WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Postos Universal - banners blogs vertical (2)

banner-site-150x300px

jamile_yamaha

sintesi17

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias

itao vog torres do sul ftc

UNIDADE DEMOCRÁTICA: CAMINHO PARA SUPERAÇÃO DAS CRISES

rosivaldo-pinheiroRosivaldo Pinheiro | rpmvida@yahoo.com.br

 

A melhor saída para estabelecermos um novo momento para o Brasil seria uma nova eleição, mas essa saída não permitiria sobrevida para a maioria das atuais lideranças nacionais, que constroem na calada dos bastidores uma eleição em lista, caminho protetivo para escaparem do julgamento sumário dos eleitores.

A mais recente delação de Marcelo Odebrecht colocou mais lenha na fogueira em que hoje está a política brasileira. Vivemos um momento de muita agitação, instabilidade institucional e uma crise econômica de grande repercussão na vida das famílias. Saímos divididos das urnas da última eleição presidencial e as forças opositoras decidiram que aquele era o melhor momento para criar resistência à governabilidade da presidente reeleita.

Com a agenda de obstáculos então imposta nas Casas Legislativas, no mercado financeiro e em outros setores, como parte da mídia, houve a tomada do controle político do país por essa coalizão, a união Cunha, Aécio e Temer construiu as pautas bombas, até chegarem à tese das pedaladas fiscais, que dias depois do impeachment foi “regularizada” num circo nacional. Deram o golpe de mestre.

O desejo de extirpar a corrupção acabou sendo o pano de fundo para levar parcela significativa da população às ruas. Uma ofensiva política e midiática construiu o senso comum de que a causa e o efeito de todos os males nacionais era o PT, partido hegemônico, que liderava as forças que comandavam o governo central há 12 anos e que tem alguns nomes inseridos na corrupção. O resultado desse processo, todos sabemos, além da queda da presidente, foi termos nossas maiores empresas atingidas, produzindo uma massa de desempregados que, segundo o Dieese, passam de 13,5 milhões de pessoas.

Os autores da tese para chegarem ao poder se deleitam no governo central sem apresentar uma saída para a crise. Ao contrário, diante da crise política que virou crise econômica, eles tentam modificar a estrutura de Estado, construída a partir da Constituição de 1988 e ampliada pelas políticas públicas de inserção socioeconômica implantadas no ciclo do PT.

Esse esforço trouxe de volta as políticas neoliberais e a tese do estado mínimo, programa diferente à escolha que o povo fez nas urnas. Por outro lado, a Operação Lava Jato, por mais que sofra críticas de ser seletiva, não pode ser paralisada, e os que antes atacavam o governo, usando a bandeira de combate à corrupção, se vêm agora expostos e citados nas delações. A extensão da crise política não fora dimensionada pelos idealizadores do impeachment.

Na saga pelo poder, pensaram que uma vez tomando posse do Planalto conseguiriam afogar a Lava Jato. Erram duplamente: esqueceram-se de mensurar as novas ferramentas (redes sociais) que retroalimentam e pressionam as instituições a seguirem em frente no cumprimento dos seus papéis, e a perda de apoio popular em função das medidas de retiradas de direitos.

A melhor saída para estabelecermos um novo momento para o Brasil seria uma nova eleição, mas essa saída não permitiria sobrevida para a maioria das atuais lideranças nacionais, que constroem na calada dos bastidores uma eleição em lista, caminho protetivo para escaparem do julgamento sumário dos eleitores.

Rosivaldo Pinheiro é economista e especialista em Planejamento de Cidades pela Uesc.

4 respostas para “UNIDADE DEMOCRÁTICA: CAMINHO PARA SUPERAÇÃO DAS CRISES”

  • De quem escreve nem precisa ler conteúdo,pelos quais ideias do autor são expostas pensamentos cuja palavra-chave nova eleição, retóricas pelas quais são defendidas por serem defenestrados do poder,pelo contrário defenderia até a morte permanecer até o fim e garantir lutando contra tudo e contra todos para permanecer no poder.

    Mesmo perdoando dívida de países africanos governados por ditadores pelos quais o PT e os comunistas perdoaram as dívidas dos devedores do Brasil,somando vão mais de 5 bilhões de dólares.

    A turma dos comunistas e PT doaram pra Cuba mais de 2 bilhões de dólares pedido ou melhor ordenando Hugo Chaves construir em Cuba um Porto Marítimo,dinheiro do Brasil.

    Sustentou a Venezuela mandando Carne e o Brasil o povo passa fome,cujo navio virou e 5 mil bois se afogaram no mar,a imprensa nem divulgou tanto,a Bolívia confiscou a refinaria da Petrobras neste País,o PT e comunistas se calaram.

    Destruição da Petrobras,Banco do Brasil,Correio,Bancoc cooperativa administrada
    pelos comunistas e PT quebraram ou melhor roubaram todo dinheiro,todo mundo da CUT estão rico,segundo João Vaccari,o mesmo disse “abrir a boca morre”igual Celso Daniel.

    Lula sinônimo de doente mental ou ladrão e os comunistas? Só sei que apoiaram integral a prostituição do Brasil e até a vassoura de bruxa aqui em Itabuna e região,a democracia que o autor acima refere é a mesma que Bóris Gasoy foi demitido da Record pedido do PT,por está falando mau do governo após o mensalão.

    Qual democracia,qual eleição? Poderia situar algum país comunistas que tem eleição? Uma vez o autor do anunciado disse,ele disse assim”Lula nunca deve perdoar dívida dos fazendeiros de cacau e apelidou os produtores de cacau de gigolôs”.

    Este comentarista queria saber: como chamaria aqueles que foram perdoados suas dívidas com o Brasil,foram (9) nove países,como chamaria Cuba cuja doação de dois bilhões de dólares dinheiro do povo brasileiro pra construir porto Mariel.

    Como chamaria o que Lula fez,enricou toda família,agregado e uma legião de seguidores,enfim,quebrou o Brasil e prostituiu o mesmo e Impeachment tá na lei
    e e se não sofresse impeachment o mesmo diria pra saída era uma nova eleição?

    Existe leitura que nos enriquece,mas existe leitura que nos empobrece igual um
    conteúdo de comunista,Amado Batista,tendo boa fé,abria a biblioteca aos “intelectuais” comunistas e o mesmo foi preso torturado e se arrependeu por ser
    amigos do mesmo.

    Queria derrubar a ditadura no Brasil pra impor outra pior igual a Cuba,o que já vai mais de seis décadas e o Brasil só foi duas décadas,é essa eleição que os comunistas as defendem,Show Satanás!

  • Messias disse:

    Admiro muito Rosivaldo um homem com muito capacitado para gerência muitas coisas em Itabuna esse eu confio, competente e honesto, digno de respeito.

  • Revoltado disse:

    “DEMOCRACIA”! Caminho mais fácil dos bandidos manipular os incautos e chegarem ao poder e sacane…a nação! Basta!
    Chega de enganação!!!

  • José Eduardo Amorim disse:

    Esse pedido de novas eleições é feito por Lula, para ser candidato antes de ser preso. Vergonha!

Deixe seu comentário

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia