“Dumdum” e “Boi” são suspeitos de ataques a bancos em Camamu

Dois suspeitos de participação nos ataques a agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica em Camamu, no sábado (2) e na segunda (4), morreram em confronto com guarnições da Cipe Cacaueira e da 72ª CIPM, ambas da Polícia Militar. De acordo com a PM, Tarcísio Leão Leitão, o Boi, e Vancleydson Rosa dos Santos, o Dumdum, receberam as guarnições a tiro, no Bairro Novo, em Itacaré.

Os policiais revidaram, atingindo os dois suspeitos de assaltos a banco. A Polícia Militar informou que os suspeitos estavam com um revólver calibre 38 e uma pistola 380. A dupla era considerada de alta periculosidade. Boi e Dumdum foram socorridos, mas morreram na emergência do hospital municipal.

Ainda de acordo com a polícia, além das armas que os dois usavam, havia 5 munições de arma calibre 12, balaclava, drogas e balança de precisão. A balaclava (capuz) reforça as suspeitas de participação dos dois suspeitos nos ataques a bancos em Camamu.

Veja também

ROSEMBERG DEFENDE REABERTURA IMEDIATA DE AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM CAMAMU