WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
jau


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: 4/nov/2017 . 20:09

AUMENTA O NÚMERO DE ADOLESCENTES QUE TROCARAM A ESCOLA PELO TRÁFICO DE DROGAS

Aumenta o número de ações praticadas por adolescentes

Aumenta o número de ações praticadas por adolescentes|| Foto Alberto Maraux

A polícia baiana contabilizou, de janeiro a setembro deste ano, 890 conduções de menores infratores para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), por envolvimento com o tráfico ou posse de entorpecentes. No mesmo período do ano passado, foram 754  apreensões de menores. Os dados oficiais apontam um aumento de 15,2% no número de ocorrências envolvendo adolescentes transportando entorpecentes.

Os menores, com idades de 12 a 17 anos, também estão ligados a outros atos infracionais. No primeiro semestre de 2017, por exemplo, dos 1.883 apreendidos, muitos se encontram envolvidos com furto, roubo (simples e qualificado), porte ilegal de arma e lesão corporal dolosa.

Com 265 registros, roubo foi a segunda infração mais cometida por esses adolescentes. O aparelho celular, de fácil comercialização, está entre os objetos mais subtraídos – especialmente nos roubos a ônibus – em Salvador, sendo esta ação responsável pela condução de 38 infratores para a DAI.

TROCANDO A ESCOLA PELO CRIME

No comando da Operação Gêmeos, unidade da Polícia Militar que combate o roubo a coletivos, major Gabriel Neto, lamenta a estatística. “Os jovens estão em idade escolar, mas a maioria abandona o colégio ou comete atos infracionais no horário em que deveria estar em aula”, declarou, acrescentando que “falta acompanhamento dos familiares a estes adolescentes, que acabam cooptados por organizações criminosas”.

:: LEIA MAIS »

NESTE DOMINGO, EM ITABUNA

beergarden

MULHER É PRESA EM ITAGIBÁ AO TENTA SACAR R$ 35 MIL EM BANCO COM DOCUMENTOS FALSOS

mulher é presa ao tentar aplicar golpe

Mulher é presa ao tentar aplicar golpe

Uma mulher de 62 anos foi presa na sexta-feira (3), em Itagibá, acusada de usar documentos falsos para se beneficiar de um empréstimo pessoal na agência do Banco do Brasil. Ela foi detida em flagrante ao tentar tomar empréstimo de R$ 35 mil. A ação da estelionatária teve início na segunda-feira (30) e levantou suspeita de funcionários do banco que acionaram a Polícia Militar.

A idosa usava documentos de Patrícia Arantes Machado, moradora do estado de São Paulo. À Polícia, ela informou que seu verdadeiro nome é Edis Maria Cavalcante Silva. Ainda com a suspeita, os policiais encontraram outra identidade em nome de Nilda Vieiras Silva dos Santos, de Aracaju. Segundo a polícia, esse seria o próximo destino da idosa.

Documentos apreendidos com acusada

Documentos apreendidos com acusada

A mulher informou aos policiais que reside no Distrito Federal, onde também já foi presa pelo mesmo golpe. De acordo com as investigações, Edis ficou hospedada em Ipiaú, de onde saiu na manhã dessa sexta-feira (3) para praticar o golpe. Ele foi apresentada pelos policiais militares na delegacia local, onde permanece custodiada. Do Giro Ipiaú.

JUSTIÇA NEGA RECURSO PARA JUÍZA CONDENADA POR VENDA DE SENTENÇAS

STJ mantém condenação de juíza federal

STJ mantém condenação de juíza federal

O recurso apresentado pela juíza federal Maria Cristina Barongeno,  condenada por vender sentenças, foi negado, por unanimidade, pela sexta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Assim, a pena de seis anos e oito meses, em regime semiaberto, continua valendo. Além disso, a magistrada perdeu o cargo devido às acusações de corrupção passiva e terá de pagar multa.

A decisão da Justiça acompanha o parecer do Ministério Público Federal, que negou a possibilidade da apresentação de recurso após o término da ação penal. A denúncia contra a juíza foi apresentada em 2010, pelo MPF, que confirmou o vínculo dela com advogados que direcionavam ações para a vara em que atuava, com o objetivo de favorecer empresas com dívidas da previdência social.

FRIBOI

O pai dela é advogado e chegou a prestar serviços à Friboi, empresa investigada por ter sido supostamente beneficiada pelo esquema de venda de sentenças.

:: LEIA MAIS »

UM DOS MELHORES RADIALISTAS DO NORDESTE, ILHEENSE MORRE EM PERNAMBUCO

Um dos maiores radialistas do nordeste morre em Pernambuco

Um dos maiores radialistas do nordeste morre em Pernambuco|| Foto reprodução TV Globo

Um dos maiores nomes do rádio do Nordeste morreu por volta das 18 horas de sexta-feira (4), em Recife. O comentarista esportivo ilheense Luiz Cavalcante estava internado no Hospital Albert Sabin, na Ilha do Leite, na capital pernambucana. Não foi divulgada a causa da morte.

O radialista estava com a saúde debilitada algum tempo e  seu quadro piorou há pouco mais de um ano, quando fraturou o fêmur. Luiz Cavalcante começou a carreira na rádio Cultura de Ilhéus, em 1952.  O sucesso foi imediato e, três anos depois, em 1955, mudou-se para Pernambuco e iniciou suas coberturas esportivas pela Rádio Olinda.

Durante a carreira profissional, o ilheense Luiz Cavalcante cobriu seis Copas do Mundo.  Além das rádios Cultura de Ilhéus e Olinda, ele trabalhou na Tamandaré, Clube, Transamérica, em Pernambuco; Sociedade, na Bahia; e Panamericana de São Paulo, atual Jovem Pan.  O radialista também trabalhou na TV Globo no início da década de 70.

FEZ HISTÓRIA

Além disso, Luiz Cavalcante foi  presidente da Associação de Cronistas Desportivos de Pernambuco (ACDP) por três mandatos, sendo responsável pela aquisição de salas para abrigar a entidade.  Apontado como homem de rico vocabulário e vasto repertório cultural, o ilheense tornou-se conhecido como o “comentarista da palavra abalizada”.

Em nota, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, destacou que “Luiz Cavalcante marcou sua passagem pela cena da comunicação de Pernambuco pelo equilíbrio e a seriedade. Com sua voz inconfundível, Luiz Cavalcante foi exemplo para várias gerações e sempre será lembrado pela capacidade de análise e pelo amor ao rádio e ao esporte. Minha solidariedade aos seus familiares e amigos”.

TRAFICANTES SÃO PRESOS COM 1,2 MIL COMPRIMIDOS DE ECSTASY EM PORTO SEGURO

Os 1,2 mil comprimidos de ecstasy foram apreendidos em Porto Seguro || Foto PC-BA

Os 1,2 mil comprimidos foram apreendidos em Porto || Foto SSP-BA

Cerca de 1.200 comprimidos de ecstasy, avaliados em R$ 100 mil, foram apreendidos, na noite de ontem (3), por guarnições da Companhia de Emprego Tático (Ceto) do 8° Batalhão da Polícia Militar (Porto Seguro). A apreensão da carga ocorreu em Arraial D’Ajuda, Porto Seguro, no extremo-sul do Estado.

Eudes Messias Conceição e Pedro José de Andrade Neto, ambos com 28 anos, foram presos em flagrante. A polícia apreendeu, ainda, meio quilo de haxixe com a dupla. Eudes e Pedro José “caíram” durante blitz da PM em Arraial.

As informações iniciais são de que os comprimidos seriam comercializados em Arraial e Trancoso. Os traficantes e o material foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Eunápolis. O comandante de operações da PM, coronel Paulo Uzêda, disse que o consumo de drogas aumenta na alta estação.

– Quem faz uso dessas substâncias precisa estar ciente de que financia quadrilhas responsáveis por homicídios, latrocínios, roubos a banco, veículos, entre outros crimes. É fácil consumir a droga com a alegação do divertimento e achar que não tem participação nessa cadeia de crimes – diz o comandante de operações da PM.

PACIENTE É TRANSFERIDA PARA ITABUNA E RETOMA TRATAMENTO ONCOLÓGICO

Eliana já está sendo cuidada no Hospital São Lucas

Eliana já está sendo cuidada em Itabuna

Uma ótima notícia para a paciente Eliana Bastos da Cunha (relembre aqui). Ela conseguiu transferência para o Hospital São Lucas, em Itabuna, onde foi internada às 20h30min desta sexta (3).

A paciente estava com o tratamento oncológico interrompido há mais de 40 dias por indisponibilidade de ambulância adequada para transportá-la do Hospital São José para Itabuna cinco vezes por semana. O transporte deveria ser fornecido pela Secretaria de Saúde de Ilhéus.

A provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna conheceu o drama de Dona Eliana ontem. Já em Itabuna, a paciente poderá fazer o tratamento completo, já que em Ilhéus não há estrutura para as sessões de radioterapia. Saúde, Dona Eliana!

MAIS DE 600 MIL PESSOAS VÃO TRABALHAR NO ENEM

enem 2015

Agência Brasil

Mais de 600 mil pessoas vão trabalhar para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, entre aplicadores de prova, coordenadores e agentes de segurança. A primeira prova acontece amanhã (5), com questões de linguagens e ciências humanas, além da redação. No dia 12 de novembro será a vez das provas de ciências da natureza e matemática. Mais de 6.730.000 de pessoas estão inscritas para fazer o exame.

O Enem será realizado em 1.725 municípios. A aplicação das provas será feita por 197 mil chefes de sala e 195 mil aplicadores, que atuam em conjunto. Para atender as necessidades dos participantes que solicitaram recursos de acessibilidade, serão 12,7 mil aplicadores especializados. Outros 67 mil fiscais de banheiros ficarão responsáveis pela vistoria com os detectores de metais.

O exame também terá 54 coordenadores estaduais, 1.793 coordenadores municipais, 13.880 coordenadores de locais de prova e outros 22.020 assistentes locais de prova. Cerca de 40 mil professores da rede pública e servidores públicos foram capacitados para representar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nos locais de aplicação, fazendo a conferência da abertura do lacre dos malotes com prova.

Também estão envolvidos no processo 41 mil funcionários dos Correios, que trabalham na  distribuição das provas e a logística reversa, que envolve o transporte dos cartões-resposta e das folhas de redação dos locais de prova até a estrutura de correção do consórcio aplicador. Na operação reversa, serão 200 colaboradores da Fundação Getúlio Vargas e 500 da Fundação Cesgranrio.

Responsável pela correção das redações, a Fundação Vunesp contará com 9 mil professores. Também haverá cerca de 500 servidores do Inep trabalhando no processo, com representantes em todos os estados.

SEGURANÇA

Cerca de 23 mil agentes de segurança pública trabalham na segurança do exame, fazendo a escoltas das rotas, de distribuição e da operação reversa; na vigilância dos locais de armazenamento e no monitoramento dos processos no período da aplicação. O Enem reúne o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Força Aérea Brasileira, a Polícia Militar, a Polícia Civil, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

A segurança do Enem 2017 contará, também, com a atuação do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), com sede em Brasília, além de 12 Centros Integrados de Comando e Controle Regional (CICCR), com sede nas cidades que sediaram a Copa 2014; e com 15 centros de operações localizados nos demais estados brasileiros.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia