WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom policlinica


jamile_yamaha

sintesi17

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias

itao vog torres do sul ftc

IBGE APONTA AUMENTO DE 19% NA PRODUÇÃO DA MANDIOCA BAIANA E QUEDA DO CACAU

IBGE aponta queda na produção de cacau

IBGE aponta queda na produção de cacau

A produção de cacau em setembro foi de 213,5 mil toneladas, 4,8% menor em relação a agosto, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A área plantada e a área a ser colhida diminuíram 2,8% e 3,2%, respectivamente, enquanto que o rendimento médio, de 356 kg/ha, foi 1,7% menor.

Os técnicos do IBGE informaram que os dados foram influenciados pelas estimativas da Bahia de setembro, que apresentou quedas de 4,4% na área a ser colhida, de 7,1% no rendimento médio e de 11,3% na produção esperada no mês anterior.

MANDIOCA

A pesquisa do IBGE indica que a produção da mandioca foi de 20,8 milhões toneladas, que representou aumento de 3,3% em relação ao ano anterior. Os dados foram influenciados pelos aumentos da produção na Bahia e no Paraná. As estatísticas da mandioca foram reajustadas na Bahia, com aumento de 21,6% da área a ser colhida e em 19,5% da produção, que deve alcançar 2,1 milhões toneladas.

Produção de mandioca cresce 19% na Bahia

Produção de mandioca cresce 19,5% na Bahia

A produção nacional de feijão alcançou 3,4 milhões toneladas, um aumento de 1,4%. Foi registrado ainda crescimento de 2,3% da área plantada. Os maiores produtores de feijão do país são Paraná (21,2%), Minas Gerais (16,6%) e Goiás (10,9%).

1 resposta para “IBGE APONTA AUMENTO DE 19% NA PRODUÇÃO DA MANDIOCA BAIANA E QUEDA DO CACAU”

  • Lembranças indeléveis da doce infância e início da adolescência deste comentarista na Vila de Mutuns, fim da estrada de ferro e chegada da luz elétrica na Vila do doce Mutuns deste comentarista,entre 1963 e 1973.

    As roças de cacau toda limpa,bate folha,podada e escorada para os galhos não caírem cheia de frutos de cacau,seu tronco um imagem inesquecível que esta imagem ostentou as doces lembranças deste comentarista.

    A doce Fazenda Minerva o papai deste comentarista construiu um viveiro de muda de cacau e o filho de Mutuns plantava o fruto do cacau nos sacos de terra que os
    técnicos da CEPLAC acompanhavam o crescimento do cacau até o plantio e adubação.

    As imagem dos cacauais idênticas estas fotos das árvores do fruto de ouro,nesta
    época era ouro mesmo, sustentavam mais de 15O famílias e só na Minerva eram 6O famílias,isso só o aglomerado de mais 4 fazendas,Santa Fé,Maravilha,Romeira,
    Colosso e a Minerva,de propriedade de Romeu Magno Batista,o pai do filho de Mutuns tomava conta.

    Quantas vezes o filho de Mutuns plantou mandioca e tirou a raiz e fazia farinha
    e o aipim que a mamãe deste comentarista fazia deliciosos bolos,hummm! Delícia,
    doces tempos,doces dias,era fartura e rica a Vila de Mutuns,tempos felizes!
    O que vive o doce Mutuns é só tristeza,a pobreza e falta de tudo,mesmo assim,
    ainda resiste,o vizinho Rio do Braço era mais rico e não resistiu,uma lástima,só
    resta o filho de Mutuns olhar para este pé de cacau e recordar os dias felizes!

Deixe seu comentário

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia