Otto acusa PP de agir sem ética na disputa pelo comando do AL-BA

O senador e presidente do PSD baiano, Otto Alencar, disse ter boas relações com o PP no Estado, mas atacou a estratégia adotada pelos progressistas na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Na terça (13), o vice-governador João Leão se reuniu com o presidente estadual do PCdoB e com a bancada de deputados estaduais eleitos comunistas e deles obtiveram garantia de apoio a Nelson Leal na disputa pela cadeira principal da AL-Ba (relembre aqui).

Otto enxergou deslize ético do PP na estratégia. Ao Bahia.ba, o senador baiano assim se expressou:

– Não tenho nada contra Nelson Leal, nada contra João Leão, mas o atual presidente da Casa e senador eleito, Angelo Coronel, precisa ser ouvido. Eu fui ouvido na época da minha sucessão, Coronel tem que ser ouvido. O governador tem que ser ouvido, Jaques Wagner também. Os presidentes dos partidos. É antiético.