WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





setembro 2016
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias





itao

ITABUNA: GRITO DOS EXCLUÍDOS SE TORNA “FORA, TEMER” E COBRA ELEIÇÕES DIRETAS

grito-itabuna-foto-pimenta2

(Fotos Pimenta)

(Fotos Pimenta)

Gestante protestou de um jeito diferente na Cinquentenário (Foto Pimenta).

Gestante na Cinquentenário (Foto Pimenta).

Centenas de estudantes secundaristas e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) lideraram manifestação por eleições nacionais diretas neste 7 de Setembro. A palavra de ordem de cerca de 600 estudantes, atividades e integrantes de movimentos sociais era “Fora, Temer”. Eles desceram a Avenida do Cinquentenário puxados por um carro de som.

No início do protesto, estudantes da Uesc se envolveram numa confusão com um grupo que defesa a separação do sul da Bahia do restante do Estado. O movimento separatista era liderado pelo radialista Elivaldo Cabral. Houve enfrentamento, com ofensas verbais e latinhas sendo lançadas contra o trio elétrico. A Polícia Militar precisou intervir, separando o trio do radialista do grupo “Fora, Temer”.

Ao contrário de anos anteriores, o Grito dos Excluídos deste ano foi liderado por um grupo composto por cerca de 50 estudantes, boa parte ligada ao Centro Acadêmico de História da Uesc. Abaixo, vídeo com a palavra de ordem no início do desfile e momentos após o confronto.

4 respostas para “ITABUNA: GRITO DOS EXCLUÍDOS SE TORNA “FORA, TEMER” E COBRA ELEIÇÕES DIRETAS”

  • Hermanus says:

    Tem gente que não sabe nem o do porque estão protestando.

  • itabunense says:

    Pronto..!! Temer vai deixar agora a presidência por conta de um bando de estudanteszinhos que deveriam estar produzindo conhecimento na universidade e estão alienados com esses partidos de esquerdas que os querem fazer de massa de manobra.
    Vão estudar cambada!! Façam valer os impostos que nos pagamos para lhe manter na universidade.

  • Saulo says:

    Não haviam somente estudantes da UESC, haviam estudantes da UFSB também. É importante destacar que a UFSB não pode ser invisibilizada e colocada a parte. Por ser uma instituição nova tem poucos estudantes, mas não deixa de participar ativamente da construção politica e social da cidade!

  • Lara Araújo says:

    Fomos as ruas, estamos em luta! Não acabou ontem, apenas começou….

    *Só uma informação a mais na notícia: Não estiveram presentes só estudantes da Uesc, mas estudantes do IFBA e da UFSB tbm, trabalhadoras e trabalhadores da região… O povo em gera

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia