Policiais militares e civis prenderam, no início da tarde desta sexta-feira (10), na rodoviária de Itabuna, Jerry Vitor Rocha, de 19 anos, mais conhecido como Bryan Vitor, suspeito de matar o estilista Mar Ramos, de 51 anos, na madrugada de quarta-feira (8). Ele estava escondido em Ilhéus, foi para Itabuna, onde se preparava para fugir para São Paulo.

De acordo com a delegada Magda Figueiredo, Bryan Vitor confessou que matou Mar Ramos depois de uma discussão. A policial informou que o acusado contou que aplicou pelo menos quatro golpes de pá na vítima, que estava dormindo no momento do ataque. Bryan Vitor confirmou que usou, sem autorização, o cartão de crédito do estilista, que foi morto sem chance de defesa.

Foi preso na rodoviária de Itabuna

Segundo Magda Figueiredo, os policiais fizeram buscas numa pousada em Ilhéus, mas não localizaram o acusado. Eles seguiram com as investigações e descobriram que o suspeito tentava fugir para São Paulo. “Quando foi por volta das 12h30min chegou a informação de que ele estava na rodoviária de Itabuna. Estava aguardando o ônibus para São Paulo”.

A delegada disse ainda que o Bryan Vitor usou o cartão do Mar Ramos para comprar a passagem para São Paulo e deu todos os detalhes sobre o crime. “Ele confessou que usou a pá que estava na casa que passava por uma reforma e aplicou os golpes contra vítima”. O suspeito alegou que o estilista teria fechado a casa para tentar impedi-lo de deixar o local.