Mais de 50% das prefeituras baianas são consideradas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) como incapazes de honrar dívidas e estão proibidas de receber garantias da União para contratação de  empréstimos. Levantamento feito pela Satélite aponta que, dos 417 municípios do estado, 215 foram classificados pelo Tesouro com a nota C na tabela sobre Capacidade de Pagamento (Capag) e são consideradas más pagadoras. Na outra ponta, apenas 58 têm notas A ou B. Outros 144 estão sem classificação porque não atualizaram informações junto ao Tesouro.

Entre os 20 maiores municípios do estado, 11 são considerados maus pagadores. Entre eles, Vitória da Conquista, Itabuna, Juazeiro e Teixeira de Freitas. A lista inclui ainda Barreiras, Porto Seguro, Simões Filho, Eunápolis, Valença e Candeias. A relação de bons pagadores é encabeçada por Feira de Santana, Camaçari e Jequié, com nota A. Na sequência, vêm Salvador, Lauro de Freitas, Ilhéus, Alagoinhas, Paulo Afonso e Guanambi, com B. Da Coluna Satélite, Correio24h.