“Caquinho” é acusado de matar o técnico judiciário Lindomar Casais

A Polícia Militar cumpriu mandado de prisão temporária contra Francisco Silva Santos, o Caquinho, de 37 anos. A prisão foi solicitada à Justiça pela titular da Delegacia de Homicídio, Magda Figueiredo, segundo o Plantão Itabuna.

“Caquinho” é acusado de matar, a golpes de faca, o servidor da Vara da Infância, Lindomar Casais dos Anjos, 52 anos. Lindomar foi assassinado em 6 de junho do ano passado, em sua residência, na Rua Santa Rita de Cássia, no Sarinha, após discussão com “Caquinho”. O técnico judiciário trabalhava na Vara da Infância e Juventude de Itabuna.