ACM Neto é eleito presidente do DEM|| Foto Divulgação

O prefeito de Salvador, ACM Neto, foi eleito presidente nacional do DEM, em convenção realizada em Brasília, nesta quinta-feira (9). Ele substituirá o senador José Agripino Maia (RN), que em dezembro do ano passou se tornou réu no Supremo Tribunal Federal (STF) em um processo sobre corrupção e lavagem de dinheiro.

Durante o seu discurso, ACM Neto defendeu que é necessário um pacto com o Brasil em defesa do país, baseado em empreendedorismo, livre iniciativa e  “homens e mulheres donos dos próprios destinos, que não admitem mais tutores ou salvadores da pátria”. Ele disse ainda “que transformar o país exigirá coragem”.

Além de escolher Neto como presidente nacional, o DEM lançou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), como pré-candidato a presidência da República.  O DEM é um dos principais aliados do presidente Michel Temer. Representantes de partidos como PP, PR, PSDB, MDB, PRB e Solidariedade participaram do evento.

AGRIPINO

De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), Agripino Maia recebeu mais de R$ 654 mil em sua conta pessoal, entre 2012 e 2014, da construtora OAS.  Ainda, segundo os procuradores, a empreiteira também teria doado R$ 250 mil ao DEM em troca de favores de Agripino.  O senador teria recebido a propina para ajudar na liberação de recursos do BNDES para a construção da arena das Dunas em Natal, no Rio Grande do Norte.