WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias






:: 19/jul/2016 . 23:59

SUPREMO DECIDIRÁ SE WHATSAPP É OBRIGADO A LIBERAR DADOS

whatsappAgência Brasil

A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que liberou hoje (19) o funcionamento do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp não acaba com a polêmica sobre a obrigatoriedade da liberação de dados de usuários para investigações criminais. A questão somente será discutida no julgamento definitivo de duas ações nas quais o PPS e o PR pedem que o bloqueio do serviço seja proibido.

As ações chegaram ao tribunal no ano passado, após as primeiras decisões que bloquearam o aplicativo. Ainda não há data para a análise da questão pelo plenário da Corte.

Na decisão proferida hoje (19), Lewandowski não entrou no mérito da discussão e disse que o assunto “constitui matéria de alta complexidade técnica” e deve ser decidida definitivamente. Para o ministro, a decisão da Justiça do Rio de Janeiro foi desproporcional, ao estender a todo o país o bloqueio do aplicativo.

“Assim, nessa análise perfunctória [superficial], própria das medidas cautelares, entendo que não se mostra razoável permitir que o ato impugnado prospere, quando mais não seja por gerar insegurança jurídica entre os usuários do serviço, ao deixar milhões de brasileiros sem comunicação entre si”, decidiu o ministro.

O bloqueio do WhatsApp foi determinado hoje (19) pela juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ). Na decisão, a magistrada alegou que o aplicativo descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens postadas para uma investigação criminal. Essa é a terceira vez que o WhatsApp é suspenso no país.

Após a decisão, o Facebook, que é proprietário do aplicativo WhatsApp, alegou que não poderia cumprir o bloqueio porque as mensagens são criptografadas e, portanto, inacessíveis. Desde abril deste ano, o WhatsApp começou a adotar o recurso de segurança chamado criptografia de ponta-a-ponta.

UTILIDADE PÚBLICA

Jade desapareceu hoje à noite.

Jade desapareceu hoje à noite.

Uma cadela da raça pastor alemão desapareceu, hoje (19), no Bairro Santo Antônio. Os donos pedem a quem tiver informações de Jade para que entre em contato.

Segundo Dayana Braitt, dona do animal, Jade é dócil. Ela desapareceu por volta das 19h40min.

Atualização às 12h25min – Jade foi encontrada e já está com os seus donos.

Jade já está em casa.

Jade já está em casa.

PRESIDENTE DO STF DERRUBA BLOQUEIO DO WHATSAPP

lewandowskiO presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu derrubar a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que suspendeu o serviço do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. O aplicativo deve voltar a funcionar após as operadoras de telefonia serem notificadas da decisão. O pedido liminar, feito pelo PPS, foi encaminhado para o presidente da Corte devido ao período de recesso de julho no tribunal.

Na decisão, Lewandowski entendeu que a suspensão do serviço do aplicativo viola o princípio constitucional da liberdade de expressão e de comunicação. Além disso, o ministro também cita que intimações judiciais são emitidas por meio do aplicativo.

O bloqueio do WhatsApp foi determinado hoje (19) pela juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias. Na decisão, a magistrada alegou que o aplicativo descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens postadas para uma investigação criminal. Essa é a terceira vez que o WhatsApp é suspenso no país.

Após a decisão, Facebook, que é proprietário do aplicativo WhatsApp, alegou que não poderia cumprir a decisão porque as mensagens são criptografadas e, portanto, não acessíveis. Desde abril deste ano, o WhatsApp começou a adotar o recurso de segurança chamado criptografia de ponta-a-ponta. Com informações da Agência Brasil.

TRIO USAVA CAMISA DA POLÍCIA FEDERAL PARA ROUBAR

Leonardo Argolo, Vitor Murilo e Jéssica Silva foram presos em Salvador.

Leonardo Argolo, Vitor Murilo e Jéssica Silva foram presos em Salvador.

Três integrantes de uma quadrilha que usa camisas da Polícia Federal (PF) para cometer crimes foram presos e apresentados nesta terça (19), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, em Salvador. O bando é acusado de ter entrado e roubado a casa de um vereador, em Candeias, em abril deste ano, depois de apresentar um mandado da Justiça falso.

O líder da quadrilha, Vítor Murilo Silva, sua companheira Jéssica Silva Montalvão, ambos de 22 anos, e o comparsa Leonardo Argolo Vasconcelo, 23, foram presos durante uma operação conjunta dos departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na sexta-feira (15), numa casa, no Saboeiro.

No imóvel, os policiais apreenderam quatro conjuntos com camisas, calças e botas semelhantes aos usados pela PF, uma espingarda de calibre 38, uma pistola 380, um giroflex, 37 miguelitos, utilizados para furar pneus de carros, a quantia de R$ 155 mil, entre dinheiro e cheques, e um automóvel Fiesta, comprado com dinheiro roubado.

ROUBOS

A última ação da quadrilha foi o assalto a um estabelecimento comercial, em São Sebastião do Passé, na quinta-feira (14), de onde levaram o dinheiro do caixa. Investigações do Draco e DCCP indicaram que o líder do grupo e dois comparsas estavam escondidos no Saboeiro.

Já na residência do vereador, cinco homens, entre eles Vítor, usando roupas da PF e apresentando um mandado de busca e apreensão falso, entraram na casa do político e fizeram o roubo. A polícia continua as buscas aos outros integrantes.

A apresentação na sede da Polícia Civil foi conduzida pelo diretor do DCCP, delegado Moisés Damasceno, e pelo delegado Maurício Moradillo, do Draco, que deram detalhes da investigação que levou às prisões de Murilo, Leonardo e Jéssica.

Os delegados informaram que Jéssica ficava responsável pela contabilidade, enquanto Leonardo era o motorista da quadrilha. Há três meses, Vítor deixou o presídio de Lauro de Freitas, beneficiado com uma saída temporária. Ele não retornou mais à unidade.

Murilo, Leonardo e Jéssica foram autuados em flagrante por roubo e formação de quadrilha. Murilo também vai responder pela posse dar armas. Os três serão encaminhados ao sistema prisional.

COLUNISTA D´A TARDE COMPARA FERNANDO E AUGUSTO A TOM E JERRY

TOM E JERRYMais cedo, reproduzimos aqui conteúdo de nota dando conta de um rebu entre os pré-candidatos a prefeito Augusto Castro (PSDB) e Fernando Gomes (DEM). Levi Vasconcelos, da coluna Tempo Presente, d´A Tarde, compara-os à dupla Tom e Jerry, o gato e o rato lendários pela rivalidade. Abaixo, reproduzimos a nota, que também cita outra dupla, essa da base do Governo Rui Costa, Geraldo Simões (PT) e Davidson Magalhães (PCdoB).

TOM E JERRY

O deputado Augusto Castro (PSDB) e o ex-prefeito Fernando Gomes (DEM), ambos pré-candidatos em Itabuna, se reuniram ontem em Salvador sob os auspícios do deputado José Carlos Aleluia (presidente estadual do DEM) na tentativa de forjar a união. Não deu certo. Os dois já estavam com as respectivas convenções marcadas, mas atenderam a um apelo de ACM Neto para adiá-las, para se tentar um acordo.

Até agora, Augusto e Fernando estão tão unidos quanto Tom e Jerry.

Na outra banda, entre o ex-deputado Geraldo Simões (PT) e o deputado Davidson Magalhães (PCdoB), idem idem.

Os dois também são como Tom e Jerry.

 

PALESTRA ABORDA BENEFÍCIOS DO COACHING

Jaciara Santos profere palestra.

Jaciara Santos profere palestra.

Palestra sobre os benefícios do coaching no desenvolvimento de líderes marcará a aula inaugural do MBA em Liderança e Coaching da Unime Itabuna. Será ministrada pela master coach Jaciara Souza, coordenadora do curso.

O evento, que é aberto ao público, será na próxima sexta (22), às 19h, no auditório da faculdade, na Avenida J.S. Pinheiro, 1119, no Lomanto. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 2102-3040.

Segundo a instituição, o MBA em Liderança e Coaching busca aprofundar o estudo teórico e prático sobre liderança e coaching, possibilitando o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais capazes de despertar e inspirar talentos e líderes. Informações sobre o processo seletivo podem ser obtidas no portal www.voceespecialista.com.br.

JUSTIÇA MANDA E OPERADORAS BLOQUEIAM WHATSAPP

whatsappAs operadoras de telefonia celular já começaram a fazer no início da tarde de hoje (19) o bloqueio do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp, cumprindo determinação da Justiça do Rio de Janeiro.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), as empresas já receberam a intimação judicial fixando o bloqueio do aplicativo e cumprirão a decisão da Justiça. Não foi estabelecido prazo para o retorno do serviço.

O bloqueio do WhatsApp foi decidido hoje (19) pela Justiça do Rio de Janeiro, por meio de uma decisão da juíza Daniella Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

De acordo com a Justiça, o WhatsApp descumpriu decisão judicial de interceptar mensagens trocadas pelo aplicativo de troca de mensagens em uma investigação criminal. Essa é a terceira vez que o WhatsApp é suspenso no país.

O Facebook, que é proprietário do aplicativo WhatsApp, alegou que não poderia cumprir a decisão porque as mensagens são criptografadas e, portanto, não acessíveis. Desde abril deste ano, o WhatsApp começou a adotar o recurso de segurança chamado criptografia de ponta-a-ponta.

O objetivo do sistema é criptografar (cifrar a mensagem para deixá-la impossível de ser lida quando armazenada) nas duas “pontas” (pessoas que estão conversando) da mensagem. O recurso permite que apenas a pessoa que envia e a que recebe a mensagem podem ler o que é enviado e ninguém mais, nem mesmo o WhatsApp.

No início de maio, a Justiça de Sergipe mandou bloquear o aplicativo por 72 horas, porque a empresa não forneceu mensagens relacionadas a uma investigação sobre tráfico de drogas. O WhatsApp entrou com pedido de reconsideração e o serviço foi restabelecido cerca de 24 horas depois do início do bloqueio.

Antes disso, o aplicativo também já havia sido bloqueado em dezembro do ano passado. A determinação é que o serviço ficasse fora do ar por 48 horas, mas foi restabelecido em 12 horas por uma medida liminar. Informações da Agência Brasil.

REUNIÃO DE FERNANDO COM ACM NETO E AUGUSTO TEVE QUEBRA-PAU, AFIRMA SITE

Fernando quebrou pau em reunião com Neto e Augusto, segundo site.

Fernando quebrou pau em reunião com Neto e Augusto, segundo site.

O site Itabuna Notícias publicou nota com o que, de acordo com a publicação, ocorreu no encontro de Fernando Gomes com ACM Neto. O ex-prefeito de Itabuna teria sido, conforme a nota, traído pelo prefeito de Salvador e coronel do DEM baiano. Abaixo, a íntegra da nota do site.

A temperatura subiu no encontro que reuniu Fernando Gomes, Augusto Castro e ACM Neto, em Salvador, na segunda-feira (18), para, supostamente, se acertar o adiamento das convenções do DEM e do PSDB de Itabuna.

A reunião, na verdade, não havia sido marcada. E se estivesse, não teria essa finalidade. O que estava agendado era uma audiência de Neto com Fernando Gomes, que não gostou nem um pouco de ver Castro no gabinete do prefeito, justamente no horário da sua audiência.

Irritado com a estranha coincidência (?!), Fernando não deixou por menos e partiu pra cima de Augusto, perguntando o que o deputado fazia ali naquele momento.

Desajeitado e sem graça, Augusto nada respondeu. Foi o suficiente para aumentar a irritação de FG, que teria deixado o gabinete dizendo o seguinte a Neto: “fique com o seu partido”, numa alusão ao DEM.

Depois disso, claro, as convenções de FG e de Castro só podiam, mesmo, ser adiadas. Automaticamente…

Confira mais no site.

ILHÉUS: INDÚSTRIA DE MULTAS IGNORA CRISE E SEGUE COM PRODUÇÃO EM ALTA

Máquina de fazer dinheiro opera em alta em Ilhéus

Máquina de fazer dinheiro opera em alta em Ilhéus

A famosa e próspera indústria de multas de trânsito enfrenta a crise econômica sem se abater e com o desempenho em alta. Em Ilhéus, levantamento feito pelo vereador Fábio Magal, do PSC, chegou ao somatório do que a prefeitura arrecadou com multas de trânsito desde 2013: mais de R$ 7 milhões. “Os números da arrecadação são espantosos”, afirma o membro da Câmara.

O primeiro ano, quando o atual governo ainda se iniciava, foi apenas um ensaio, terminando com uma arrecadação de R$ 562.422,10. Mas, do segundo ano em diante, as máquinas foram azeitadas e a indústria passou a operar a pleno vapor. Resultado, a receita bombou em 2014, atingindo R$ 3.375.420,75, seis vezes mais que no ano de estreia da nova gestão.

Houve uma retração de 25% em 2015, quando a crise se agravou em todo o país, mas ainda assim com um ritmo de atividade muito bom, em comparação a outros setores da economia. Em 2016, somente nos seis primeiros meses, a fantástica fábrica de multas já acumula uma receita de R$ 1.368.508,92.

Apesar do sucesso dessa indústria, a população ilheense desconhece o retorno social de tanto dinheiro arrecadado. Para Fábio Magal, o “pote de ouro” poderia ser bem empregado na construção de uma ciclovia, o que é um sonho acalentado pela Associação Ilheense de Ciclistas.

Como o custo estimado é de R$ 650 mil por quilômetro, o montante amealhado pelos pardais ilheenses desde 2013 daria para construir uma ciclovia de 12 quilômetros. Aí sim a indústria poderia demonstrar que, além de ser um eficiente instrumento para fazer dinheiro, é também útil para a sociedade.

PREFEITURA FAZ NOVAS AUDIÊNCIAS DO PLANO DE SANEAMENTO

Audiência desta terça (19) reuniu vários segmentos no auditório do Ciso.

Audiência desta terça (19) reuniu vários segmentos no auditório do Ciso.

Por recomendação dos ministérios Públicos Estadual (MP-BA) e Federal (MPF), haverá nova rodada de audiências públicas para debater o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) de Itabuna. A primeira ocorreu nesta terça (19), no auditório do Centro de Integração Social (CISO), no bairro de Fátima.

As audiências complementares, abertas à participação de todos os cidadãos do município, estão sendo coordenadas pela Prefeitura de Itabuna, por meio da secretaria municipal de Planejamento e Tecnologia.

As demais audiências ocorrerão em outubro e novembro, sendo duas em cada mês. Até lá, também seguindo recomendação dos Ministérios Públicos, deverá ser reformulado o Conselho Executivo do PMSB, com inclusão de representantes dos movimentos sociais e entidades empresariais. Atualizado às 17h19min

CLODOALDO LOBO (1956-2016)

Durval Filho - diretor da Biblioteca Afrânio Peixoto - Foto Walmir Rosário (1)Durval Pereira da França Filho

 

Clodoaldo sonhou em escrever um livro a respeito de crítica de arte, principalmente sobre a memória do teatro baiano. Iniciou a pesquisa, mas ficou impossibilitado de dar continuidade em razão das dificuldades decorrentes de um transtorno bipolar que o levou a diversas crises e internamentos, e que foi se agravando ao longo do tempo.

 

Faleceu no dia 18 de julho de 2016, em Salvador, o jornalista e crítico teatral  José Clodoaldo Multari Lobo. Nascido em Canavieiras, em 26 de abril de 1953, era filho de Aurivaldo Lobo (Ten. Lobo) e Joselita Multari Lobo (D. Lalá). Realizou seus estudos fundamentais com a professora Florinda Barbosa (Filuzinha) e o ginasial no Colégio Estadual Osmário Batista, em Canavieiras.

Em 1967 foi para Salvador, onde fez o segundo grau no Colégio Severino Vieira, e logo depois ingressou na Faculdade de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia – UFBA, curso que concluiu em 1974, possivelmente.

Seu primeiro emprego foi na Fundação Cultural. Depois, no jornal A Tarde, oficialmente a partir de 1984, e onde permaneceu por um período de 18 anos, na qualidade de crítico cultural, tempo em que atuou também no Correio da Bahia. Em 1997, também foi homenageado através de publicação.

Tempos depois, Clodoaldo sonhou em escrever um livro a respeito de crítica de arte, principalmente sobre a memória do teatro baiano. Iniciou a pesquisa, mas ficou impossibilitado de dar continuidade em razão das dificuldades decorrentes de um transtorno bipolar que o levou a diversas crises e internamentos, e que foi se agravando ao longo do tempo.

Mas a ideia não morreu. O projeto foi levado adiante através dos seus amigos que deram continuidade ao pensamento de Clodoaldo, por meio de suas anotações a partir de 1988. Por seu relevante trabalho de crítica teatral, Clodoaldo foi mais uma vez homenageado em 2012, através do Prêmio Braskem de Teatro e, em 2013, seus textos, publicados no jornal A Tarde, foram recolhidos e organizados no livro Memória de uma Crítica Encantada editado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia.

A organização do trabalho foi da jornalista Nadja  Miranda, doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia, com incentivo da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através do secretário Professor Doutor. Antônio Albino Canelas Rubim (belmontense) e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), representada por sua diretora Nehle Franke e outros consagrados jornalistas, como Kátia Regina M. Borges, também professora e escritora; Luiz Marfuz, doutor em Artes Cênicas, diretor teatral e professor, e Marcus Gusmão.

O trabalho reúne críticas teatrais, um conteúdo que expressa aspectos da história recente do Teatro da Bahia, com o objetivo de promover a difusão de produções sobre crítica, mais especificamente aquela relacionada às artes baianas. Trata-se de destacada contribuição em favor do debate e do incentivo às questões da área teatral. Assim, o livro cumpre um dos papéis propostos pela série Crítica das Artes: resgatar produções de profissionais notórios, tornando-os referência daquilo que a crítica é capaz de fazer.

O lançamento do livro Memória de uma Crítica Encantada ocorreu em 02 de abril de 2014. A dedicatória que ele fez no meu exemplar está ilegível, porque a doença já havia deixado suas marcas cruéis. Este é o José Clodoaldo Multari Lobo que conhecemos, ou simplesmente Clodoaldo Lobo, considerado o maior jornalista crítico de teatro da Bahia, orgulho canavieirense. Não casou, não gerou filhos biológicos, porque as suas criações foram gestadas no intelecto.

Finalmente, foi vencido pela doença que o incomodou por muitos anos, deixando um vazio no cenário intelectual baiano.

Durval Pereira da França Filho é historiador e membro da Academia de Letras e Artes de Canavieiras (ALAC).

FRAUDE DO EMPRÉSTIMO RENDE ATÉ R$ 10 MILHÕES A QUADRILHA NA BAHIA, DIZ PF

Operação da PF ocorre em municípios baianos  (Foto Marcelo Camargo/A. Brasil).

Operação da PF ocorre em municípios baianos (Foto Marcelo Camargo/A. Brasil).

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (19), na Bahia, a Operação Ali Babá contra quadrilha responsável por aplicar golpes na Caixa Econômica Federal e em várias outras instituições financeiras no Estado da Bahia. Cerca de 140 policiais cumprem 25 mandados de prisão, 28 de busca e apreensão e 4 mandados de condução coercitiva.

Dos mandados de prisão, 10 são de preventivas e 15 de temporárias, cumpridos em Salvador, Feira de Santana, Seabra, Palmeiras, Monte Santo, Presidente Tancredo Neves e Remanso.

Segundo apurado durante as investigações, a organização criminosa operava desde 2006 e sua principal forma de atuação era através da constituição de empresas inidôneas, em nome de “laranjas”, com as quais eram obtidos empréstimos vultosos junto a diversas agências bancárias de vários bancos.

Após recebidos, os créditos jamais eram restituídos. O esquema também contava com pessoas especializadas no fornecimento de documentos falsos, que viabilizavam a constituição das empresas e a obtenção dos empréstimos fraudulentos.

Até o presente momento, foram identificadas 19 empresas envolvidas no esquema, mas suspeita-se que esse número seja muito maior. Só no ano de 2013, foram constatados prejuízos superiores a R$ 10 milhões.  Todos os envolvidos deverão responder por organização criminosa e estelionato.

CUBANOS DO MAIS MÉDICOS FICAM ATÉ AS ELEIÇÕES

Os profissionais cubanos do Mais Médicos, que estão  completando três anos de programa neste mês, ficarão no Brasil pelo menos até novembro, informou o Ministério da Saúde. As informações são de que o governo cubano aceitou que os profissionais da ilha fiquem no Brasil durante a Olimpíada e as eleições, estendendo por mais quatro meses a permanência dos médicos no país.

No entanto, além destes, outros profissionais do programa não deverão ficar mais de três anos no Brasil. Ainda não está acertado se, em novembro, Cuba enviará mais profissionais para substituir os que deixarão o país. O acordo foi feito entre o Ministério da Saúde, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e o governo cubano na última sexta-feira (15).

Quando o programa foi lançado, no dia 8 de julho de 2013, a previsão era que cada profissional clinicasse na atenção primária das redes municipais por até três anos. Em abril deste ano, a então presidenta  Dilma Rousseff estendeu o prazo mínimo por mais três anos, por medida provisória que agora tramita no Congresso Nacional para virar lei.

O objetivo da prorrogação do prazo de permanência dos médicos do programa é garantir que o atendimento não seja afetado durante a Olimpíada, nem no período eleitoral, quando os postos de saúde podem apresentar maior demanda. O governo brasileiro manifestou interesse em continuar com a cooperação, porém, ainda não há uma definição de Cuba quanto à permanência no acordo, nem de como as vagas serão ocupadas depois de novembro.

:: LEIA MAIS »








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia