WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










outubro 2016
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias






:: 29/out/2016 . 17:51

A CORRIDA ELEITORAL EM CONQUISTA

Da Coluna Tempo Presente, d´A Tarde

Muitos candidatos queixam-se das pesquisas eleitorais, por acharem que muitas delas, a serviço de quem paga, apresentam resultados ao modo do freguês.

Um dos grandes queixosos é Elmo Vaz (PSB), prefeito eleito de Irecê, que derrotou o prefeito Luizinho Sobral (PTN). Outro é Jairo Magalhães (PSB), de Guanambi, que derrotou o ex-governador Nilo Coelho (PSDB). Ambos se dizem vítimas.

No fim da campanha em Conquista foram divulgadas duas pesquisas, uma da Painel Brasil, assinada pelo estatístico Alexandro Teles de Oliveira, contratada pela Alves Quatro: dá Herzem Gusmão (PMDB) com 64,75% contra 35,25% de Zé Raimundo (PT).

Outra da Eleva, assinada pela estatística Cacoena Alves Santos, contratada pela rádio Metrópole: dá 48,91% para Herzem e 38,82% para Zé.

Embora a da Painel tenha ouvido 900 pessoas e a da Eleva 1.050, a discrepância dos números de Herzem são gritantes, exatos 15,75, bem acima da margem de erro de quatro pontos, embora ambas digam que têm 95% de índice de confiança.

Quem afere correção de pesquisa é a urna, mas os que se dizem prejudicados fiquem tranquilos: a literatura é farta em exemplos de gente que liderou todas as pesquisas e perdeu. O povo vota em quem quer.

MUTIRÃO DE CIRURGIAS ATENDE 600 PACIENTES NO SUL DA BAHIA

Secretário Fábio Vilas-Boas ouve pacientes em mutirão de cirurgias.

Secretário Vilas-Boas ouve pacientes em mutirão.

Pelo menos 600 cirurgias devem ser feitas no mutirão da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) em Ilhéus e em Itabuna. Os exames pré-operatórios foram concluídos neste sábado (29) para pacientes dos municípios do polo de Ilhéus. O mutirão atende a pacientes que serão submetidos a cirurgias de histerectomia, hérnia umbilical, hérnia inguinal, hérnia epigástrica e vesícula.

Neste sábado (29), o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, esteve em Ilhéus para acompanhar as atividades. “Nosso objetivo é eliminar a fila de cirurgias de média complexidade que se acumularam ao longo dos anos”. Os procedimentos serão realizados em hospitais conveniados ao SUS.

A dona de casa Luzia de Jesus, de Ilhéus, vai retirar um mioma. “O atendimento é ágil e essa é uma oportunidade de sair com a cirurgia marcada”, disse. O trabalhador rural Ailton Nascimento será submetido a cirurgia de vesícula. Esperou seis meses para realizar a cirurgia.

HOSPITAL DO CACAU

Em Ilhéus, Fábio Vilas-Boas também visitou as obras do Hospital Regional da Costa do Cacau. A estrutura física deve estar pronta até janeiro de 2017. “Com a instalação de equipamentos, pretendemos inaugurar o hospital no primeiro semestre de 2017”, disse o secretário.

:: LEIA MAIS »

MINISTROS DO TST REAGEM A DECLARAÇÕES DE GILMAR MENDES SOBRE JUSTIÇA DO TRABALHO

Ministros do TST reagem a declaração de Mendes (foto).

Ministros do TST reagem a declaração de Mendes (foto).

Ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) rebateram hoje (28) declarações do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a Justiça Trabalhista. Em carta enviada à presidente do Supremo, Cármen Lúcia, 18 ministros afirmam que Mendes agiu de modo “desprimoroso e preconceituoso”.

Durante palestra proferida na semana passada, Gilmar Mendes disse que o TST “desfavorece as empresas em suas decisões”. Mendes disse também que há aparelhamento da Justiça do Trabalho por “segmentos do modelo sindical”.

No documento, os ministros da Justiça do Trabalho manifestam “desconforto profissional e pessoal” com as declarações e repudiam as falas de Gilmar Mendes sobre parcialidade das decisões do tribunal.

De acordo com a carta, os ministros “creem que palavras mediante as quais se busque amesquinhar e depreciar a atuação do Tribunal Superior do Trabalho não apenas não tornam melhor quem as profere, como também em nada elevam e em nada edificam as instituições”.

A manifestação de repúdio foi assinada pelos ministros João Oreste Dalazen, Barros Levenhagen, Aloysio Corrêa da Veiga, Lelio Bentes, Luiz Philippe de Mello Filho, Caputo Bastos, Márcio Eurico Amaro, Walmir da Costa, Maurício Godinho, Kátia Arruda, Augusto César de Carvalho, José Roberto Freire Pimenta, Delaíde Arantes, Hugo Scheuermann, Alexandre Belmonte, Cláudio Brandão, Douglas Rodrigues e Maria Helena Mallmann. Informações d´Agência Brasil.

UBATÃ: MPF QUER PENA MAIS DURA E PRISÃO PARA EX-PREFEITO EDSON NEVES

MPF quer pena mais dura contra Edson Neves (Foto Ubatã Notícias).

MPF quer pena mais dura contra Edson Neves (Foto Ubatã Notícias).

O Ministério Público Federal (MPF) em Jequié (BA) entrou com recurso contra decisão da Justiça Federal que condenou por crime de responsabilidade Edson Neves da Silva, ex-prefeito do município baiano de Ubatã, no sul da Bahia. O órgão requer o aumento do tempo de reclusão e a imposição do regime fechado para o início de cumprimento da pena privativa de liberdade.

A sentença de 25 de agosto condena o ex-gestor à pena de quatro anos e seis meses de reclusão, com início em regime semiaberto, e ao pagamento de 90 dias-multa, com valor de duas vezes o salário mínimo. Segundo o recurso do MPF, a graduação em Direito, a atuação como advogado e a experiência política de Edson Neves possibilitaram que o réu tivesse maior consciência de suas condutas ilícitas, o que deve ocasionar o aumento da pena.

O MPF considera, ainda, que o regime fechado deve ser definido como o inicial no cumprimento da pena, em razão de a pena ser superior a quatro anos e as circunstâncias judiciais serem desfavoráveis, conforme o Código Penal e a Lei de Execução Penal.

“A pena do acusado passou de quatro anos de prisão, de maneira que deverá ser fixado como regime inicial de cumprimento da pena privativa de liberdade o regime fechado, tendo em vista que além da quantidade da pena aplicada, devem ser levadas em consideração as circunstâncias judiciais do art. 59 do CP no momento de fixação do regime inicial de cumprimento da pena privativa de liberdade”, explica o MPF no recurso.

No documento, o MPF aponta a gravidade dos atos do ex-prefeito tendo em vista a precariedade da área educacional no município, comprovada por um dos menores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do país. “As consequências práticas do desvio de recursos públicos em Ubatã podem ser visualizadas ao se observar o Ideb, 8ª série/9º ano, daquele município, nos anos de 2009 e 2011, quando o réu era prefeito de Ubatã: 2.0 e 2.6, de 5,0 pontos possíveis, dois dos menores índices da Bahia e do Brasil”, afirma o MPF.

DESVIO DE VERBA

O MPF ajuizou ação contra Edson Neves pelo desvio, em 1996, de R$235.381,00 em verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que deveriam ter sido destinadas à construção de uma escola no município. De acordo com a ação, o ex-prefeito alegou que o recurso foi utilizado na construção da Escola Bom Jesus e que “trouxe ótimos resultados para a população infantil da municipalidade”. Porém, segundo o MPF, o Tribunal de Contas da União concluiu que a verba não foi utilizada nem para a construção da escola e nem para qualquer outro projeto público, atestando o desvio dos recursos.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia