Estudante de Guanambi a poucas perguntas do prêmio de um milhão|| Foto Reprodução Globo

Um estudante do bairro Massaranduba, em Guanambi, no sudoeste da Bahia, foi uma das atrações do programa Caldeirão do Huck, da Globo, neste sábado (7), e tem participação garantida na edição do próximo fim de semana. Sorteado para participar do quadro Quem quer Ser um milionário?!, Murilo Fernandes, 26 anos, demonstrou conhecimento sobre diversos assuntos. Ele já ganhou R$ 20 mil e pode conquistar até um milhão de reais.

Durante o programa, Luciana Huck destacou que o jovem era uma das pessoas mais curiosas que já passaram pelo programa. “É técnico em informática, cosplay, hipnólogo, professor de krav maga (luta isralense), tem um grupo de estudos em casa, apaixonado por astronomia, física, eletrônica,  é autoditada em quase tudo”, frisou o apresentador.

Estudante baiano no Programa do Huck deste sábado|| Foto Reprodução.

O ex-aluno do Colégio Estadual Idalice Nunes iria responder a pergunta de R$ 30 mil quando o Caldeirão do Huck deste sábado foi encerrado. Por isso, o estudante segue como participante do próximo programa que já está gravado. Mas não foi só a segurança para responder às perguntas que fez do baiano uma das atrações do Caldeirão. Durante o programa, ele tentou hipnotizar um voluntário que assistia ao programa ao vivo,  mas ficou só na tentativa. Murilo Fernandes teve a calma de explicar porque a hipnose não funcionou com o rapaz.

UM POUCO MAIS DA HISTÓRIA
Murilo Fernandes contou que sonho é cursar Engenharia da Computação e que sempre teve a curiosidade de estudar além do conteúdo dado na sala de aula. Como ainda não existe essa opção no município, ele decidiu iniciar o curso de Engenharia de Produção.

Filho de vendedores autônomos e morador de um conjunto habitacional na periferia de Gaunambi, o jovem conheceu as primeiras letras ainda antes de ser matriculado na pré-escola. Para isso, contou com a ajuda de uma irmã. Ele adiantou que pretende montar uma empresa na área de tecnologia.

A mãe de Murilo Fernandes, dona Nádia, que é cozinheira e doceira, informou que o filho virou atração num hospital de Guanambi, quando muito pequeno, por saber os nomes de todas as capitais dos estados brasileiros. O jovem informou que nos finais de semana se reúne com os amigos para debater vários assuntos. “De tudo mesmo, física, tecnologia, política e religião”.