"Peri da Pituba" com a camisa do Botafogo || Foto Reprodução

“Peri da Pituba” com a camisa do Botafogo || Foto Reprodução

Revelado pelo Itabuna, o ex-jogador Perivaldo, ídolo do Botafogo do Rio na década de 80, faleceu na madrugada desta quinta-feira (27), aos 64 anos. “Peri da Pituba”, como ficou conhecido em sua passagem pelo Bahia na década de 70, estava internado no Hospital Universitário Gafree e Guinle, no Rio de Janeiro, há uma semana, para se tratar de uma pneumonia, porém na resistiu.

A morte do ex-lateral direito, nascido Perivaldo Lúcio Dantas foi comunicada pelo time carioca. “O Botafogo decreta luto e solicitará um minuto de silêncio na partida de sábado, contra o São Paulo, no Estádio Nilton Santos (como o time carioca se refere ao Engenhão). O clube presta solidariedade a familiares e amigos neste momento difícil”, informou a Estrela Solitária em nota oficial.

Além de Itabuna, Bahia e Botafogo, Peri teve várias oportunidades na Seleção Brasileira, convocado por Telê Santana. Também atuou pelo São Paulo, Bangu e o sul-coreano Yukong Elephants. Também atuou pelo Ferroviário e Palmeiras.

PERI DA PITUBA

O apelido Peri da Pituba ficou consagrado na década de 70, quando o jogador revelado pelo Itabuna era uma das estrelas do time do Bahia. Um dos companheiros de time daquela época, Sapatão revelou o porquê do apelido numa entrevista ao jornal A Tarde em 2013.

– Na época, quem morava na Pituba (Salvador) era a elite. O Peri sempre gostava de ostentar. Aí, dizia isso: sou da Pituba.

O ÍDOLO,  A MENDICÂNCIA EM LISBOA

Há quase quatro anos, Peri voltou a ser notícia nacional ao ser descoberto morando nas ruas de Lisboa, em Portugal. A família o resgatou e ele passou a residir no Rio de Janeiro – exigência que fez para retornar ao país.

O drama de Peri foi mostrado numa reportagem do Fantástico (Rede Globo) em novembro de 2013. Marcelo Sampaio Dantas, filho do jogador, mostrou-se surpreso com a realidade vivida pelo pai em Portugal. Disse tê-lo visitado e Peri vivia em condições dignas.

O resgate das ruas de Lisboa e a vida para o Brasil foi por obra do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro.

Abaixo, confira a íntegra da nota de pesar emitida pelo Botafogo.

NOTA DE PESAR

Com imenso pesar e tristeza, o Botafogo de Futebol e Regatas lamenta o falecimento de Perivaldo, o Peri da Pituba, ex-jogador do clube. Ele morreu aos 64 anos, na madrugada desta quarta-feira, vítima de pneumonia, no hospital onde estava internado.

O Botafogo decreta luto e solicitará um minuto de silêncio na partida de sábado, contra o São Paulo, no Estádio Nilton Santos. O clube presta solidariedade a familiares e amigos neste momento difícil.

Revelado pelo Bahia, Perivaldo teve seu melhor momento na carreira, onde atuou no fim da década de 1970 e no início da décado de 1980, chegando à Seleção Brasileira e disputando a Copa do Mundo de 1982.

Botafogo de Futebol e Regatas