WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 16/ago/2017 . 21:27

ILHÉUS GANHA CENTRO DE EDUCAÇÃO DO CHOCOLATE NELSON SCHAUN

Filha de jornalista agradece homenagem ao pai.

Filha de jornalista agradece homenagem ao pai||Foto Claudionor Júnior.

A Secretaria da Educação do Estado transformou o Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP), em Ilhéus, no Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate Nelson Schaun (1901-1968).

A denominação de CEEP do Chocolate Nelson Schaun homenageia o escritor ilheense e educador de gerações, com o objetivo de agregar valor histórico à instituição de ensino.  Emocionada pelo reconhecimento do legado deixado pelo pai, a jornalista Socorro Schaun foi recebida pelo secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, em Salvador.

Ela fala, com gratidão, sobre a iniciativa da Secretaria. “Até agora estou sem palavras para descrever a minha emoção com esta homenagem, depois de 49 anos da morte de meu pai. O sentimento é de congratulação e de agradecimento à Secretaria da Educação, por este reconhecimento a uma figura com quem convivi por apenas 17 anos, mas que me deixou um grande legado de vida”, conta.

Dentre os feitos do escritor e educador Nelson Schaun, na área da Educação, destacou-se uma ação voltada ao combate do analfabetismo, por meio da campanha ABC. Ele, inclusive, foi um dos idealizadores e fundadores da Academia de Letras de Ilhéus, em 1959, da qual era membro de destaque.

Como jornalista, defendeu causas sociais em todo o Território Litoral Sul e foi defensor da agregação de valor ao cacau e do uso do fruto na alimentação local/territorial.

NOVOS CURSOS

A Secretaria de Educação informou que, mais do que a mudança de nomenclatura, a alteração visa à oferta de novos cursos e de maiores oportunidades para os jovens e trabalhadores da região cacaueira, no eixo de Produção Alimentícia, trabalhando com a cadeia do cacau, polpas e doces. O Centro tem 1.602 estudantes matriculados.

Antes de ser um Centro Estadual de Educação Profissional, a unidade escolar era denominada de Colégio Estadual de Ilhéus, mais conhecido como Colégio Estadual do “Malhado” e foi transformado em CEEP em 2009. Com o CEEP, o Estado passou a ofertar os cursos vinculados aos eixos tecnológicos Produção Industrial; Gestão e Negócios; Turismo, Hospitalidade e Lazer.

CACAU PROTÁSIO: O HUMOR ME ENCONTROU

CACAU PROTÁSIO EM ILHÉUS - INSTAGRAM

Karoline Vital

Enquanto Cacau Protásio publicava um vídeo dos presentes que recebeu dos fãs de Ilhéus em seu perfil do Instagram, eu procurava me situar na realidade para iniciar minha missão. Sob o olhar fulminante da produtora, que controlava a duração da conversa a fim de não atrasar o início do espetáculo. Tentei, ao máximo, manter a objetividade em pouco mais de 10 minutos.

Em seu primeiro monólogo, Deu a louca na Branca, Cacau Protásio desconstrói a figura clássica dos contos de fada dos Irmãos Grimm e transformada em pop-star por Walt Disney, sendo a primeira princesa a ter o nome estampado na Calçada da Fama de Hollywood.

Deu a louca na Branca apresenta o lado humano da personagem, revelando como é possível se divertir mesmo fora dos padrões impostos pela mídia ou convenções sociais. Negra, acima do peso, periférica, a Sebastiana assume o arquétipo da Branca de Neve, dando o seu tom particular.

A ideia para a peça surgiu após Cacau Protásio desfilar na comissão de frente da escola de samba União da Ilha, caracterizada de Branca de Neve, no carnaval de 2015. Uma semana antes do episódio, o autor Cacau Hygino havia começado a escrever a peça e convidou a atriz para dar vida à personagem irreverente. E, através da WB Produções, do Espírito Santo, o espetáculo virou realidade, conseguindo captar recursos por meio de lei de incentivo no tempo recorde de seis meses.

Com muito bom humor, o texto de Cacau Hygino demonstra a liberdade de poder ser quem você deseja, independente da imagem construída pelos outros. A atuação de Cacau Protásio, dirigida por Regiana Antonini, pontua os contrastes entre a ludicidade e a carnalidade, por meio de uma performance dinâmica, seguindo arte clownesca, em que o humor físico se sobressai, possibilitando um riso universal.

Ilhéus foi a terceira cidade da primeira turnê de Deu a louca na Branca. A estreia nacional, em julho deste ano, ocorreu em Vitória (ES). A peça também passou por Curitiba (PR) e segue para Teresina (PI). Nas terras sul-baianas, a produção local ficou a cargo da Fase Produtora. As três sessões no Teatro Municipal de Ilhéus tiveram casa cheia e, ao final de cada apresentação, a atriz fez questão de atender os fãs, retribuindo todos os carinhos – apesar da produtora…

Cacau Protásio fala de carreira e comédia || Foto Janderson Pires

Cacau Protásio fala de carreira e comédia || Foto Janderson Pires

Eis a entrevista feita para o PIMENTA.

Como está sendo a experiência do primeiro monólogo?

Está sendo maravilhoso, graças a Deus. É muito bom você fazer um espetáculo de uma hora e ver que as pessoas conseguem se divertir, interagir, conseguem rir com você. É um presente de Deus, eu só tenho a agradecer. Eu só tenho recebido mensagens positivas e muitas gargalhadas, que é isso que a gente gosta de receber do público.

E o desafio de ressignificar personagens do universo infantil para o público adulto?

Apesar de sempre frisarmos que não se trata de um espetáculo infantil, tem mães que trazem crianças. Eu faço coisas que só adultos entendem. As crianças não veem malícia, elas veem o colorido, uma Branca de Neve diferente. Pois sempre é apresentada uma Branca de Neve magra e branca e agora as crianças estão vendo uma Branca de Neve negra e gorda e estão aceitando.

______________

A minha cena mais conhecida da novela, que foi eu fazendo a Dança do Amendoim, foi numa época em que Avenida Brasil estava num período tenso e a diretora falou para mim “Cacau, você é a única que pode fazer graça nessa casa”.

______________

 

Sua formação não é de uma atriz de humor. De que maneira chegou a esse universo?

O humor me encontrou. Não fui eu que encontrei o humor. Quando eu fui chamada para fazer a novela Avenida Brasil, eu já tinha feito uma outra que não tinha tanta graça. Em Avenida Brasil, eu fui um gatinho jogado no meio de leões e fui recebida muito bem. E eu entrei por um caminho de humor que nem eu sabia que fazia graça. A minha cena mais conhecida da novela, que foi eu fazendo a Dança do Amendoim, foi numa época em que a novela estava num período tenso e a diretora falou para mim “Cacau, você é a única que pode fazer graça nessa casa”. Então, (a empregada Zezé da vilã Carminha) era a personagem mais leve, mais brincalhona. E foi aí que o humor me descobriu, tanto que a direção do Vai que Cola (Multishow) me chamou depois da Zezé. E é maravilhoso eu ser mulher, estar com 40 anos e poder fazer o meu primeiro monólogo, fazendo com que as pessoas se divirtam. Eu sou muito grata a Deus por me dar esse dom, por ouvir de várias pessoas “você me tirou da depressão”. Mas foi mais um que Deus salvou, pois não sou eu que salvo, eu sou um instrumento.

No Vai que Cola, por ser num canal fechado, você consegue manter a liberdade do humor que tem no teatro?

Lá no Vai que Cola a gente faz o que a gente quiser, é a nossa casa. Óbvio que tem um diretor que está lá para amarrar, tem um roteiro, mas a gente é muito livre para brincar. No Vai que Cola nós temos uma plateia, é uma peça de teatro diária. Em televisão, a gente só tem o retorno do público depois de um mês que a novela vai ao ar. E, no teatro, é ali, no momento, é o agora.

______________

Eu falo que, se eu morrer amanhã, eu fui feliz até hoje, pois realizei todos os meus sonhos.

______________

Quais são os projetos atuais e futuros?

Eu gravo o Vai que Cola durante a semana, no Rio de Janeiro, e viajo com a peça Deu a louca na Branca nos finais de semana. Eu quero que a “Branca” tenha vida longa, que todos se divirtam com ela, e levá-la ao mundo inteiro. Em janeiro de 2018, eu estreio o filme Os farofeiros com Maurício Manfrini, o Paulinho Gogó, e estou divulgando o livro de crônicas Gordelícias, que escrevi com a Fabiana Carla, Mariana Xavier e Simone Gutierrez.

Com esses projetos no teatro, na televisão e no cinema, está conseguindo se realizar?

Eu falo que, se eu morrer amanhã, eu fui feliz até hoje, pois realizei todos os meus sonhos.

CAIXA FECHARÁ GERÊNCIAS DE GOVERNO DE ITABUNA E BARREIRAS, DENUNCIA UPB

Prédio onde funciona a superintendência da Caixa em Itabuna (Foto Pimenta).

Itabuna vai perder gerência da GIGOV para Vitória da Conquista || Foto Pimenta

A União dos Municípios da Bahia (UPB) denuncia que a decisão equivocada do Governo Federal de extinguir serviços oferecidos pela Caixa Econômica da Caixa vai prejudicar moradores de cerca de 200 municípios das regiões sul, extremo sul e oeste da Bahia.

Segundo a entidade, entre as medidas previstas está a transferência das Gerências Executivas de Governo (GIGOV) de Itabuna e Barreiras para Vitória da Conquista. O GIGOV é responsável pelo relacionamento com instâncias de governo em municípios e estados.

De acordo com a  UPB, entre os serviços mais afetados com as mudanças estão os processos relacionados ao FGTS, repasses e financiamentos públicos, programas sociais e de habitação. A entidade afirma que a intenção do governo de acelerar o processo de encolhimento do maior banco público do País compromete a execução de políticas públicas de Estado e dificulta direitos dos trabalhadores.

FUNÇÃO DA GIGOV

A UPB destaca que a Caixa tem apoiado importantes iniciativas do comércio, indústria e outros setores, que resultaram na expansão das atividades econômicas dos municípios e na consequente geração de emprego e renda em comunidades de todo o país, contribuindo assim para reduzir as desigualdades regionais.

Para o vice-presidente Institucional da UPB, prefeito de Jaguaquara, Giuliano de Andrade Martinelli, essa extinção da GIGOV de Barreiras e Itabuna – para serem concentradas em Vitória da Conquista- irá prejudicar quase 200 municípios que dependem da relação próxima com a instituição financeira para o bom andamento da gestão.

Ele disse “estou insatisfeito com essa possível mudança, três importantes filiais vão se transformar em uma só, espero que isso seja repensado. Como um único gerente vai dar conta de atender tantos municípios? ”, indaga Giuliano. A reportagem do  PIMENTA não conseguiu falar com a assessoria de comunicação da Caixa em Itabuna.

Atualização às 11h54min (17.ago) – Por meio de nota, a Caixa confirmou as mudanças, mas informa que ela não afetaria o atendimento aos municípios. Confira a íntegra, abaixo:

A Caixa Econômica Federal informa que eventuais mudanças organizacionais são estratégicas e não terão impacto na atuação do banco. A CAIXA garante a continuidade dos negócios regionais e reforça o seu papel de parceira estratégica do governo federal. Além disso, o banco ressalta que a reestruturação interna prevê a modernização de processos, centralização de atividades e melhoria da qualidade de atendimento.

OFICINA INTEGRA COMUNIDADE E DÁ LARGADA AO ESCOLAS CULTURAIS EM ITABUNA

Oficina de dança abre o Escolas Culturais || Foto Daniel Thame

Oficina de dança abre o Escolas Culturais || Foto Daniel Thame

Uma oficina de dança marca o início das atividades do projeto Escolas Culturais no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, no sul da Bahia. O colégio de Itabuna foi a primeira unidade da rede estadual a ter o projeto implantado. A oficina, que reúne cerca de 200 pessoas entre estudantes e membros da comunidade, é dirigida por Francine Costa, da Secretaria de Educação do Estado e coordenadora de dança do projeto.

– Trabalhar a arte-educação é trabalhar a relação professor-aluno, as relações de afeto, o fortalecimento do protagonismo juvenil, fazer com que o estudante acredite que é possível ser um agente transformador da sociedade. Educar para transformar é entender e estimular o aluno para que ele promova a própria transformação – afirma Francine.

No Colégio Modelo de Itabuna, além da dança, já estão programadas as oficinas de literatura, audiovisual e música, além de rodas de conversa sobre cultura e apresentações de filmes para a comunidade, em sessões semanais do Cine Modelo.

De acordo com a diretora do colégio, Ednailza Miranda, o projeto contribui para a formação multidisciplinar dos estudantes através da arte. “Eles irão mergulhar na cultura em suas várias expressões, contribuindo para transformar a comunidade em que estão inseridos. Estamos formando não apenas alunos, mas principalmente cidadãos”.

NOVOS HORIZONTES

Entre os estudantes, o entusiasmo é grande para a realização de projetos culturais. Gleidson Lucas, do 3º ano do Ensino Médio, afirma que o colégio está inovando, trazendo mais cultura e motivando ainda mais a comunidade. “A dança é uma expressão que abre novos horizontes, inclusive na profissão que escolhi, que é Relações Internacionais, porque estimula o multiculturalismo”.

A estudante Liane Araújo, também do 3º ano do Ensino Médio, está igualmente empolgada com a oficina. “A dança já faz parte da minha vida e o projeto faz com que os próprios alunos e a comunidade passem a ver a escola com outros olhos”, afirma. :: LEIA MAIS »

UNIÃO QUE SACODE A LÓGICA

Rosivado PinheiroRosivaldo Pinheiro | rpmvida@yahoo.com.br

 

A posição da direção do PCdoB, expressada pelo mandato de Jairo Araújo segue o modelo do passado, oposição por oposição, enquanto que Aldenes Meira destoa dessa linha e se mostra disposto a construir consensos, valorizando o que une ao invés dos pontos que os separam.

 

O momento político atual provoca muita confusão na cabeça do eleitorado. Parte da grande mídia disseminou o ódio e pauta o noticiário nas questões ligadas ao pior do mundo político. Uma dessas questões foi a radicalização de uma rivalidade entre direita e esquerda – e a alimentação do ódio a partir dessa polarização.

Em Itabuna, o alinhamento político do prefeito Fernando Gomes, eleito pelo DEM, e do governador Rui Costa, do PT – historicamente partidos políticos de campos opostos, acaba servindo de tempero para alimentar essas confusões aos olhos das alas mais radicais dos partidos envolvidos no debate, gerando desconfiança e críticas. Já aos olhos dos mais estrategistas e menos passionais, bem como dos eleitores em geral, a união é bem avaliada e gera expectativa positiva.

Esse novo olhar faz nascer outras perspectivas e demonstra claramente que, mesmo para a parcela significativa de eleitores que continuam “detestando” o PT, Rui passa a ser opção de voto. Há aí a supremacia da liderança sobre a sigla. O eleitor local está mais preocupado com os benefícios que essa união política gera para a cidade e região do que com a velha disputa motivada pela busca do voto. Parece ser esse o verdadeiro encantamento desse momento novo.

A análise desse cenário indica que Rui terá mais votos em Itabuna para a reeleição do que obteve na sua primeira eleição para governador. Os partidos que anteriormente estavam no campo ligado ao governo do estado e em oposição ao governo local terão que mudar a tática, senão a tendência será perder a oportunidade de se mostrarem em sintonia com o que pensa a maior parcela da sociedade.

Assim acontece, por exemplo, com o PCdoB, que possui dois vereadores na atual legislatura, mas que adotam caminhos diferentes na forma de atuar. Enquanto um radicaliza seguindo a orientação partidária, o outro se mantém mais cordial e buscando diálogo com a gestão, demonstrando maior independência e se posicionando de forma mais alinhada ao que defende o PT estadual.

A posição da direção do PCdoB, expressada pelo mandato de Jairo Araújo, segue o modelo do passado, oposição por oposição, enquanto que Aldenes Meira destoa dessa linha e se mostra disposto a construir consensos, valorizando o que une ao invés dos pontos que os separam.

O que se espera dos partidos políticos e das lideranças envolvidas nesse debate, independentemente de serem a favor ou contra Fernando, é a sensatez avaliativa de construírem um novo momento na história política local, sem necessariamente ficarem atrelados aos dissabores alimentados pelas últimas eleições. A cidade parece indicar que olhar para o futuro será o caminho.

Rosivaldo Pinheiro é economista e especialista em Planejamento de Cidades pela Uesc.

SENAI ABRE MAIS DE 100 VAGAS PARA O JOVEM APRENDIZ EM ITABUNA E ILHÉUS

Senai abre mais de 100 vagas em Itabuna e Ilhéus

Senai abre mais de 100 vagas em Itabuna e Ilhéus.

Os adolescentes e jovens têm até o dia 27 deste mês para se inscrever no processo seletivo para os 10 cursos de Aprendizagem Industrial Básica oferecidos pelas unidades do Sanai na Bahia. São 1.255 vagas em 23 municípios, entre os quais Itabuna e Ilhéus. São oferecidas 108 vagas para os candidatos dos dois municípios do sul da Bahia.

Para os moradores de Ilhéus são oferecidas 75 vagas, distribuídas entre os cursos de assistente administrativo (35) e inspetor de análise de qualidade (40). Para Itabuna são disponibilizadas 33 para assistente de produção, com início das aulas previsto para o dia 9 de outubro.

Os candidatos devem ter de 14 a 21 anos ou de 18 a 21 anos, a depender do curso escolhido. Os cursos são gratuitos e não há taxa de inscrição para o processo seletivo. Os interessados devem se inscrever pela internet, no site www.fieb.org.br/senai.

Além de Itabuna e Ilhéus, há vagas para os municípios de Alagoinhas; Barreiras; Caetité; Camaçari; Candeias; Eunápolis; Feira de Santana; Irecê; Itaberaba; Itamaraju; Jacobina; Jequié; Juazeiro; Lauro de Freitas; Luís Eduardo Magalhães; Paulo Afonso; Porto Seguro; Salvador; Santo Antônio de Jesus; Senhor do Bonfim e Vitória da Conquista.

 

ITAJUÍPE: CARRO CAI NO LAGO HUMBERTO BADARÓ

Carro caiu em lago de Itajuípe

Carro caiu em lago de Itajuípe

Um carro caiu no Lago Humberto Badaró, em Itajuípe, no início da tarde desta quarta-feira (16). O motorista passa bem. Ele teria perdido o controle do veículo ao dirigir pela rodovia que liga a área urbna do município à BR-101.

Um multidão de curiosos aglomerou-se à beira do lago para acompanhar a retirada do carro de passeio. O Lago Humberto Badaró é um dos cartões postais de Itajuípe. Até a década passada, costumava receber competições esportivas.

Acidente atraiu multidão para a beira do lago

Acidente atraiu multidão para a beira do lago

GOVERNO ACHATA SALÁRIO MÍNIMO DE 2018

dinheiro3O Governo Federal decidiu achatar o salário mínimo em 2018. Em vez da previsão inicial de R$ 979,00, o salário mínimo passará a R$ 969,00 no próximo ano. O valor proposto entra em vigor em janeiro.

A projeção do valor do mínimo ficou ainda menor depois de o governo anunciar medidas para cobrir rombos nos cofres públicos. Somente com essa “achatada”, a estimativa é de uma economia de R$ 3 bilhões.

Quase um quarto da população brasileira recebe salário mínimo. O alvo dessa reduzida é a Previdência Social. Milhões de beneficiários recebem apenas R$ 937,00, valor do mínimo em vigor.

DATAPODER360: DECISÕES DE MORO “TURBINAM” LULA, APONTA PESQUISA

Moro decide contra Lula, que avança na pesquisa DataPoder360.

Moro decide contra Lula, que avança na pesquisa DataPoder360.

Ao contrário do imaginado, as recentes decisões do juiz federal Sérgio Moro contra Luiz Inácio Lula da Silva turbinaram o petista e ex-presidente da República, a julgar pela pesquisa do DataPoder360 feita nos dias 12, 13 e 14, por telefone. Numa das decisões, o magistrado condenou o ex-presidente da 9 anos de prisão, porém podendo recorrer em liberdade. Foi o julgamento do Caso Tríplex. O petista ainda é réu em outros 5 processos.

Na pesquisa DataPoder, Lula saiu de 23% das intenções de votos, em julho, para até 32% em agosto. Nos dois cenários testados, Lula pulou de 23% e 26% em julho para 31% e 32% em agosto, conforme o DataPoder360, do site Poder360.

Com Lula no páreo, a corrida presidencial segue estável. O petista está consolidado e até mostrou 1 avanço, pontuando em agosto 31% e 32%, nos 2 cenários testados. Em julho, antes da sentença do juiz federal Sérgio Moro (responsável pela Lava Jato em 1ª Instância), Lula tinha 23% e 26%. A pena imposta pelo magistrado e a maior exposição pública parecem ter feito bem ao petista.

Já quando Lula sai de cena, Bolsonaro lidera isolado nas intenções de voto. “A pesquisa do DataPoder360 foi realizada por telefone (com ligações para aparelhos fixos e celulares) de 12 a 14 de agosto. Foram feitas 2.088 entrevistas em 197 cidades. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Ou seja, 1 candidato com 25% está na faixa de 22% a 28%, aproximadamente.”

Confira todos os resultados, aqui.

UESC ANUNCIA POSSIBILIDADE DE FABRICAÇÃO DE PNEU A PARTIR DA FIBRA DE COCO

Fornari anuncia possibilidade de fabricação de pneu verde || Foto Jonildo Glória

Fornari anuncia possibilidade de fabricação de pneu verde || Foto Jonildo Glória

Jonildo Glória

Tecnologia desenvolvida na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), no Laboratório de Polímeros e Sistemas (LAPOS), revelou uma excelente utilização da casca do coco-da-bahia. A pesquisa direciona para o uso de fibras vegetais de coco na formação de materiais compósitos, o que equivale dizer que é possível fazer pneu rodoviário composto com material natural e biodegradável, com propriedades maiores que 500% comparando-se com os materiais atuais.

Esse caminho inovador está sendo percorrido pelo professor Celso Carlino Maria Fornari Junior, do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas (DCET), da Universidade. Iniciadas em 2010, as pesquisas vinham sendo desenvolvidas em sigilo e demonstram que a cadeia polimérica da celulose da fibra do coco pode formar, quimicamente, ligação estável com as macromoléculas de borracha. Desta forma, a fibra de coco, tratada e acondicionada, pode substituir produtos de altíssimo valor agregado na construção de materiais tecnológicos.

“A fibra da casca do coco pode substituir o negro de fumo (carbono em dispersão muito fina, obtido por combustão incompleta de gás natural “do petróleo”, e muito empregado na indústria, principalmente da borracha, como carga reforçadora e como pigmento preto), o qual é amplamente aplicado nos mais diferentes produtos entre eles pneus de automóvel, caminhão e aviões”, disse o professor.

Celso Carlino diz que o negro de fumo na engenharia de materiais tem importância tão significativa que o seu valor é cotado em dólar, atingindo entre US$ 1,05 a US$ 1,50 por quilo do produto. “Isso significa dizer, em outras palavras, que a fibra de coco pode atingir valores em reais em torno de aproximadamente R$ 4 mil a tonelada,” assinala o professor Fornari.

Campus da Uesc, na Rodovia Ilhéus-Itabuna || Foto José Nazal

Campus da Uesc, na Rodovia Ilhéus-Itabuna || Foto José Nazal

A utilização dessa tecnologia permite a confecção de inúmeros artefatos, incluindo pneumáticos, produzindo um material ecologicamente correto e com melhores propriedades mecânicas. Esse caminho inovador, que está sendo percorrido pelo professor Fornari e seus alunos, mostra que a fibra de coco supera o negro de fumo com vantagens significativas.

“A fibra vegetal é biodegradável, tem produção ecologicamente correta, contribui para o sequestro de gás carbônico, gera aumento de renda para o setor agrícola e aumenta a resistência mecânica do pneu em mais de 500%.”

Para o pesquisador, o projeto vai ao encontro das normas brasileiras de proteção e cuidados ambientais. “O projeto oferece uma nova alternativa tecnológica para o uso sustentável das fibras vegetais. Isso possibilita alguns benefícios da qual a lei brasileira proclama, e que são: pneu verde, ecologicamente sustentável; eliminação de substâncias cancerígenas; oportunidade de emprego e renda regional; valorização e agregação de valor às fibras vegetais”.

PROJETO

Fases de transformação da casca do coco em pneu verde.

Fases de transformação da casca do coco em pneu verde.

“A utilização da fibra de coco demonstrada no projeto, dando ao fato de poder substituir com larga margem de vantagem os materiais como negro de fumo, vai trazer uma substancial valorização para esse material fibroso. Isso repercutirá diretamente na produção agrícola o que irá fomentar os trabalhos no campo. Além disso, a população circunvizinha se beneficiará dos altos valores que a fibra vegetal passa a ter e se abrirão muitas oportunidades na manufatura destas fibras”, assinala Fornari.

Ele acrescenta que “a utilização do petróleo para a movimentação e conforto é uma fórmula irreal e errada. Basta calcular os passos que o petróleo percorre até alcançar o consumidor. Primeiramente, ele é extraído do subsolo, trazido a superfície e por último descartado na atmosfera. O ciclo é imperfeito e falho, pois não há nenhum retorno a fonte de origem. Isso caracteriza um projeto que possui tempo para terminar e não pode se autossustentar”. :: LEIA MAIS »

REDE DE FARMÁCIA É CONDENADA POR LIMITAR IDA AO BANHEIRO

Rede de Farmácias Santana é condenada por limitar ida ao banheiro || Imagem Google

Farmácias Santana é condenada por limitar ida ao banheiro || Imagem Google

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) acatou a tese do MPT de que a empresa feria a legislação trabalhista ao oferecer sanitários sem papel higiênico, sem sabão e sujos, além de limitar os horários de ida ao banheiro. A Santana S/A Drogaria Farmácias terá que pagar indenização por dano moral coletivo de R$30 mil, além de ficar sujeita a multa de R$500 caso descumpra as obrigações previstas na decisão. Esses valores irão para o Fundo de Promoção do Trabalho Decente. A empresa ainda pode recorrer da decisão.

O procurador do trabalho Pedro Lino de Carvalho Júnior entrou com a ação na justiça em julho de 2015, após o MPT receber denúncias de uma funcionária, que relatou ser comum o controle do papel higiênico, a falta de sabão e os banheiros sujos. No inquérito, o MPT apurou que a limpeza do banheiro feminino era feita por um funcionário de sexo masculino, que continuava ali ao mesmo tempo em que elas utilizavam o espaço e que o mesmo ainda controlava o tempo de uso.

Também ficou provado, segundo o MPT, que os funcionários precisavam informar a um superior que iriam ao banheiro, que havia reclamação caso utilizassem o sanitário por mais de duas vezes num turno e que a troca do absorvente tinha que ser feita em um banheiro separado.

Entre as obrigações a que a Farmácia Santana terá que cumprir estão a de não voltar a limitar o uso do banheiro para os empregados, permitindo que eles façam uso sempre que necessário, além de ter que divulgar a decisão em local visível para os funcionários.

A sentença foi dada pela 4ª Turma de desembargadores do TRT5, após o recurso apresentado pelo MPT contra a decisão de primeira instância, que havia julgado improcedente a ação. O acórdão foi publicado em julho desse ano, e a empresa já foi notificada.

CGU APONTA QUE 56,4% DOS IMÓVEIS DO MINHA CASA MINHA VIDA TÊM DEFEITO

Condomínios do Minha Casa Minha Vida apresentam problemas || Foto Waldir Gomes

Condomínios do Minha Casa Minha Vida apresentam problemas || Foto Waldir Gomes

Mais da metade das moradias construídas com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida, faixas 2 e 3, apresentam defeitos de construção, segundo relatório da Controladoria-Geral da União (CGU). Segundo o órgão, 56,4% apresentaram defeitos como infiltrações, falta de prumo e de esquadro, trincas e vazamentos. Já quanto à área externa, defeitos mais comuns foram alagamento, iluminação deficiente e falta de pavimentação.

O relatório foi elaborado por meio de análise amostral em 77 empreendimentos do programa em 12 estados, dentre eles a Bahia. Segundo a CGU, os trabalhos de campo foram feitos em 2015, sendo analisados 2.166 contratos e 1.472 unidades habitacionais. O resultado somente agora foi divulgado, dois anos depois.

CAIXA ECONÔMICA

Agente financeiro do programa, a Caixa Econômica também é cobrada pelas falhas no programa. O relatório aponta necessidade de “melhoria quanto à aprovação dos projetos na Caixa, no que se refere à melhor evidenciação da análise dos projetos e das planilhas orçamentárias; a frequência de problemas construtivos nas unidades habitacionais e nos empreendimentos; e fragilidades na aplicação de critérios de hierarquização e de transparência na seleção de beneficiários, por parte das prefeituras”.

A Caixa também é responsabilizada pelo “baixo índice de realização do trabalho social e alto nível de satisfação dos beneficiários com as unidades habitacionais e com os empreendimentos”.

CORPO DE ADOLESCENTE É DECAPITADO EM ILHÉUS

Mateus teve corpo decapitado || Reprodução FR Notícias

Mateus teve corpo decapitado || Reprodução FR Notícias

Um adolescente, desaparecido desde a sexta (12), foi morto com requintes de crueldade na zona sul de Ilhéus. Nesta terça (15), policiais civis desenterraram o corpo de Mateus Gomes dos Santos, de 14 anos, após denúncia anônima apontando como localização o Condomínio Águas de Olivença.

Cabeça e o braço esquerdo da vítima foram decapitados, conforme o Departamento de Polícia Técnica (DPT) ilheense. Familiares da vítima fizeram o reconhecimento do corpo, que estava em adiantado estado de decomposição. De acordo com o Fábio Roberto Notícias, a delegada Andréa Oliveira comandará as investigações da execução.

E AGORA, PT?

marco wense1Marco Wense

 

O PT vai ser solidário com Wagner ou ficar do lado de Fernando Gomes, que não quer saber de PT, PT, PT de jeito nenhum?

 

Esse Fernando Gomes não é fácil. Esperou o resultado final do julgamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para dizer que não tem compromisso nenhum com o PT.

Cozinhou o PT em banho-maria. Usou, usou e agora descartou. E para mostrar sua independência, ainda disse, com todas as letras maiúsculas, que não vai votar em Jaques Wagner para o Senado.

“Eu apoio Rui Costa, não tenho compromisso com Wagner e nem com o PT”, verberou o prefeito de Itabuna, deixando claro que o ex-governador é adversário político.

E mais: em conversas reservadas, no chamado núcleo duro do fernandismo, já há uma decisão de não apoiar uma eventual candidatura de Lula – ou de qualquer outro petista – na eleição presidencial de 2018.

E agora? Como é que o comando estadual do PT, sob a batuta de Everaldo Anunciação, vai se comportar diante da “rebeldia” do alcaide?

O PT vai ser solidário com Wagner ou ficar do lado de Fernando Gomes, que não quer saber de PT, PT, PT de jeito nenhum?

Fernando Gomes pode até usar a expressão da ex-presidente Dilma Rousseff: Nem que a vaca tussa eu apoio Lula, Wagner e nem deputado do PT.

Que coisa, hein! Coisas da política. Do movediço e traiçoeiro mundo político.

Marco Wense é o editor d´O Busílis.

TRT SUSPENDE LICITAÇÃO DE EMPRESA PARA AUXILIAR SERVIDORES EM ATIVIDADES ESPORTIVAS

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA), em Salvador, suspendeu a abertura de licitação que iria contratar uma empresa para auxiliar os magistrados e servidores do órgão em atividades esportivas. A informação foi divulgada pelo órgão nesta terça-feira (15).

Em nota, o TRT5 informou que aguarda um parecer do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) sobre o caso. Segundo o órgão, o projeto é um elemento necessário à promoção de saúde de seu corpo funcional, atendendo à Resolução 207/2015 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata sobre saúde integral no Poder Judiciário.

LICITAÇÃO

O anúncio da abertura da licitação foi feito no Diário da Justiça da Bahia, no dia 7 de agosto. O pregão, promovido pelo Banco do Brasil S/A, seria realizado no dia 22. Em nota, o TRT5 informou que a contratação da empresa tinha como objetivo diminuir o número de afastamentos por doenças como depressão, estresse, doenças cardiovasculares e diabetes, além de preparar os servidores para competições esportivas da Justiça. Do G1.

 










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia