Duplicação da Ilhéus-Itabuna foi tema de encontro no TCU || Foto Pimenta/Arquivo

Estudos adicionais de intervenção para duplicar o trecho da BR-415 entre Ilhéus e Itabuna foram entregues hoje (9) ao Tribunal de Contas da União (TCU) pelo governador Rui Costa e o ministro dos Transportes, Valter Casimiro. O estudo foi exigência do TCU. Coube à Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) responder, tecnicamente, grande parte dos questionamentos feitos pelo TCU sobre a obra, que espera autorização para ser iniciada.

De acordo com o secretário estadual da pasta, Marcus Cavalcanti, o entendimento entre a Seinfra e o Dnit, responsável pela rodovia, “é um só”. Segundo ele, a parceria contribuiu para o rápido envio de informações adicionais ao TCU.

Conforme o ministro Augusto Sherman, do TCU, as equipes técnicas analisarão o documento entregue hoje “com toda rapidez”. O governador, acompanhado por senadores, deputados, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes; o procurador geral do Estado, Paulo Moreno; e o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, foi ainda ao gabinete do presidente do TCU, ministro Raimundo Carreiro, que se comprometeu a incluir a BR-415 como prioridade de análise do órgão.