WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba








março 2018
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: 23/mar/2018 . 18:40

ITABUNA E ILHÉUS REGISTRAM CERCA DE 2 MIL ACIDENTES DE TRABALHO

Quase 2 mil acidentes foram registrados em Itabuna e Ilhéus

Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho,  do Ministério Público do Trabalho (MPT), mostram que Itabuna e Teixeira de Freitas são os dois municípios que mais registraram acidentes de trabalho, nos últimos cinco anos, no sul e extremo sul da Bahia.  No período de 2012 a 2017, foram 1.201 ocorrências em Itabuna, conforme levantamento feito pelo PIMENTA.

Segundo colocado em número de acidentes do trabalho no período, o município de Teixeira de Freitas fez 984 comunicações; seguido de Ilhéus, que registrou 797 ocorrências. No sul da Bahia, juntos, os municípios de Itabuna e Ilhéus, somam 1.998 pessoas que se acidentaram enquanto trabalhavam.

Os dados mostram ainda que, no interior, Feira de Santana foi a localidade baiana com maior quantidade de notificações, com 4.176 ocorrências. No estado, Salvador lidera o ranking de acidentes de trabalho, com 26.319 comunicações  no período de cinco anos.

Outros municípios baianos que registraram números expressivos de acidentes de trabalho são Simões Filho (2.273), Juazeiro (2.104), Lauro de Freitas (1.767), Vitória da Conquista (1.644), Alagoinhas (1.248), Barreiras (1.018),  Luís Eduardo Magalhães ( 828),  Eunápolis (787) e Jequié (737.

Os dados mostram também que 574 pessoas morreram na Bahia vítimas de acidentes de trabalho entre 2012 e 2018. O Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho é uma espécie de banco de dados onde é possível fazer pesquisas específicas. Na plataforma são encontrados dados sobre acidentes em todos os estados e Distrito Federal.

HOSPITAIS SÃO OS LOCAIS ONDE MAIS OCORREM ACIDENTES DE TRABALHO NA BAHIA

Hospitais lideram acidentes de trabalho na Bahia

O setor hospitalar foi o maior causador de acidentes na Bahia, nos últimos cinco anos, com mais de 8 mil ocorrências. Em seguida, ficaram os setores de construção de edifícios e transporte rodoviário de carga. Esses e outros dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho do Ministério Público do Trabalho.

De acordo com a coordenadora regional de defesa do meio ambiente de trabalho, a procuradora Silvia Valença, “com relação às comunicações de acidentes de trabalho (CATs) emitidas na Bahia nos últimos cinco anos, chama atenção a informação de que o setor hospitalar emitiu quase quatro vezes mais CATs do que o setor da construção civil”.

Ela destaca que funcionários da área de saúde estão constantemente expostos a riscos biológicos e a resíduos contaminados, além de exposição à radiação e jornadas de trabalho longas, cansativas e estressantes. Por isso, o MPT tem atuado fortemente em inquéritos sobre o trabalho neste ramo.

O Observatório Digital tem como objetivo a promoção do trabalho decente no Brasil, e serve ainda para basear pesquisas científicas por meio de dados transparentes e de fácil mensuração. Ele foi criado a partir da cooperação técnica internacional entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

74 MIL SOFRERAM ACIDENTES DE TRABALHO

Casos como o do funcionário morto ao cair de um andaime no centro Industrial do Subaé em Feira de Santana, dia 28 de fevereiro, e dos dois trabalhadores acidentados durante uma obra na Rua Carlos Gomes, em Salvador, no começo do mês de março, mostram que o meio ambiente de trabalho ainda precisa de atenção e busca por soluções.

Segundo o Observatório, entre 2012 e 2017, 74 mil pessoas sofreram acidentes no ambiente de trabalho na Bahia. A plataforma mostra ainda que, nesse período, a Previdência Social gastou mais de R$ 27 milhões com benefícios acidentários.

:: LEIA MAIS »

MEC ADIA NOVAMENTE A DIVULGAÇÃO DE PRÉ-SELECIONADOS NO PROGRAMA P-FIES

MEC adia pela segunda vez resultado do novo Fies|| Foto Educa mais Brasil

O resultado da pré-seleção do P-Fies, uma das modalidades do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), será divulgado na segunda-feira (26),conforma edital publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23). O Ministério da Educação informou que prazo foi ampliado para que os bancos conveniados entregassem as análises de crédito à Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI).

Foi o segundo adiamento anunciado pelo MEC. Inicialmente, o resultado estava previsto para sair no dia 16, depois foi transferido para esta sexta-feira (23). Hoje, quando os candidatos acessavam o site, descobriram que o prazo mudou para a próxima segunda.

O MEC informou que serão oferecidas 75 mil vagas, para o primeiro semestre de 2018, aos candidatos com renda mensal por pessoa da família de até cinco salários mínimos. Para contemplar esse público, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e dos Fundos Regionais de Desenvolvimento.

O P-Fies é o Programa de Financiamento Estudantil destinado à concessão de financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. As condições para concessão do financiamento ao estudante serão definidas entre o agente financeiro operador do crédito (banco), a instituição de ensino superior e o estudante.

MÉDICA DIZ NÃO SE LEMBRAR DE ACIDENTE QUE MATOU PROFESSORA ILHEENSE

A professora estava na garupa de uma moto que foi arrastada|| Foto Facebook

A médica Rute Queiroz, de 49 anos, suspeita de homicídio culposo no atropelamento que matou a professora ilheense  de dança Geovanna Alves Lemos, no dia 15 deste mês, disse, em depoimento à polícia, que perdeu a consciência no momento do acidente e não se lembra do que aconteceu, informa o G1-BA.

No mesmo dia da batida, a médica foi presa em flagrante, pagou fiança e foi liberada. Rute dirigia o carro que colidiu com a motocicleta em que Geovanna estava como carona e era conduzido pelo mototaxista Luciano da Silva Lopes, que sobreviveu. A colisão ocorreu na avenida ACM, no bairro da Pituba, em Salvador. O professora nasceu em Ilhéus, mas morava com a família na capital.

A médica afirmou no depoimento que, por causa de um problema de saúde, em novembro do ano passado, ela já tinha perdido a consciência outra vez, mas dentro de casa. À época, um cardiologista disse que ela teve uma fibrilação atrial, que é uma falha no batimento do coração. Mesmo com o problema de saúde, não houve recomendação para que ela deixasse de fazer atividades como dirigir.

NEGOU USO DO CELULAR

No depoimento, a médica ainda afirmou que não estava usando o celular quando dirigia e que só usou o aparelho para fazer uma ligação para pedir ajuda às 12h28. Segundo ela, a batida foi às 12h25.

Já o mototaxista Luciano disse, em depoimento, que estava na pista da esquerda e que sinalizou que iria entrar em um retorno também à esquerda. A moto foi atingida por trás pelo carro, sendo empurrada até atravessar o canteiro do retorno. Luciano também contou que, depois do acidente, viu Geovanna ainda viva, mas muito machucada.

A previsão da Polícia Civil é que as investigações sejam concluídas daqui a três semanas. O advogado das vítimas disse que o celular da médica passa por perícia e que imagens de câmeras de segurança podem ajudar nas investigações. Leia mais.

OPERAÇÃO CARGA PESADA COMBATE CRIMES EM RODOVIAS BAIANAS

Operação conjunta combate o tráfico de drogas e armas nas estradas baianas|| Foto Alberto Maraux

As secretarias estaduais da Segurança Pública (SSP), Infraestrutura (Seinfra), Fazenda (Sefaz), Desenvolvimento Econômico (SDE), além da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) iniciaram nesta sexta-feira (23), nas estradas baianas a Operação Carga Pesada.

A ação  visa o combate ao tráfico de drogas e armas; o transporte ilegal de passageiros e a fiscalização dos documentos do motorista e do veículo.A primeira edição foi realizada na BA-524, próximo ao Polo Petroquímico de Camaçari.

Cães são usados para tentar localizar drogas|| Foto Alberto Maraux

Idealizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), a operação contou com apoio da Companhia de Operações com Cães (COC) do Batalhão de Choque, do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações (Agerba), do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e fiscais da ANTT.

O comandante do BPRv, tenente-coronel Sérgio Freire, explicou que “nosso principal intuito é agregar a maior quantidade de instituições na nossa rotina de blitze e abordagens. Sabemos que pelas estradas transitam cargas irregulares, criminosos com mandados de prisões em aberto, além de motoristas sem documentação obrigatória”,

O oficial acrescentou que a operação integrada será realizada semanalmente, em locais e horários diversificados, em todo o estado.

EXCLUSÃO DE LÍDICE EM CHAPA DE RUI DEIXA LULA CONTRARIADO

Lídice está praticamente excluída da chapa

O ex-presidente Lula (PT) está indócil com o fato de a senadora Lídice da Mata (PSB) ter sido excluída da chapa com que o governador Rui Costa (PT) vai disputar a reeleição em outubro.

Conversou tête a tête por telefone com a senadora e demonstrou seu descontentamento diretamente ao ex-governador Jaques Wagner (PT), que deve disputar uma das duas vagas ao Senado na chapa, e ao próprio Rui.

Para Lula, Lídice é o tipo de “companheira que não se deixa na estrada”. A informação é do Política Livre.

TRAFICANTE ESCONDIA 100 QUILOS DE DROGAS EM GELADEIRA

Carlinhos foi preso com cerca de 100 quilos de maconha e cocaína

Um traficante foi preso com 100 quilos de drogas escondidos dentro de uma geladeira, nesta quinta (22), em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. A prisão de José Carlos Alves Moreira, o Carlinhos, de 49 anos, ocorreu no Bairro Brasil. Foram três quilos de cocaína e o restante de maconha.

Além das drogas, os policiais da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da Polícia Civil apreenderam balança de precisão, dinheiro e embalagens utilizadas para a venda das drogas. Um carro também foi apreendido com Carlinhos.

PF CUMPRE MANDADOS DA LAVA JATO NA BAHIA E EM SP

PF deflagra nova fase de operação || Foto Marcelo Camargo/AB

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de hoje (23) a 50ª fase da Operação Lava jato, denominada Operação Sothis II.

Segundo a PF, as ações estão relacionadas com as investigações conduzidas no âmbito da 47ª fase da Lava Jato, que apura o “pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos e atos de lavagem subsequentes em contratos da Transpetro – Petrobras Transporte.

Os policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão em endereços nas cidades de Salvador, na Bahia, e Campinas e Paulínia, em São Paulo.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba.

A Operação Sothis, na 47ª fase da Lava Jato, realizada em novembro do ano passado, teve como alvo foi um ex-gerente da Transpetro e seus familiares.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia