Corpo de empresário morto em Una é sepultado em Itabuna

Foi sepultado na manhã desta terça-feira (5), no cemitério Parque Memorial, em Itabuna, o corpo do empresário Crispim Gomes de Brito, o Nôca, 65 anos. Ele foi assassinado com o tiro no final da tarde de domingo (3), em Comandatuba, no distrito de Una.

O principal suspeito do crime é um ex-funcionário do comerciante itabunense, que era proprietário da Pousada Portal Real, em Una. Um homem identificado pelo prenome de Osvaldo teria praticado  o crime no momento em que Nôca desceu do veículo para abrir a cancela de acesso ao estabelecimento.

De acordo com testemunhas, além de atirar em Nôca, o ex-funcionário sequestrou a mulher do empresário, que foi libertada cerca de seis horas depois, em uma estrada deserta. O comerciante deixou cinco filhos e a viúva. A polícia já ouviu testemunhas, tenta prender o acusado e busca saber a motivação para o crime.  O inquérito é conduzido pelo delegado Tiago Almeida.