Conta de água da Embasa fica mais cara

A conta de água de consumidores de municípios como Almadina, Coaraci, Canavieiras, Itacaré, Ilhéus  e Porto Seguro ficará mais cara. A autorização para o reajuste de 4,09% no valor dos serviços de água e esgoto prestados pela Embasa será publicado na edição deste sábado (12) do Diário Oficial do Estado. O aumento anual foi autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), órgão responsável pela fiscalização do setor.

De acordo com a Embasa, o percentual será aplicado de forma linear sobre as tarifas vigentes e passa a vigorar 30 dias depois da data de publicação da autorização de reajuste. A empresa explicou que o aumento é para recompor a variação da inflação do período, corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A Embasa informa ainda que o percentual visa cobrir os índices inflacionários variáveis ligados aos insumos da atividade, a exemplo de energia elétrica, um dos principais custos operacionais da prestadora. Com o reajuste, o valor da tarifa mínima residencial social passará de R$ 12,30 para R$ 12,80; a mínima residencial intermediária será majorada de R$ 24,20 para R$ 25,20; e a mínima residencial normal subirá de R$ 27,50 para R$ 28,60.