WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias





itao






QUASE 90% DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA BAHIA TÊM ORIGEM EM FONTES RENOVÁVEIS

Bahia se destaca na produção de energia eólica

A Bahia vem se destacando nacionalmente por causa do grande potencial para geração de energia elétrica a partir das fontes renováveis. A capacidade instalada através das fontes hídricas, biomassa e, principalmente, solar e eólica já representa 88% da matriz elétrica do estado.

Na energia solar, o território baiano possui a maior capacidade instalada para produção energética a partir da fonte fotovoltaica no Brasil. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), são 608 MW de potência distribuídos em 26 parques em operação comercial. Essa potência tem uma estimativa de atender cerca de 680 mil domicílios.

O número ganhou relevância principalmente nos últimos dois anos. Nesse período, 24 empreendimentos entraram em atividade com 606 MW de potência. Ou seja, 99,6 % da capacidade atual para geração de energia a partir do sol na Bahia foi adquirida entre junho de 2017 e dezembro de 2018, por meio de leilões. Um investimento de R$ 3,1 bilhões.

ENERGIA EÓLICA

A eólica também é fonte de produção de energia com relevância no estado. De acordo com os dados do Banco de Informação de geração (BIG), disponibilizado pela Aneel, a Bahia tem a segunda maior capacidade instalada do país, com um total de 3.475 MW em 135 parques em funcionamento. Essa capacidade pode fornecer energia elétrica para cerca de 8 milhões de residências. A Bahia fica atrás apenas do Rio Grande do Norte, que possui 3.722,4 MW de capacidade e 138 empreendimentos em operação comercial.

Nos últimos quatro anos, o número de empreendimentos eólicos triplicou no território baiano. De janeiro de 2015 a novembro de 2018, 102 parques entraram em operação e adicionaram 2.634 MW de potência à capacidade instalada do estado. Nesse período, aproximadamente R$ 9,9 bilhões foram investidos.

Na Bahia, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) é o órgão responsável pelo acompanhamento da matriz energética, incluindo fontes renováveis. O secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, destaca a possibilidade de implantação de parques híbridos nos próximos anos no estado.

PARQUES HÍBRIDOS

O Atlas Solar da Bahia trouxe dados relevantes sobre as áreas de convergência para implantação de parques híbridos com as fontes solar e eólica, que possibilitará o compartilhamento da infraestrutura de transmissão já existente ou em construção resultando na redução de custos na operação e escoamento da energia a ser gerada”, ressalta o secretário.

A primeira edição do Atlas Solar da Bahia contribui na busca pela atração de novos negócios para a geração de energia elétrica a partir da fonte fotovoltaica no estado. O material apresenta o mapeamento das áreas de maior potencial para produção de energia solar no território baiano. A pesquisa é resultado de parceria entre as secretarias estaduais de Infraestrutura (Seinfra) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O Atlas foi lançado durante a II Campus Party Bahia, em junho deste ano.

2 respostas para “QUASE 90% DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NA BAHIA TÊM ORIGEM EM FONTES RENOVÁVEIS”

  • ANONIMO says:

    ISSO É UMA PIADA??????

    ENTÃO PORQUE VIVEMOS PAGANDO UMA TAXA DE ENERGIA MAIS ALTA DO PAÍS E OLHE LÁ SE NÃO FOR A DO PLANETA…….
    VIVEMOS ENTRE BANDEIRAS VERMELHA E AMARELA, EXPLICA ISSO AÍ!!!!!

  • JORGE says:

    É sinal de que a Coelba vai fechar e a Neoenergia já arrumou as malas? O contrato, salvo engano, era de que a energia seria fornecida de qualquer maneira.Se haveria ou não estiagem era problema deles. Se houve sempre seca,por que recentemente inventaram bandeiras vermelhas e amarelas?

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia