Edson Valdir foi preso em fazenda mineira || Foto SSP-BA

Edson Valdir foi preso em fazenda mineira || Foto SSP-BA

Braço-direito da traficante Jasiane Silva Teixeira, a Dona Maria, a dama de Copas do Baralho do Crime da SSP e líder de uma quadrilha que age no sudoeste baiano, Edson Valdir Souza Silva, o “Valdir”, foi identificado pela polícia como o autor dos cinco homicídios ocorridos, na terça-feira (25), em Maiquinique. Valdir conseguiu fugir ao cerco das polícias da Bahia e de Minas, ontem (28).

De acordo com o delegado Roberto Júnior, coordenador regional, as investigações empreendidas pela Coorpin e pela Delegacia Territorial (DT), de Maiquinique, revelaram que as mortes foram motivadas pela disputa do comércio de drogas na cidade, localizada na região de Itapetinga. As vítimas teriam vendido os pontos de comercialização de drogas para a quadrilha de Valdir, mas descumpriram o acordo, permanecendo com os pontos nas mãos.

Jasiane, a Dona Maria, espalha terror na região de Vitória da Conquista.

Jasiane, a Dona Maria, espalha terror na região de Vitória da Conquista.

Na manhã desta sexta-feira (28), uma operação foi deflagrada para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão na fazenda de Valdir, localizada no município de Jordânia, em Minas Gerais (MG). O local estaria sendo utilizado como esconderijo da quadrilha, mas os criminosos já haviam fugido.

Um dos integrantes, conhecido como “Gudan”, chegou a entrar em confronto com guarnições da Polícia Militar e acabou morto. Ele estava armado com uma pistola ponto 380. Outros dois, Maicon Campos Oliveira, o “Maiquinho”, e Uathila Silva Santos, o “Sapinho, conseguiram fugir.

A operação contou com a participação de policiais da 21ª Coorpin/Itapetinga, da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI), do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Departamento de Inteligência Policial (DIP) e 10ª Coorpin, DTE e DH, todas de Vitória da Conquista, além de policiais civis e militares de MG. Atualizado às 17h38min.