(Reprodução)

(Reprodução)

As mudanças no sistema Zona Azul, impostas pelo prefeito Fernando Gomes por meio de decreto, geraram reações contrárias de vários setores da sociedade. Fernando já acena com a possibilidade de mudanças. Enquanto isso não ocorre, movimentos sociais fazem protesto.

O Sindicato dos Comerciários de Itabuna, por exemplo, já anunciou o início de coleta de assinaturas para que o prefeito revogue o Decreto 12.626, publicado em 19 de julho e já em vigor desde a última segunda (7). O início da coleta de assinaturas, de acordo com a diretoria do sindicato, será nesta sexta (11), na Praça Adami.

“Nossa expectativa é que o bom senso prevaleça e o decreto seja revogado o mais rápido possível, pela saúde do comércio de Itabuna, principal responsável pela economia de nossa cidade”, informa o sindicato por meio de nota. As medidas vão de multas administrativas (R$ 102,68) a infração (R$ 195,23) e perda de cinco pontos na carteira de habilitação.

O prefeito Fernando Gomes, de acordo com vereadores, já acenou com um possível abrandamento das multas, esticando prazo para pagamento das mesmas. A oficialização dos termos de um novo decreto deverá ocorrer até amanhã. Contra as mudanças, o Ministério Público Estadual (MP-BA) acionou o município na Justiça.