Lúcio Vieira diz que é responsável por entrega a Camacan

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) saiu em defesa do prefeito Oziel da Ambulância e diz ter sido o responsável pela mobilização para entregar kit de equipagem do Conselho Tutelar de Camacan. Na semana passada, Bebeto Galvão (PSB-BA) acusou o prefeito de usar de “má-fé” para beneficiar o emedebista e irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima (relembre aqui).

Lúcio Vieira mostrou ofício do secretário executivo do Ministério dos Direitos Humanos, o baiano Engels Augusto Muniz. O secretário informa em ofício que a solicitação do emedebista foi atendida, com o município de Camacan sendo “contemplado com um Kit Equipamento do Conselho Tutelar”, no valor de R$ 110 mil.

O kit é composto de um veículo, uma impressora, um refrigerador, um bebedouro e cinco computadores. O documento, assinado por Engels Muniz,  é datado de ontem (19).

OUTRO LADO

Bebeto Galvão sustenta que os recursos para equipagem do Conselho Tutelar de Camacan são oriundos de emenda de sua autoria. “Ele também pode ter solicitado, mas os recursos são oriundos do nosso mandato”, reafirma Bebeto, por meio de assessoria.

Ainda em 2017, o parlamentar do PSB baiano enviou ofício ao prefeito Oziel da Ambulância informando de emenda de sua autoria (3028/0011) para a equipagem do Conselho. Ofício também foi enviado ao Ministério dos Direitos Humanos informando sobre a emenda e a destinação do recurso.