Maurino (à esquerda) confessou ter matado João da Mercearia.

Maurino (à esquerda) confessou ter matado João da Mercearia.

Investigadores da Polícia Civil em Ilhéus prenderam, hoje (13), Maurino Sipriano dos Santos, acusado de matar João Batista Moreira da Silva, João da Mercearia, de 51 anos. Maurino foi preso em Aurelino Leal, no sul da Bahia, e encaminhado para a Delegacia de Ilhéus.

João da Mercearia, que foi candidato a vereador de Ilhéus pelo PSL, estava conversando com uma mulher, quando sofreu golpes de faca, desferidos por Maurino. Ele confessou o crime à polícia e alegou ciúmes.

A vítima chegou a ser levada com vida para o Hospital Geral Luiz Viana Filho, mas faleceu pouco tempo depois de chegar à unidade médico-hospitalar. O crime foi cometido em 29 de maio passado.