WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
unime secom bahia primeiro emprego shopping jequitiba


junho 2016
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias

itao maxim quartier senai

AOS GRITOS DE “VOLTA, QUERIDA”, DILMA RECEBE TÍTULO DE CIDADÃ BAIANA

Dilma Bahia título de cidadaniaDilma Rousseff está, nesta tarde de quinta (16), em Salvador. Na Assembleia Legislativa, participou de solenidade na qual recebeu o título de cidadã baiana. A proposta foi apresentada pelo deputado estadual e líder do PT na Assembleia, Rosemberg Pinto, e aprovada pela Casa.

No plenário, gritos de “Volta, querida!”. Após encerrar a cerimônia de entrega do título, Dilma se dirigiu para a área externa da Assembleia Legislativa para discursar para uma multidão, acompanhada de deputados e do governador baiano, Rui Costa.

A presidente falou do sentimento de baianidade, mas não deixou de atirar petardos em direção ao governo temporário de Michel Temer (PMDB), que hoje fez pronunciamento para se defender da acusação de que recebeu propina para repassá-la a políticos do seu próprio partido.

Temer negou ter recebido grana no esquema da Petrobras e preferiu atacar o delator Sérgio Machado, ex-peemedebista, ex-tucano e ex-presidente da Transpetro, uma subsidiária da companhia petrolífera brasileira.

4 respostas para “AOS GRITOS DE “VOLTA, QUERIDA”, DILMA RECEBE TÍTULO DE CIDADÃ BAIANA”

  • Romilson Santos disse:

    Deus é mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Pense num ABSURDO, NA BAHIA TEM PRECEDENTE!!!!!!

  • Carlos disse:

    Em solenidade na Assembleia, Dilma troca quiabo por giló e assiste a vídeo antigo de João Santana sobre ela

    Foto: Política Livre
    Evento aconteceu nesta quinta-feira

    Num evento pouco expressivo, com baixa participação de políticos e praticamente nenhum prefeito, a presidente afastada Dilma Rousseff (Pt) recebeu agora à tarde, com um atraso de mais de duas horas, o título de Cidadã Baiana na Assembleia Legislativa. Mais destacada honraria prestada pela Casa, a homenagem foi uma iniciativa do deputado estadual petista Rosemberg Pinto, que fez discurso contra o que chamou de “golpe” sofrido pela mandatária afastada. Dilma foi conduzida ao plenário por um grupo de deputadas aliadas escolhido pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Nilo (PSL), aos gritos de “Dilma, guerreira da pátria brasileira” e “Volta, querida”. Ela chegou acompanhada do ex-ministro Jaques Wagner e do governador Rui Costa, do PT.

    Com fisionomia apática e em tom monocórdio, a presidente afastada disse, em discurso, que vinha à Bahia defender os 54,5 milhões de votos que recebeu nas últimas eleições, já que parte deles foi obtido na Bahia. Falou contra a violência às mulheres, referindo-se aos casos de estupros coletivos registrados no país, e citou a situação de clubes de elites que separam as babás dos frequentadores como exemplos dos privilégios no Brasil.. Também disse que faria um destaque especial às figuras do ex-ministro Jaques Wagner, do ex-presidente Lula, do governador Rui Costa e dela própria e elogiou as obras do Metrô, realizadas pelo governo estadual com recursos federais, observando que “é visivel, a olho nu, como está avançando”, sem atentar para a redundância.

    Também cometeu uma gafe: ao se referir às obras da Via Expressa, concluídas no governo de Jaques Wagner, disse que só se lembrava do Abacaxi, ao referir-se à Rótula do Abacaxi onde o viaduto foi construído, observando que o ex-governador passou a chamar o lugar de Rótula do Giló porque o trânsito passou a fluir ali. Mas foi logo corrigida, quando a lembraram de que o ex-governador usou a palavra quiabo e não giló. Ao discursar antes dela, Rosemberg agradeceu a todas as mulheres presentes, inclusive à sua mâe e à esposa, Vanessa, observando que todos os políticos que ajudaram no “golpe” estão hoje nas manchetes dos jornais, à exceção de Dilma e do ex-presidente Lula.

    Fez, no entanto, um apelo a Dilma que pareceu também uma indireta à presidente: solicitou que, no caso de ela retornar à Presidência, mantenha diálogo com os movimentos sociais e os parlamentares, um dos motivos do enfraquecimento e da queda da presidente. Antes de a solenidade se iniciar, os organizadores exibiram um dos primeiros programas veiculados na propaganda eleitoral de 2014 da presidente, produzido pelo marqueteiro João Santana, preso na Operação Lava Jato sob a acusação de fazer parte do esquema do petrolão. No vídeo, Lula aparece dizendo sobre Dilma que encontrou a pessoa certa para o lugar certom (concorrer à presidência) e o locutor diz que o país cresce sem parar. Tudo passado!

  • Nego Jú disse:

    kkkkkkkk. TÔ fora dessa bruxa!

  • MARCO ANTONIO disse:

    Vão gostar do que não presta, assim lá longe. Pobre povo incauto da Bahia. Sofre, apanha, é surrupiado mais se sentem feliz.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia