Prefeito Vinicius Ibrann assina convênio com a Valle Express

O comércio de Buerarema, no sul da Bahia, denuncia ter levado tombo estimado em mais de R$ 150 mil da Valle Express. A operadora de cartão de crédito assinou convênio com a Prefeitura de Buerarema, em agosto do ano passado, para liberar crédito equivalente a 30% do salário para que servidores pudessem fazer compras à vista ou parcelada.

Já em dezembro, o comércio suspendeu as vendas por meio do cartão de crédito da Valle Express, pois não estava recebendo em dia, segundo lojista. Somente em dois estabelecimentos, a dívida da Valle Express ultrapassa R$ 70 mil.

O servidor municipal fazia as compras à vista ou parcelada e sofria o desconto diretamente no contracheque. Porém, no final do ano passado o comércio começou a sentir o baque. A empresa estaria recebendo o repasse, mas estava atrasando o pagamento ao comércio bueraremense, o que teria levado o município a suspender os dois últimos pagamentos. O site não conseguiu falar com a operadora.