Primeira semana tem baixa procura por vacinas contra pólio e sarampo

De acordo com o Ministério da Saúde, somente 43.094 (5,07%) das crianças, em idade indicada, nos municípios baianos foram vacinadas contra a polimielite (paralisia infantil), na primeira semana da Campanha Nacional de Imunização.A quantidade de vacinados contra o sarampo é ainda menor, com 42.300 doses aplicadas em meninos e meninas, o que representa 4,98% do público alvo no estado.

O percentual está abaixo do desempeno nacional, que registra 1,16 milhão de crianças vacinadas contra a pólio e 1,51 milhão contra o sarampo. O quantitativo corresponde a 10,36% do público-alvo para a pólio e 10,27% para o sarampo. Mais de 11 milhões de crianças de um a menores de cinco anos devem ser vacinadas.

A Campanha Nacional de Vacinação ocorre até o dia 31 deste mês e o dia D de mobilização nacional será no próximo sábado (18), quando os mais de 36 mil postos estarão abertos em todo o país. No total, 2,3 milhões de doses das vacinas foram aplicadas.

Para a pólio, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, recebem a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, recebem a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha.

Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias. Até o momento, 2.251 municípios ainda não registraram os dados sobre as doses aplicadas durante a campanha no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) do Ministério da Saúde.