WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





janeiro 2017
D S T Q Q S S
« dez   fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias





itao renato piaba


ITABUNA GERA NOVOS EMPREGOS EM 2016; ILHÉUS FECHA 1,1 MIL POSTOS DE TRABALHO

Oportunidades na área de telemarketing puxaram resultado positivo (Foto Reprodução).

Oportunidades na área de telemarketing puxaram resultado positivo (Foto Reprodução).

Puxado pelos setores de serviços e indústria de transformação, Itabuna fechou 2016 com saldo positivo de empregos com carteira assinada. O município criou 165 novos postos de trabalho no período, de acordo com o Ministério do Trabalho. O cenário difere de 2015, quando houve corte de 1.788 vagas de emprego.

O setor de serviços criou 803 novas vagas, maior saldo em 2016, seguido pela indústria de transformação, com 449 novos postos de trabalho. A área de serviços poderia fechar o ano ainda melhor se não fosse dezembro, porém encerrou com saldo negativo de 157 vagas.

Individualmente, a empresa campeã em geração de novos empregos no ano passado foi a Tel Centro de Contatos, empreendimento da área de call center que começou a se instalar em Itabuna no segundo semestre de 2015. A Tel abriu cerca de 1,3 mil empregos somente em 2016 em suas bases na região do São Caetano e na Avenida J.S. Pinheiro.

Reflexo ainda da crise na economia nacional, o comércio itabunense fechou 592 postos de trabalho. Nos últimos dois anos, este setor cortou 1.097 vagas de emprego com carteira, sendo 505 em 2015.

Outros setores também fecharam 2016 com saldo negativo – construção civil (-272) e agropecuária (-186).

Encerrar 2016 no azul no item geração de empregos faz com que Itabuna se insira em grupo de poucos municípios baianos que conseguiram este feito no período. Juazeiro criou mais de 1,9 mil empregos no ano passado. Além deles, Eunápolis também encerrou período no azul, conforme levantamento feito pelo PIMENTA.

ILHÉUS CORTA 1,1 MIL EMPREGOS

empregoO desempenho da economia ilheense no ano passado foi em direção oposta à de Itabuna. Houve corte de 1.143 vagas com carteira assinada. No período de 12 meses, o segundo maior município sul-baiano gerou 6.980 empregos e registrou 8.123 desligamentos.

Todos os principais setores da economia de Ilhéus fecharam no negativo, com destaque para a área de serviços, com o saldo negativo de 495 vagas.

O comércio fechou 177 postos de trabalho e a indústria cortou outros 174. A indústria, que sempre teve forte peso no Produto Interno Bruto (PIB) ilheense, apresentou saldo negativo de 111 vagas.

A retração no setor industrial na Terra de Gabriela nos últimos 10 anos fez com que Itabuna a ultrapassasse em relação ao PIB.

DESEMPENHO DOS 15 MAIS POPULOSOS DA BA

Juazeiro | + 1.956 vagas

Eunápolis | + 336 vagas

Itabuna | + 165 vagas

Porto Seguro | -78 vagas

Jequié | -308 vagas

Santo Antônio de Jesus |-521 vagas

Teixeira de Freitas | -586 vagas

Vitória da Conquista |  – 1.080 vagas vagas

Ilhéus | -1.143 vagas

Barreiras | -1.347 vagas

Simões Filho | -1.699

Camaçari | -5.437 vagas

Feira de Santana | -5.924 vagas

Lauro de Freitas | -13.918 vagas

Salvador | -25.000 vagas

1 resposta para “ITABUNA GERA NOVOS EMPREGOS EM 2016; ILHÉUS FECHA 1,1 MIL POSTOS DE TRABALHO”

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia