Mais de 23 mil trabalhadores têm carteira assinada por MPEs

Enquanto médias e grandes empresas fechavam postos de trabalho, os micro e pequenos negócios criavam novos empregos em 2018. O resultado pode ser visto a partir da análise dos últimos levantamentos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referentes a outubro, quando, na Bahia, as micro e pequenas empresas geraram 2.353 novos empregos.

No acumulado de janeiro a outubro, somaram-se 23.938 empregos gerados por micro e pequenos negócios baianos. Já as médias e grandes somaram apenas 6.496 novas vagas.

Os números refletem também no volume de atendimento do Sebrae Bahia. Até outubro deste ano, a instituição registrou mais de 240 mil atendimentos, sendo 103.753 microempreendedores individuais, 49.363 donos de microempresas e 10.670 donos de pequenas empresas.