Operação da Polícia Civil envolveu mais de 130 homens (Foto O Tempo).

Operação da Polícia Civil envolveu mais de 130 homens (Foto O Tempo).

A polícia civil ainda continua as diligências para prender o principal líder do tráfico de drogas em Camacan, no sul da Bahia. Emisson Ribeiro da Silva, o Erê, é considerado foragido e suspeita-se que ele esteja na região de Porto Seguro, no extremo-sul. Desde a última terça, uma megaoperação já prendeu 21 suspeitos de tráfico no município. A Operação Kamacan combate tráfico de drogas, homicídios e roubos na região.

O delegado Francesco Denis Santana, titular da DT/Camacan, informou que as diligências estão em andamento e visam cumprir 30 mandados de busca e apreensão e de prisão.

Até o momento foram apreendidos 13 celulares, notebooks, documentos de veículos, anotações do tráfico, cartões de banco, pen drives, folhas de cheques com valores entre R$ 550 e R$ 1,1 mil, a quantia de R$ 7,45 mil, em espécie, e uma espingarda de cano serrado, municiada.

Os presos já foram encaminhados ao sistema prisional. Além da equipe da DT/Camacan, participam da ação os efetivos da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), 7ª Coorpin/Ilhéus, 23ª Coorpin/Eunápolis, Departamento de Polícia do Interior (Depin) e Superintendência de Inteligência (SI).

Entre os presos estão Edilson Rocha de Carvalho, Heberth Gomes Santos, o ‘Rebe’, Sávio Nascimento Leal, Sônia de Jesus Santos, Thacizio Victor Macedo Mota, Fábio Tarcísio Esteves Figueredo, o ‘Fábio Cabeção’, Almir Andrade dá Silva, o ‘Bureco’, Karen Laís Jesus Monteiro e Paulo Ricardo Santos Rezende, o ‘Paulinho’, preso em Porto Seguro.

Também foram presos Josevaldo Gomes Santos, Marcos Ricardo Santos Rezende, o ‘Galego’, José Benício de Jesus da Silva, Herlan de Assis Silva, Cassiano Souza Santos, Erenilson Flora dos Santos, o ‘Paulista’, Erivelton Moreira Resende, o ‘Bolo’, Welisson Oliveira Silva, o ‘Nego Leo’, Leonardo da Silva Nascimento, o ‘Dadinho’, David de Jesus Araújo, Givanildo Santos da Silva e Gilenildo Santos Silva.