Pedalada Azul teve participação de mais de 1,3 mil ciclistas || Foto Pedro Augusto Benevides

A edição 2018 da Pedalada Azul em Itabuna superou expectativa ao reunir mais de 1,2 mil ciclistas neste domingo (25). A ação promovida pela ONG Unidos pelo Diabetes percorreu alguns dos principais corredores urbanos da região central e do São Caetano, com o apoio de grupos como o Pedal Bom, Amigos das Trilhas, Pedal Livre, Ciclo Bike Grapiuna e Pé de Cana.

A pedalada teve ainda a arrecadação de alimentos não perecíveis que serão entregues a entidades beneficentes de Itabuna. O evento foi encerrado na Praça Cachoeira, em frente ao HOBR, com sorteio de vários brindes entre os participantes que se inscreveram pelo site do Mutirão do Diabetes. Integrante do Pedal Bom, Thessia Lira falou do engajamento dos ciclistas nestas ações. “Estamos unindos as pessoas na prevenção ao diabetes e no incentivo à prática de atividades esportivas para uma vida saudável”.

A Pedalada teve o patrocínio da Águia Branca e da Caixa Econômica Federal. “Esse é um exemplo mobilização social e a Caixa faz questão de apoiar ações que contribuam para melhorar a qualidade de vida das pessoas, como o Mutirão do Diabetes e a Pedalada Azul”, disse Marcus Vinícius Nascimento, superintendente regional da Caixa. “É uma satisfação estabelecer essa parceria, num evento que valoriza a saúde e envolve centenas der pessoas em torno de uma causa nobre”, disse o gerente regional da Águia Branca, Gilmar Abreu.

O presidente da ONG Unidos pelo Diabetes e coordenador das atividades do Novembro Azul em Itabuna, médico Rafael Andrade, apontou o envolvimento da cidade nas ações de prevenção ao diabetes. “A solidariedade marcou a campanha. A cidade se envolveu num movimento pela saúde que cresce a cada ano”.