Obras do Teatro foram paralisadas em outubro de 2006 (Foto Pedro Augusto).

Obras do Teatro foram paralisadas em outubro de 2006 (Foto Pedro Augusto).

Adequações no projeto de construção do Teatro Municipal de Itabuna foram avaliadas, hoje (19), pelos arquitetos Eduardo Carlos Magno, Leila Lessa e Matheus Esquivel, além do prefeito Fernando Gomes. A obra será executada com recursos do Governo Estadual. A obra está paralisada desde o final de outubro de 2006.

Fernando observa projeto acompanhado dos arquitetos Leila Lessa, Esquivel e Magno (Foto Pedro Augusto).

Fernando observa projeto acompanhado dos arquitetos Leila Lessa, Esquivel e Magno (Foto Pedro Augusto).

Projetado para 704 lugares, o teatro deverá ter palco de 600 metros quadrados. O prefeito ressaltou a participação do autor do projeto, Eduardo Magno, na revisão do projeto.

– As mudanças no projeto são necessárias e naturais em decorrência das inovações tecnológicas, bem como de mudanças na legislação e nas normas técnicas de segurança – ressaltou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Patrick Monteiro.

A revisão do projeto será necessária, de acordo com o autor, devido ao tempo da elaboração do projeto e de mudanças na legislação ambiental, de segurança e de acessibilidade. Eduardo Carlos, conforme a prefeitura, condenou as plataformas metálicas corroídas pela ferrugem e solicitou uma revisão da estrutura metálica das vigas.

O projeto será reavaliado neste final de semana, segundo o autor, a fim de apontar opções de acessibilidade, aumento do número de banheiros e alteração no sistema de sonorização.