaneceu até a chegada de Juvenal Maynart à Superintendência Regional, apresentando propostas inovadoras, o que causou um certo desconforto em um grupo de servidores e a sensação de alívio para os produtores de cacau. Nada que não fosse possível administrar com o aparecimento dos novos resultados positivos.

A proposta do novo superintendente era bem simples e se calcava em premissas conhecidas no agribusiness internacional que pretende produzir com eficiência, conviver pacificamente com o meio ambiente e agregar valores ao seu produto. Essa inovação aqui já é considerada uma prática vitoriosa em grande parte do mundo.

Preserva-se o que tem, amplia-se a produção com produtividade, evita-se o ataque de pragas e doenças e promove uma defesa fitossanitária eficiente para o aparecimento de novas endemias. Entretanto, essas ações somente serão possíveis a partir do momento em que a agricultura e a ciência caminharem juntas para oferecer um produto inovador ao mercado.

E essa moderna concepção de produção só conseguirá atingir o seu alvo a partir do momento em que a ciência possuir todos os meios de transferir esse conhecimento ao produtor. Tão importante quanto a descoberta de novas tecnologias é saber “vendê-las” a um mercado ávido para “comprá-las”. E aí é que reside o nosso “calcanhar de Aquiles”.

Mesmo com toda a transferência de tecnologia já feita por instituições como Ceplac, Uesc e empresas privadas, os nossos agricultores ainda carecem, e muito, dessas ferramentas para trabalhar. Uns não têm capacidade de contratar recursos, outros não acreditam nessas inovações, e um grupo maior sequer tem conhecimento das novidades.

Daí que acredito ter sido o magistral o salto de qualidade da gestão de Juvenal Maynart na Ceplac ao abraçar e propor parceria à  Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Outras existem, mas a UFSB apresenta uma proposta inovadora, que não basta fazer ciência, mas apresentar o conhecimento para todos, com uma metodologia diferente.

A UFSB, nos moldes pensados sob a liderança do professor doutor Naomar Monteiro de Almeida Filho, oferece o conhecimento e a ciência para todos, mas prima pela formação de acadêmicos entre a população das várias cidades onde atua. Isto, sim, é a universalização do conhecimento, mudando o conceito de cidade dormitórios para estudantes.

:: LEIA MAIS »

ITAPETINGA: LADRÕES INVADEM POSTO DE SAÚDE E ROUBAM VACINA CONTRA GRIPE H1N1

O arrombamento ao posto de saúde do bairro Vila Isabel, no município de Itapetinga, a 574 km de Salvador, e o furto de 10 doses de vacina contra a gripe H1N1 estão sendo investigados pela Polícia Civil da cidade, que até a tarde desta quinta-feira, 5, não havia divulgado pistas sobre a ação criminosa.

Conforme o registro da ocorrência, as 10 doses estavam contidas no único frasco com a vacina contra a gripe que estava armazenada na geladeira do local e se destinavam a gestantes com gravidez de risco.

O crime foi descoberto na manhã de quarta, 4, pelos funcionários da Secretaria Municipal de Saúde. Uma perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi realizada para encontrar indícios que levem aos autores do furto.

Leia mais n´A Tarde

SERVIDORES ANUNCIAM GREVE EM ITABUNA

Wilmaci: sem diálogo, servidores podem recorrer à via judicial (Foto Divulgação).

Wilmaci: sem diálogo, servidores podem recorrer à via judicial (Foto Divulgação/Arquivo).

Reunidos ontem (5) em assembleia no auditório do Sindicato dos Comerciários, os servidores municipais de Itabuna deflagraram greve, por tempo indeterminado, a partir do próximo dia 11. A decisão foi tomada porque, segundo a presidente do sindicato dos servidores, Wilmaci Oliveira, o governo tem sido inflexível na negociação de reajuste salarial e do tíquete. “Não restou alternativa ao sindicato e aos trabalhadores”, completou a sindicalista.

Ainda de acordo com ela, a paralisação começa apenas no dia 11, próxima quarta, para respeitar a legislação, que exige um mínimo de 72 horas entre a decisão pela greve e o início do movimento.

O sindicato informou ter sido autorizado, pela assembleia dos servidores, a procurar a mediação do Ministério Público do Trabalho e a requerer, pela via judicial, a reposição inflacionária. “Nosso objetivo sempre será a valorização da categoria. Se não for pela via negocial, do diálogo, que seja então pela via judicial”, antecipou Wilmaci.

ETCM CAMARA 536X178








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia