Revista destaca o novo perfil do cacauicultor sul-baiano || Divulgação

A força empreendedora dos produtores de cacau no sul do Estado é o principal destaque da edição impressa da Bahia Oportunidades, lançada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) da Bahia. A revista traz o ambiente favorável aos novos empreendimentos e geração e emprego e renda no estado.

No sul da Bahia, os coronéis dão lugar a empresários modernos, as exportações do produto in natura cedem espaço para a produção de chocolates tipo exportação e a fama adquirida por intermédio dos livros de Jorge Amado incentiva o turismo rural. As inovações com o suporte da Ceplac e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) também são mostradas na reportagem. A edição digital pode ser conferida, gratuitamente, clicando aqui.

– A edição impressa amplia ainda mais o alcance da revista, que apresenta o ambiente favorável à geração de negócios, emprego e renda hoje existente na Bahia. A revista é um importante instrumento de prospecção e atração de novos investimentos – afirma o novo secretário da Pasta, Paulo Guimarães, que substitui o ex-governador Jaques Wagner.

Com forte presença na vida do sertanejo, o sol, que antes castigava a região, é responsável pelo desenvolvimento econômico do município de Bom Jesus da Lapa, onde foi instalado o primeiro parque solar de geração centralizada da Bahia. O complexo tem capacidade de gerar 340 GW/h por ano, o suficiente para atender às necessidades anuais de consumo de energia de mais de 166 mil lares brasileiros.

Berço histórico e cultural do Brasil, a Bahia poderá ganhar um novo roteiro turístico oficial. A antiga Estrada Real, rota do ouro que no Brasil colônia ligava Jacobina a Rio de contas, tem grande potencial para ser um roteiro turístico de sucesso. A redescoberta de fazendas preservadas e garimpos antigos aconteceu durante um mapeamento que integra um projeto para dotar a Bahia de uma política mineral construída em parceria com a iniciativa privada.